Cidadeverde.com

De volta à realidade

E hoje a vida volta à rotina, depois das férias escolares e legislativas. Trânsito cheio na cidade, pauta cheia no Congresso, que tem como missão aprovar o segundo turno da Reforma da Previdência. As estimativas mais otimistas dão conta de que a votação pode ocorrer ainda esta semana, mas, para isso, será preciso forte presença dos parlamentares na Câmara para contar o número de sessões necessárias no intervalo entre uma votação e outra.

A boa notícia para uma votação mais célere é que, no segundo turno de uma Pec ( Proposta de Emenda Constitucional), não são permitidos acréscimos, apenas destaques de efeito supressivo para retirada de algum ponto ainda sem consenso.

A votação em segundo turno da Reforma da Previdência chega junto com a redução da taxa Selic de 6,5% para 6% e a liberação de dinheiro do FGTS .  Some-se a isso a perspectiva de início  da votação da reforma tributária ainda em 2019 e tem-se um terreno preparado para a retomada de investimentos no país e a volta dos empregos.

Mas essa recuperação não se dará de forma rápida. Tudo que está sendo feito agora é a preparação do terreno para que a economia possa deslanchar, quem sabe, no próximo ano. Pelo menos, já há uma estrada sendo aberta.