Cidadeverde.com

Olha pro céu, Piauí!

Fotos: Divulgação/CCom

O ministro do Turismo no litoral do Piauí (no tapete vermelho, entre o governador Wellington Dias e o secretário Flávio Júnior)

 

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, visitou o litoral do Piauí no início da semana passada e o acontecimento foi destaque em toda a imprensa local.

Conforme o noticiário, ele conheceu as potencialidades da região, como o Delta do Parnaíba e a Rota das Emoções.

O governador Wellington Dias, o secretário de Turismo, Flávio Júnior, prefeitos e outras autoridades participaram da calorosa recepção ao ministro.

Ao final da visita, o ministro do Turismo liberou R$ 8 milhões para investimentos na região de São Raimundo Nonato.

De concreto mesmo, ele só deixou isso e algumas pegadas na areia da praia que o vento apagou logo em seguida.

 

O ministro do Turismo e comitiva em praia do Piauí

 

No Ceará não tem disso, não!

Enquanto isso, recebo em grupos de mídias sociais um vídeo do governador do Ceará, Camilo Santana (PT), anunciando mais 48 voos regionais para melhorar a infraestrutura turística do Estado.

Esses voos entram em operação a partir do próximo dia 1º, através de parceria do Governo do Ceará com a GOL Linhas Aéreas.

São dois voos diários de Juazeiro do Norte para Fortaleza, em avião com capacidade para 72 passageiros (ida e volta) e três voos diários Fortaleza-Jericoacoara (ida e volta), em avião com capacidade para nove passageiros.

Também serão contemplados com a conexão com o Aeroporto de Fortaleza os aeroportos de Sobral (3 voos semanais), São Benedito (2 voos semanais), Tauá (2 semanais), Crateús (2 semanais), Iguatu (2 semanais) e Aracati (2 voos semanais).

Conexão com o mundo

Em Fortaleza, os passageiros têm amplas opções de conexão para outras cidades do Brasil e do mundo, podendo adquirir bilhetes aéreos partindo do município de origem até o destino final numa única compra pela companhia aérea.

“Vamos poder comprar uma passagem de Crateús para Paris, por exemplo, ampliando as possibilidades para os cearenses. A GOL tem sido uma grande parceira do Estado, que tem crescido à frente do Brasil no turismo. Os voos também vão movimentar a economia, gerando mais emprego e renda para o cearense”, destacou o governador Camilo Santana.

Foto: Divulgação/Governo do Ceará

Aeroporto Internacional de Jericoacoara

Voos regionais

Segundo o governo cearense, até o final do ano passado o balanço de movimentação nos aeroportos regionais do Ceará estava em 114.232 passageiros, 1.413 a mais que em todo o ano de 2018.

Agora, com as novas frequências previstas de conexão do Interior e Litoral com a Capital, a tendência é de crescimento dos números.

A cada semana, os equipamentos estaduais que entram na rota da GOL podem ter incremento de até 612 passageiros no total.

Além desses aeroportos, a Superintendência de Obras Públicas do Ceará também conta com os aeroportos de Quixadá, Camocim e Campos Sales, atualmente destinados à aviação geral.

Os novos voos significam perspectiva de ampliação do fluxo de passageiros para sete dos 10 aeroportos geridos pela Superintendência de Obras Públicas o Ceará.

Com essas novas conexões, o Ceará mostra um governo com prioridade clara e definida para o desenvolvimento.

Ao abandono

O Piauí, enquanto isso, tem dois aeroportos internacionais abandonados para a aviação comercial – os de Parnaíba e de São Raimundo Nonato, construídos para alavancar o desenvolvimento do turismo nas duas regiões.

Estive em São Raimundo Nonato em novembro passado e visitei o aeroporto, uma bela obra arquitetônica sem movimento. Uma obra fantasma. Apenas um bando de pardais quebrava o silêncio do local.

Os demais aeroportos do interior do Piauí operam em condições precárias. Alguns são verdadeiras arapucas.

Em março de 2016, o presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira, a então vice-governadora Margarete Coelho, o deputado federal Mainha com sua esposa e filha, além do fotógrafo Raulino Neto, quase perdem a vida em um acidente de avião em Oeiras.

O acidente se deu em virtude de um pouso forçado e os ocupantes da aeronave escaparam milagrosamente.

O fato em nada mudou a situação do aeroporto de Oeiras.

Quando o governador Wellington Dias visita a cidade, ele desembarca no aeroporto de Floriano e faz o restante do percurso – de 110 quilômetros – de carro.

Mas é nestas condições que o Piauí imagina decolar para o desenvolvimento.

Foto: Divulgação

Aeroporto Internacional de S]ao Raimundo Nonato: entregue às moscas e aos pardais