Cidadeverde.com

A revanche do Nordeste na Bahia

A Bahia volta a ser palco de um acontecimento político que chama a atenção para o Nordeste. Depois da inauguração do aeroporto em Vitória da Conquista na semana passada, que contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro, sem a participação do governador do Estado, hoje é o próprio Rui Costa (PT) que faz questão de receber os convidados para o Fórum dos Governadores do Nordeste.

O governador Wellington Dias já está lá para participar do evento, o primeiro encontro entre os chefes do Executivo do Nordeste após a declaração preconceituosa do presidente da República, que tratou os nordestinos pejorativamente de “paraíbas”.  E ainda determinou que o governo federal fechasse as torneiras para o governo do Maranhão, cujo governador é visto como inimigo pelo presidente.

O Nordeste foi a região onde Bolsonaro registrou seu pior desempenho nas eleições que o colocaram à frente do Palácio do Planalto. Dos nove estados nordestinos, sete são governados pela oposição. E é essa turma que estará reunida hoje para discutir os rumos da região e os investimentos necessários para amenizar a desigualdade regional que persiste no Brasil. Mas, é óbvio, que as discussões políticas serão tão ou mais acaloradas que as administrativas.

O governador do Piauí fala em oportunidade de negócios, ao defender a criação de uma espécie de consórcio em áreas como a educação, saúde e infraestrutura. Temos muito que avançar, especialmente em infraestrutura.

 

Rodovia da Morte

O Presidente Jair Bolsonaro usou a sua conta no twitter (sempre ela) para festejar as obras de alargamento da BR 135, que liga os municípios piauienses de Bom Jesus e Eliseu Martins, também conhecida como rodovia da morte, por causa do grande número de acidentes com mortes registrados lá.

Por ironia do destino, ou descaso dos governantes ao longo dos anos, pouco tempo depois foi registrado mais um acidente gravíssimo na mesma rodovia, com o choque de duas carretas, que resultou em um incêndio e mais uma morte para essa macabra contabilidade da rodovia que corta o Piauí.

Financeira em Parnaíba

A cidade de Parnaíba, no norte do estado, deve ganhar uma agência da Tec Ban, gestora do Banco 24Horas. A empresa vem investindo pesado, precisamente R$ 350 milhões,  na instalação de espaços tipo agência bancária em cidades menores. A Parnaíba é a da vez.