Cidadeverde.com

Greve ameaça abertura do ano letivo no Piauí

Impasse entre o Governo do Piauí e o magistério. O governador Wellington Dias decidiu encaminhar à Assembleia Legislativa um projeto de lei estabelecendo que o menor valor pago para os professores 40 horas da rede estadual de ensino seja de R$ 3.167,17.

Com isso, segundo o governo, o piso estadual se manterá acima de R$ 2.886,24, que é o valor definido nacionalmente pelo governo federal.

A lei permitirá incorporar ao salário o percentual de 4,17%, concedido ano passado, com auxílio, em acordo com a categoria.

Além do piso acima do valor nacional, o Governo do Estado manterá o auxílio-alimentação pago aos professores ativos, já no contracheque de fevereiro. O valor aplicado será de 4,31%, com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

O governo informou ainda que, atualmente, o menor vencimento do professor 40 horas, que está em sala de aula, é R$ 3.451,20, acrescido de 4,17% em forma de auxílio-alimentação.

Esse valor também é o definido para quem inicia a carreira na rede pública estadual.

Contas não batem

Mas os trabalhadores em educação da rede estadual do Piauí fazem contas diferentes. O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica do Piauí (Sinte-PI) alega que governo Wellington Dias não cumpriu a Lei do Piso em 2019 nem o acordo firmado com a categoria, deixando aposentadas/os da educação sem reajuste e os ativos com a insegurança do auxílio alimentação.

 Ontem houve mobilização dos professores e a decisão de deflagrar greve geral por tempo indeterminado nas escolas do Estado, exigindo o pagamento do novo piso

O governo justifica, no entanto, que em todo o país, oito estados não cumprem o piso dos professores: São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Espirito Santo, Goiás, Sergipe e Pará.

Também informa que o projeto enviado à Assembleia terá valor após sua aprovação e sua execução será condicionada aos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O início do ano letivo nas escolas estaduais está marcado para segunda-feira, dia 17.

 

 

Foto: Divulgação/Alepi

Presidente do BNB recebe título de cidadão piauiense

Homenagem

O presidente do Banco do Nordeste, Romildo Carneiro Rolim, recebeu ontem na Assembleia Legislativa o título de cidadão piauiense, proposto pelo deputado Henrique Pires (MDB).

Depois da sessão, ele se reuniu com o presidente da Federação das Indústrias do Piauí, Zé Filho, empresários e representantes da classe industrial, na sede da instituição.

Financiamentos

O Banco do Nordeste encerrou 2019 com R$ 3,6 bilhões aplicados no Piauí, considerando todas as fontes de recursos, por meio de financiamentos de curto e longo prazo, beneficiando diversos setores econômicos em todo o estado.

Os resultados incluem R$ 2,4 bilhões aplicados com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), perfazendo mais de 61 mil operações de crédito realizadas ao longo do ano.

As operações

Do volume investido, foram contratados ainda R$ 1,14 bilhão por meio do programa de microcrédito produtivo e orientado do Banco do Nordeste, o Crediamigo que realizou cerca de 483,8 mil operações.

O presidente da FIEPI parabenizou o trabalho do Banco no Piauí e agradeceu a parceria com a entidade e a classe industrial.

Foto: Carlos Rubem

Mestre de cerimônia - O ator, humorista e radialista Octávio César vem aparecendo como o mestre de cerimônia preferido na área acadêmica. Só nas últimas semanas, ele foi mestre de cerimônia do lançamento do novo livro do escritor Homero Castelo Branco, da posse da nova diretoria da Academia Piauiense de Letras e também da posse do acadêmico Moisés Reis. Ele é o mestre de cerimônia titular da Academia de Letras da Magistratura do Piauí.

 

 

* O Progressistas aceitou numa boa a saída do ex-deputado Mainha do partido, para ingressar no PL.

* O presidente regional da sigla, deputado Júlio Arcoverde, disse a Mainha que as portas do Progressistas estarão sempre abertas para ele.

* O deputado Pablo Santos (MDB) se afasta hoje da Assembleia Legislativa para reassumir o comando da Fundação Hospitalar do Piauí.

* O Tribunal Regional Eleitoral cassou os mandatos do prefeito de Ribeira do Piauí, Arnaldo Araújo Pereira da Costa ( PRTB), por compra de voto e abuso do poder econômico.

 

 

A fogueira das vaidades

Do humorista Fraga:

- A fogueira das vaidades continua a arder intensamente. Mas a qualidade da lenha piorou muito.