Cidadeverde.com

Sem os suplentes na Assembleia, Estado faz economia de R$ 540 mil mês

O fato marcante na política estadual, na semana passada, foi a revoada dos deputados-secretários para a Assembleia Legislativa. Uma renúncia coletiva dessa forma, fora do prazo de desincompatibilização, sem rompimento político e em início de governo, é inusitada.

A volta dos deputados para suas cadeiras deixou seis suplentes da base governista sem teto. Eles ainda estão nos corredores da Assembleia Legislativa e do Palácio de Karnak em busca de um novo abrigo.

De início, eles quiseram ocupar as secretarias abandonadas pelos deputados titulares dos mandatos. O governador Wellington Dias não aceitou a permuta.

Os deputados deixaram as secretarias mas deixaram pessoas de sua confiança tomando conta de suas cadeiras, com o aval do governador, pois eles prometem retornar ao governo no final do ano.

A economia

Para o bem ou par o mal, os deputados acabaram prestando um serviço relevante ao Estado, já que nas secretarias eles não estavam conseguindo fazer praticamente nada.

A exceção era Fábio Novo (PT), que não dava sinais de haver perdido o fôlego na Cultura. Ele vinha mantendo o dinamismo e as realizações da gestão anterior.

Informou-se que a convocação de um suplente de deputado gera uma despesa extra de pelo menos R$ 90 mil reais ao mês. 

Sendo assim, a economia mensal para o Estado com os suplentes fora da Assembleia Legislativa passa a ser de R$ 540 mil.

E logo, logo vai-se ver que nem os suplentes fazem falta na Assembleia nem os deputados fazem falta no secretariado.

  

 

Defesa

O processo do governador Wellington Dias pedindo o afastamento do conselheiro Luciano Nunes dos julgamentos das contas do Estado foi parar nas mãos do próprio conselheiro colocado sob suspeição.

É para que ele apresente a sua defesa.

Inaugurações

O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Sebastião Ribeiro Martins, cumprirá uma intensa programação de inaugurações neste segundo semestre.

No dia 27 deste mês, ele entrega o novo Fórum de Ribeiro Gonçalves – na Região dos Cerrados.

E mais

Dia 18 de outubro, o presidente do Tribunal de Justiça inaugura as novas instalações e a Ampliação da CIAP - Central de Alternativas Penais, no 5º Andar do Fórum de Teresina.

É uma parceria do TJ-PI e da Secretaria de Justiça.

Por fim

Ainda em outubro, no dia 25, o desembargador entrega o Centro de Conciliação -  CEJUSC e as Salas de Audiência de Custódia de Picos.

Por fim, em dezembro, ele inaugura o Novo Fórum de Pedro II e também o de Picos.

Economia

O governador Wellington Dias abre hoje, às 8h, o Seminário “Piauí: Trajetória e Transição Econômica”, promovido pela Secretaria de Planejamento.

O palestrante será o economista Marcio Pochmann.

 

 

* O vereador Dudu saiu da eleição para renovação do diretório estadual do PT com a chamada vitória moral.

* Ele conseguiu validar, via dreção nacional, as filiações e os votos de 2.500 neopetistas inscritos por ele no partido.

* Ao longo da campanha, sentiu na própria pele que a máquina do deputado federal Assis Carvalho não é brincadeira, não.

* A mídia local dá conta que o governador Wellington Dias tratou da duplicação das BRs 343 e 316 com um diretor da Fundação Getúlio Vargas.

* E eu que pensava que este tipo de assunto deveria ser tratado era no Dnit!... Vivendo e aprendendo.

 

 

Destino turístico

Do humorista Fraga:

- Os destinos turísticos mais frequentes de quem parte pra ignorância são três: hospital, delegacia ou funerária.