Cidadeverde.com

Coronavírus é para os fracos!

Fotos: Redes sociais

Em Brasília, Bolsonaro rompe isolamento e apoia protesto

 

Sim, o coronavírus é para os fracos. Pelo menos é o que pensam o presidente Jair Bolsonaro e seus seguidores.

Apesar das recomendações e dos apelos reiterados das autoridades de saúde, para que se evite aglomerações, como forma de prevenir o contágio pelo Covid-19, os apoiadores do presidente realizaram ontem os atos públicos que estavam agendados contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal.

As manifestações foram realizadas em Brasília e em várias outras cidades.

O presidente não apenas apoiou o ato, compartilhando na rede social vídeos com os atos públicos ocorridos em várias cidades, como rompeu o isolamento a que estava obrigado e saiu às ruas para apoiar os manifestantes, em Brasília.

Na contramão

Bolsonaro sempre na contramão. No mundo todo, os chefes de Estado estão voltados para o combate efetivo a essa nova pandemia. Ele prefere a pantomima.

Na Itália, um dos países mais afetados, o médico Giovanni Rezza, diretor do Departamento de Doenças Infectivas do Instituto Superior de Saúde, órgão subordinado ao Ministério da Saúde e principal centro de pesquisa, controle e consultoria técnico-científica do país, indica os passos que cada nação deve seguir para enfrentar a pandemia.

Em entrevista à BBC News Brasil, o médico enumerou as lições tiradas do caso:

O problema é que o vírus se alastra muito rápido, se transmite muito facilmente, então pode infectar muita gente em pouco tempo. E isso pode provocar uma crise no sistema de saúde. Aqui temos uma população muito idosa, muitos pacientes precisam de terapia sub-intensiva ou mesmo intensiva, precisam de aparelhos para auxiliar a respiração, e aí começaram a faltar postos nas UTIs. Se não houver uma diminuição da circulação do vírus, colocamos em risco todo o sistema, na assistência e no tratamento. Colocamos em risco não só os doentes do Covid-19, mas todos os demais que convivem com outras doenças. Esse é o maior problema.”

Não é preciso dizer que o Brasil não está preparado para enfrentar o coronavírus, se ele vier a se alastrar na proporção como de espalhou por outros países.

A rede pública de saúde brasileira já não dá conta nem dos que a procuram com outras doenças. O remédio mais eficaz, então, no momento, é a prevenção.

Infelizmente, o presidente da República, mesmo estando de quarentena e com 64 anos (portanto, na faixa de maior risco), não dá o exemplo!

 

 

Foto: Divulgação

O prefeito Mão Santa comanda manifestação contra o Congresso em Parnaíba

 

Protesto no Piauí

Mais que o presidente Bolsonaro, que não é médico, peca o prefeito de Parnaíba, Mão Santa, um renomado clínico geral e cirurgião.

Ignorando os riscos do coronavírus, em uma cidade turística, ele comandou ontem em Parnaíba a manifestação contra o Congresso Nacional, do qual já fez parte como senador.

Absurdos

Ao final do protesto, ele postou nas redes sociais: “Show a caminhada em Parnaíba em protesto aos absurdos do Congresso Nacional . Manifestação linda, espontânea! Os parnaibanos entenderam que O POVO É O PODER! O Congresso já tem altos salários, mordomias, milhões em emendas impositivas, os abusivos Fundo Eleitoral e Fundo Partidário.  Agora, deputados e senadores querem também o que restou para ser investido nos estados e cidades brasileiras. Em Parnaíba, a população foi as ruas dizer BASTA!”

Perguntar não ofende

O Piauí não tinha, até ontem, nenhum paciente com o coronavírus. As autoridades de saúde estão monitorando a situação no Estado.

Enquanto isso, não custa perguntar à Secretaria de Saúde e à Fundação Municipal de Saúde:

1. Como está organizada a rede de assistência quanto aos leitos hospitalares e de UTI, em Teresina e no interior?

2. Como justificar a Equipe de Epidemiologia da Secretaria de Saúde não ter um médico?

3. Como justificar que a Clínica de Pneumologia do HGV, maior hospital público do Piauí, não ter um só médico há 3 anos?

4. Por que, nesse período de ameaça real, o Plantão da Coordenação de Doenças da SESAPI-CIEV, só funciona até às 17 horas?

 

 

* A campanha do deputado Fábio Novo, pré-candidato a prefeito de Teresina pelo PT, ganhou novo ânimo com o “OK!” do Diretório Nacional ao seu nome.

* Até o final de semana, 12 Estados já haviam confirmado casos de coronavírus, três deles no Nordeste: Bahia, Pernambuco e Alagoas.

* São Paulo liderava o ranking do coronavírus, com 106 casos confirmados. O Rio vinha em seguida, com 24.

* No Brasil, o vírus da idiotice chegou primeiro que o Covid 19. Por isso, a situação por aqui é muito mais grave que no resto do planeta.

 

 

Dos males, o menor

Do prefeito de Parnaíba, Mão Santa, sobre o Covid-19:

- Esse é um viruzinho boiola, de pouca malignidade. Pior do que ele é o Congresso Nacional. O coronavírus é um mal muito menor que esse Congresso apodrecido.