Cidadeverde.com

Cenário econômico ainda é perturbador

Os brasileiros ainda não desenvolveram o hábito de poupar, uma preocupação que vem à tona agora, quando se discute o futuro da Previdência. A Associação Nacional de Participantes dos Fundos de Pensão encomendou uma pesquisa para conhecer melhor o comportamento financeiro dos brasileiros e descobriu que metade deles não consegue juntar dinheiro para guardar na poupança.

É verdade que a pesquisa foi feita diante de uma realidade de dificuldade econômica acentuada no país, com 13 milhões de desempregados. Entre os entrevistados, 42% alegaram que não possuem renda suficiente para poupar. Apenas 13% poupam com regularidade e, destes, 69% só conseguem juntar até R$ 300 por mês. Mas nem sempre pensando no futuro; a maioria junta dinheiro de olho nas eventualidades ou em alguma viagem.

A situação é preocupante. Os economistas já começam a sentir cheiro de recessão e temem um crescimento econômico inferior ao do ano passado. Além das dificuldades no cenário político, que vem atrasando o calendário das reformas indispensáveis ao país, outros fatores contribuem para esse pessimismo entre os especialistas. A crise na Argentina compromete a produção da indústria automobilística brasileira, e a tragédia de Brumadinho afetou o setor de mineração.

Já estamos caminhando para a metade do ano sem perspectivas positivas que possam animar o mercado. Este deveria ser o ano da recuperação, portanto, se o perdermos, o sonho dos índices de emprego voltarem a crescer ainda vão demorar mais tempo para virar realidade.