Cidadeverde.com

Senado vota reforma da Previdência na próxima semana

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), não conseguiu agendar para amanhã, como era seu desejo, o início da votação da reforma da Previdência no plenário da Casa.

A ideia foi deixada de lado por ele depois de passar boa parte da tarde de ontem conversando com senadores sobre o assunto. Ao final, o senador reconheceu que não foi possível construir um acordo para antecipar a votação e jogou a toalha.

Com isso, o primeiro turno ficou marcado para o dia 18, quarta-feira da próxima semana.

O presidente do Senado pretendia antecipar a votação do texto-base, aprovado com boa margem na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, em uma semana.

Segundo o calendário do Senado, a votação do texto principal da reforma começa será em 18 de setembro, quarta-feira da próxima semana, e pode se estender até 10 de outubro no plenário do Senado.

O calendário vale apenas para o texto-base da reforma da Previdência. A PEC paralela que inclui estados e municípios na reforma ainda precisará voltar para a CCJ antes de ser avaliada em plenário.

Os governadores e senadores terão, portanto, uma semana de intensas negociações para tentar aprovar a mudança.  (Com informações do Congresso em foco)

  

 

Fake news

A Justiça Eleitoral se mostra muito motivada a combater as fake news nas campanhas eleitorais.

Ela prestaria serviços mais relevantes ao país e à democracia se combatesse a compra de voto, esta, sim, a maior praga das eleições brasileiras.

Os suplentes

Os suplentes de deputado despejados da Assembleia Legislativa ainda aguardam uma solução por parte do governador Wellington Dias, que foi quem articulou a inda deles para lá.

Taí um problema que o governador não deve se preocupar em resolver, este dos suplentes. 

Na verdade, o problema é a solução.

Mudou por quê?

A propósito, a ideia inicial do governador, para este quarto mandato dele no Palácio de Kanark, era não convocar um só deputado para o seu secretariado.

Os próprios parlamentares deram declarações concordando com essa ideia.

Mas o governo mal começou e ele chamou logo seis deputados de uma vez só.

Energia

A Cepisa Equatorial identificou 61 pontos com sobrecarga de energia em Teresina, o que provoca as oscilações da corrente elétrica.

Todos eles tiveram a sua capacidade dobrada, para evitar apagões durante o período de maior consumo de energia, que se inicia agora.

As informações são do gerente de Relacionamento da empresa, Joaquim Milhomem.

 

 

* O deputado federal Átila Lira prepara-se para vestir o pijama. Já está preparado o primogênito Átila Filho para entregar-lhe o bastão.

* A Assembleia Legislativa realizou sessão especial ontem pelos 50 anos da Renovação Carismática, por proposição da deputada Teresa Brito (PV).

* A OAB-PI deu um cano nos planos de saúde, na gestão passada. O siribolo ainda não foi resolvido. Ninguém foi responsabilizado.

* A censura ao gibi não estava no gibi. Coisas do Brasil.

 

 

Das alturas

O jornalista Elivaldo Barbosa, da TV Cidade Verde, foi perguntar ao prefeito de Parnaíba se ele seria candidato à reeleição e Mão Santa saiu-se com esta:

- Aprendam com Parnaíba, ô abestalhados! Não somos de esquerda, nem de direita nem dessa porcaria desse Centrão. Nós somos é do Alto, nós somos é de Deus!