Cidadeverde.com

Governador se empenha para incluir Estados na reforma da previdência

Na semana decisiva para a reforma da previdência, o governador Wellington Dias viaja a Brasília para tentar, junto com os demais governadores, incluir os estados e municípios no projeto original. Ainda ontem, o governador se reuniu com os parlamentares federais do Piauí para pedir o apoio para a aprovação do texto que se encontra da Comissão Especial. O governador lamentou que os Estados e municípios tenham sido excluídos do projeto original. “Lamentavelmente, virou uma reforma praticamente da União, então é uma meia reforma”, reclamou.

Ontem, o presidente da Câmara, Deputado Rodrigo Maia (DEM), que tem se empenhado pessoalmente na aprovação do texto, declarou que estava trabalhando para que o projeto fosse votado nesta quinta-feira na Comissão Especial, mas fez questão de dizer que se precisar de mais tempo para incluir os estados e municípios, a votação seria adiada para a próxima semana, sem prejuízo do calendário.

As pessoas de bom senso sabem que a aprovação da reforma é imprescindível para diminuir o déficit que não para de crescer nas contas da previdência, sufocando as finanças do Estado brasileiro. Investidores nacionais e estrangeiros também estão na expectativa da aprovação da reforma para retomarem ou iniciarem os empreendimentos que estão guardados na gaveta, à espera de um cenário mais estável na economia.

É claro que a reforma da previdência, sozinha, não vai resolver o problema do país, mas é o primeiro passo, e um passo significativo. Na sequência, precisam ser aprovadas ainda as reformas tributária e fiscal. Quem luta contra essas bandeiras não está lutando contra o atual governo, que é provisório, mas contra o próprio país.