Cidadeverde.com

Tucanos se incomodam com críticas de Sílvio

Foto: Yasmim Cunha

Ex-prefeito Silvio Mendes, nos estúdios da TV Cidade Verde

 

Tem muito tucano tentando colocar panos quentes no episódio. O fato, porém, é que as declarações dadas pelo ex-prefeito Silvio Mendes, no início desta semana, foram muito mal recebidas no Palácio da Cidade.

Em entrevista ao Grupo Cidade Verde, Sílvio Mendes fez rasgados elogios e críticas diretas aos pré-candidatos do PSDB à Prefeitura de Teresina.

Os tucanos gostaram muito das loas, mas não engoliram as críticas.

O ex-prefeito enalteceu o perfil técnico de cada um deles e até destacou suas conquistas.

Mas ele disse, por outro lado, que o secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma, é mal-educado.

Disse também que o fato de o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Charles Silveira, ser primo do prefeito, não ajuda na campanha.

E declarou, ainda, que o professor Washington Bonfim fica mais distante da candidatura de prefeito por morar longe de Teresina.

Ou os tucanos estão com o couro fino ou com as penas muito leves neste período de pré-campanha.

Os mais emplumados avaliam que, se a intenção de Sílvio Mendes era fazer um giro, aparecendo como o melhor de todos os pré-candidatos, com essas declarações ele acabou fazendo um jirau, incluindo-se fora das opções do PSDB para prefeito de Teresina.

A conferir.

 

 

Campanha

Está sendo muito positiva para o Tribunal de Contas do Estado a repercussão de sua decisão de cobrar do governo estadual e dos municípios o cumprimento integral da carga horária nas escolas públicas.

Ou seja, o TCE quer que todas as escolas ofereçam aos seus alunos, em sala de aula, pelo menos, 800 horas anuais, em 200 dias letivos.

Faz de conta

O Tribunal de Contas constatou, através de uma auditoria realizada no final do ano passado, através da Divisão de Fiscalização da Educação, que vários municípios não estavam fazendo o dever de casa, nesse quesito.

Os técnicos do TCE constataram que muitos prefeitos querem começar o ano letivo apenas em março para não pagar professores e servidores em fevereiro, não comprar merenda, nem gastar com transporte.

Na cola

O TCE já sabe que o ano letivo que começa em março não tem condição de oferecer as 800 horas-aula até dezembro.

Por isso, o calendário escolar vai ser rigorosamente observado a partir deste ano.

Foto: Divulgação

Lançamento - O jornalista Mauro Sampaio lançou ontem, em Teresina, em noite de autógrafos muito prestigiada, o seu novo livro, “Abandono”, cuja foto de capa é de seu filho Maurício, presente ao ato.

 

 

* O prefeito Firmino Filho chegou das férias acometido de uma forte gripe e de nova crise de sinusite.

* É tranquila a eleição do deputado Júlio Arcoverde, presidente regional do Progressistas, para 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa.

* O governo Bolsonaro anunciou outra medida que alivia o bolso de quem acreditou em energia solar: não haverá taxação do serviço.

* O presidente da Câmara Municipal de Teresina, vereador Jeová Alencar, passou mal ontem durante um exame de endoscopia, mas já se recupera em casa.

 

 

Cartas na mesa

O secretário municipal de Educação, professor Kleber Montezuma, reapareceu na cena política sendo ele mesmo. Ontem, em entrevista à TV Cidade Verde, foi curto e grosso:

- Não vendo minha alma para ser candidato a prefeito de Teresina. Se acharem que não presto porque sou antipático, tem outros que são simpáticos.