Cidadeverde.com

Justiça determina retirada imediata dos presos da Central de Flagrantes

A justiça determinou a transferência imediata dos presos que se encontram custodiados na Central de Flagrantes e nos distritos policiais de Teresina. A determinação, assinada pelo juiz Luis Moura, da Central de Inquéritos da Comarca de Teresina, atende a um pedido do Sindicato dos Delegados Civis.

Pela lei, os presos são levados à audiência de custódia e não devem demorar mais do que 24 horas até serem transferidos para o sistema penitenciário. Os delegados alegaram no pedido, respaldado no artigo 144 da Constituição Federal, que a função da Polícia Civil é investigar as infrações penais, e não manter a guarda, escolta e vigília de presos, tarefa que cabe aos agentes penitenciários.

Essa briga não é de hoje. Na verdade, ela se arrasta desde 2012, mas até hoje, seis anos depois, tanto a Central de Flagrantes quanto os distritos da capital vivem abarrotados de presos, sem condições de segurança ou higiene adequadas para mantê-los em suas dependências.

A Central de Flagrantes já foi alvo de denúncias por se tratar de um depósito desumano de presos, amontoados junto com ratos e restos de alimentos, formando um ambiente propício para fugas e rebeliões que põem em risco a segurança dos delegados e dos moradores da vizinhança.

A transferência deve começar ainda hoje. E o que se espera é que, depois de cumprida a ordem judicial, o fato não volte a se repetir com o transcorrer do tempo.

Incoerência política deixa o eleitor desconfiado

O senador Elmano  Férrer, do Podemos, surpreendeu a todos, ontem, com a desistência da sua desistência em concorrer ao governo do Estado. Elmano já havia até se licenciado do Senado para, segundo ele, dedicar-se integralmente à campanha eleitoral. Até que, alegando a influência de ‘forças ocultas’, abriu mão da disputa e saiu no cenário.

Ontem, voltou atrás e se lançou candidato por meio da chapa, denominada por ele próprio, de chapa da Resistência, ainda sem candidato a vice. Não se sabe o que aconteceu com as tais forças, se mudaram elas ou se mudou o senador.  As idas e vindas do agora novamente pré-candidato contribuem para criar ainda mais incerteza e desinteresse pela política. Não é a toa que as pesquisas divulgadas até agora registram altos índices de indecisos.

Não é a primeira vez, aliás, que o senador volta atrás em uma decisão anunciada publicamente. Na época da votação do impeachment da então presidente Dilma Rousseff, Elmano divulgou uma carta dizendo que votaria pelo afastamento da presidente. Logo depois, desdisse o que havia dito e votou contra.

A incoerência política abre espaço para a desconfiança na cabeça do eleitor. Sem saber como o candidato vai se manifestar no dia seguinte, não há como avaliar o seu comportamento. Em um cenário de tanta turbulência, o eleitor procura por ideias claras e atitudes firmes, tomadas com convicção por parte de quem pretende comandar o destino do estado.

Vai e vem de políticos aquece a campanha eleitoral

Com a proximidade das eleições, e o acirramento das disputas políticas em âmbito local, cresce o movimento de aeronaves  oficiais trazendo autoridades do Planalto. Cada uma com seu padrinho como cicerone para mostrar ao Piauí quem tem força e prestígio em Brasília.

Amanhã, o Presidente Michel Temer irá visitar as obras do projeto Tabuleiros Litorâneos, em Parnaíba, a convite do deputado federal Heráclito Fortes, do Dem. Será recepcionado pelo prefeito Mão Santa. A visita de um Presidente da República, ainda que com baixíssimo índice de aprovação e popularidade, não deixa de ser uma demonstração de prestígio.

Na sequência, o senador Ciro Nogueira (PP), que também circula com extrema desenvoltura no Planalto, já anuncia a vinda do Ministro da Saúde, Gilberto Ochhi, para visitar obras no estado.  Ciro e Heráclito, como se sabe, são adversários ferrenhos na política local. Os dois, no entanto, inegavelmente, sabem se posicionar estrategicamente nos gabinetes do poder central.

Mas, o que a população espera e deseja, é que, mais que o simples movimento de aeronaves e seus assessores, com toda a despesa que eles acarretam, as visitas de ministros e até do presidente resultem, de fato, em investimentos que promovam o desenvolvimento do Estado.

 

Mais uma desistência

O pré-candidato ao Senado pelo Partido Verde, Luiz Ayrton Santos Júnior, foi mais um que desistiu de concorrer ao pleito deste ano. Depois de anunciar sua disposição de disputar uma vaga para o Senado, o médico divulgou uma carta, comunicando que estava abrindo mão desse projeto.

Em um trecho do documento, Luiz Ayrton explica que abraçar a eleição para o Senado estava ligado ao seu propósito de trabalhar pela construção de um Piauí grande. Mas, segundo ele: “Nos últimos dias delineiam dificuldades e, desta forma, estou declinando desta caminhada.”

O médico Luiz Ayrton iria integrar a chapa encabeçada pelo Senador Elmano Férrer ( Podemos), que também jogou a toalha e desistiu de concorrer ao governo do Estado.

 

Hospitais voltam a atender pelo PLAMTA a partir de hoje

Depois de intensa batalha travada entre os hospitais e clínicas particulares e o governo, o Estado pagou ontem os recursos referentes aos atendimentos feitos pelo PLAMTA, o plano de saúde dos servidores públicos estaduais, cujo valor é descontado diretamente no contracheque de cada beneficiário.

Com atraso de mais de quatro meses, a rede privada de saúde que opera no Piauí decidiu suspender o atendimento aos credenciados do PLAMTA até que o Estado regularizasse o pagamento, que é feito normalmente 60 dias após a realização do procedimento.

Só ontem, no final da tarde, o governo efetuou o pagamento referente ao mês de abril, o suficiente para que os hospitais tratassem logo de avisar aos usuários que o atendimento seria normalizado a partir de hoje, 1° de agosto.

Não é a primeira vez que isso acontece, o que deixa os beneficiários do PLAMTA em completo estado de insegurança, sem saber se podem contar ou não com o atendimento pelo qual pagam regularmente. O governo do estado já atrasou outras vezes, levando os hospitais à suspensão dos atendimentos. Ontem, foi pago o mês de abril, mas persiste a incerteza para saber se o mês de maio será pago dentro de 30 dias, garantindo a regularização do sistema. Essa incerteza adoece tanto quanto as moléstias que acometem os servidores.

Um exemplo de honradez no serviço público

 

Há homens públicos que honram e dignificam o cargo. E, mesmo ocupando função pública por anos a fio, não se corrompem, não negociam seu caráter, não se dobram às circunstâncias. Assim foi Matias Matos, ou o “baixim”, para os mais próximos.

Agrônomo e pesquisador da Embrapa, foi responsável por criar a Secretaria Municipal de Agricultura, ainda na gestão do professor Wall Ferraz. De lá para cá, esteve presente em quase todas as administrações municipais de Teresina, ocupando ainda os cargos de Secretário Municipal de Administração e de Governo. Nesse período, aprendeu as lições da vida pública e passou a conhecer praticamente todos os servidores municipais, tratando-os com igual respeito e civilidade, independente do cargo que ocupassem.

Entre os colegas secretários, sempre assumiu  a figura do agregador, do conciliador. Com o espírito leve e muito bem humorado, nunca lhe faltava a piada na ponta da língua e, mesmo quando era obrigado a dizer um ‘não’, o fazia com delicadeza. Dessa forma, conquistou uma legião de amigos e admiradores, de todos os partidos políticos, embora não escondesse sua militância tucana.

Na verdade, Matias não era um homem do PSDB, mas um homem de Teresina. Um cidadão que se preocupava com a cidade e com seus moradores. Defensor da cultura, dos valores e da história da capital piauiense, estava presente em todas as manifestações culturais, com um olhar crítico e atento.

Honrando a profissão de agrônomo, plantou muitas árvores em seu Minuano, sítio onde reunia a família e os companheiros de jornada; gerou três filhos; escreveu dois livros e, acima de tudo, semeou o bem, a cordialidade e a lealdade – sementes cada vez mais raras nesses tempos de aridez. Por tudo isso, sua colheita, certamente, será generosa no jardim do Éden.

Posts anteriores