Cidadeverde.com

Bolsonaro desafia governadores a zerarem ICMS de combustíveis

O presidente Jair Bolsonaro voltou a pisar no pé dos governadores, ontem, ao desafiá-los a zerar o ICMS sobre os combustíveis para baixar os preços ao consumidor.

“Eu baixei três vezes combustível nos últimos dias e na bomba não baixou nada. Tá feito o desafio: eu zero o (imposto) federal hoje e eles zeram o ICMS", propôs.

Claro que os governadores não vão topar a parada. Não podem. O imposto sobre os combustíveis é uma receita importante para os Estados. Quase um terço do valor do litro da gasolina é de ICMS.

No Piauí, por exemplo, chega a totalizar um quarto de toda a arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços.

Reação

As reações à proposta do presidente já começaram. Ontem mesmo, a Federação Nacional do Fisco Estadual e Distrital (Fenafisco) lançou nota contra a declaração de Bolsonaro.

Conforme a entidade, “a declaração do presidente Jair Bolsonaro, dada nesta quarta-feira (5), em que se propõe a zerar os tributos federais sobre combustíveis se os governadores aceitarem a redução do ICMS nos estados, é irresponsável e inconsequente.”

Para a Fenafisco, “Num momento de agravamento da desigualdade social, aumento da pobreza e redução dos recursos para saúde, educação, saneamento e segurança, o que o presidente propõe ao país é o aumento da miséria e da violência e exclusão social.”

Por fim, a entidade afirma que, “ por seus efeitos catastróficos, a declaração do presidente constrange e chantageia publicamente os governadores - exigindo-lhes que ajam como algozes da população - e funciona, portanto, como escaramuça para proteger os ganhos dos acionistas privados da Petrobras.”

De fato, a proposta do presidente, conquanto simpática ao consumidor, não é razoável. Mas é preciso que se explique, pelo menos, por que o ICMS dos combustíveis é tão  alto e por que os preços  caem nas refinarias e não caem nas bombas.

 

Acidentes na BR

Somente este ano, mais cinco pessoas morreram vítimas de acidentes na BR-135, que corta o Sul do Piauí.

Um trecho de quase 200 quilômetros da estrada, entre os municípios de Eliseu Martins e Bom Jesus, foi alargado, restaurado e completamente sinalizado recentemente.

A Polícia Rodoviária Federal apurou que 80% desses acidentes foram causados por imprudência.

Novo comando

O deputado federal Flávio Nogueira se prepara para filiar-se ao Republicanos e assumir o comando da sigla no Piauí, hoje entregue ao deputado estadual Pastor Gessivaldo.

Enquanto a situação de Flávio Nogueira não é resolvida no PDT, ele decidiu colocar na direção regional do partido o advogado Vitor Carvalho.

Foto: Divulgação/Twitter

O governador no caminhão do Programa Qualifica Piauí

Caminhão

O governador Wellington Dias postou ontem, nas redes sociais: “Dia de muitas agendas pelo interior do Piauí! Em Paulistana, visitei o caminhão do Programa Qualifica Piauí, que percorre o estado oferecendo cursos profissionalizantes para cidadãos de todas as idades.”

Agora, sim, a China que se cuide!

Balanço

Do ministro Sergio Moro, ontem, na comemoração dos 400 dias do governo Bolsonaro:

- Há uma sensação de lei e ordem e de segurança.

Menos, ministro! Menos!

Foto: folhadeoeiras.com

Moisés Reis na APL -  O advogado e escritor Moisés Reis toma posse hoje na Cadeira nº 28 da Academia Piauiense de Letras, que era ocupada pelo desembargador e escritor Manfredi Mendes de Cerqueira. A sessão solene de posse do novo acadêmico será realizada no Cine Teatro da Assembleia Legislativa, a partir das 19h30. O discurso de recepção será proferido pelo médico e escritor Dagoberto Carvalho Júnior.

 

 

 * O ex-deputado federal Silas Freire é a aposta do Republicamos para a candidatura de prefeito de Teresina.

* A informação é do vereador Levino de Jesus, presidente da sigla em Teresina. Atualmente, o partido é aliado do prefeito Firmino Filho.

* As águas caíram com força em Teresina ontem à tarde, causando estragos em vários bairros da cidade.

 

 

Do privilégio

Do humorista Fraga:

- Se você fala e escreve privilégio em vez de previlégio, é um privilegiado sim.