Cidadeverde.com

Governo quer taxar a energia solar em até 68%

Foto: Letícia Santos/Arquivo Cidade Verde

Os milhares de consumidores que acreditaram na energia solar tiveram um choque com a decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) de taxar o serviço.

A Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) estima que a taxa encareça em até 68% a parte que é enviado para a distribuidora.

Pela regra atual, o valor da energia gerada pelo consumidor é integralmente compensado pelo valor da tarifa de energia. Segundo a Aneel, a isenção permitiu a expansão da energia renovável no Brasil.

A mudança em análise no Congresso Nacional pode gerar tributos de 30% a 68% sobre a energia produzida.

Segundo o presidente da Absolar, Rodrigo Sauaia, a mudança, caso confirmada, significará um grande desincentivo à instalação de sistemas do tipo.

A medida é tida também como uma ducha de água fria no setor de energia solar. Mesmo com a adoção de um período de transição, até 2030, para quem fizer as instalações dos painéis solares antes da mudança na regra, a medida é muito ruim para quem investiu nas instalações na expectativa de retorno levando em conta prazo maior. “Do ponto de vista de segurança jurídica e regulatória, é uma mudança péssima”, acrescentou o presidente da Absolar.

Com a taxação, o governo vai cobrar tributo por um serviço sobre o qual nada investiu.

(Com informações da Agência Senado)

  

 

Sem luz e sem água

Foram muitas as reclamações sobre a falta de energia elétrica e oscilação de corrente durante as festas de fim de ano em todo o Piauí.

O maior número de reclamações partiu do litoral, que ficou também sem água, por falta de energia.

Tanto problema sem que tenha havido as tempestades tão comuns na virada do ano.

Um péssimo sinal para quando a temporada de chuva chegar.

Terceira via

Em Picos, o vereador Chaguinha (PTB), do grupo político do ex-prefeito Zé Néri e do deputado Nerinho, está apostando em uma terceira via

para a sucessão do prefeito Walmir (PT).

Na última eleição municipal, o vereador recebeu mais de 1.450 votos, sendo o quarto mais votado.

Em Picos, existem dois pré-candidatos do PT a prefeito, o empresário Araujinho e a jornalista Maria Santana, e o ex-prefeito e empresário Gil Paraibano, pelo Progressistas.

Dinheiro em caixa

Calados estavam, calados ficaram os prefeitos piauienses com a bolada que receberam na virada do ano, por conta da cessão onerosa.

O dinheiro caiu na conta das prefeituras e também do Estado no dia 31.

 

 

* O pré-candidato a prefeito de Teresina pelo PT, deputado Fábio Novo, já pensa em um plano de governo.

* Este mês o PT fará plenárias para produzir um diagnóstico sobre a situação da cidade e propor intervenções a partir da futura gestão.

* O médico Leonardo Luz, ex-membro do Conselho Federal de Medicina, jogou a toalha.

* Ele anunciou ontem que não será mais candidato a prefeito de Teresina pelo Novo. Avaliou que não está na hora.

 

 

Sem campanha

Ouvido no Bom de Bola, clube que reúne futebolistas, palpiteiros da política e desocupados:

- O Dr. Silvio Mendes será mesmo candidato a prefeito?

- Sim, desde que ele não precise fazer campanha.