Cidadeverde.com

Governadores do Nordeste baterão à porta de Temer

Foto: CCom

Em Fortaleza, governadores lançam carta e anunciam ida a Temer 

Os governadores nordestinos baterão à porta do presidente Michel Temer, em Brasília, para apresentar e discutir alternativas para a retomada do crescimento da economia da região. A decisão foi anunciada ontem, em Fortaleza, durante o 6º Encontro dos Governadores do Nordeste.

Em Fortaleza, os governadores trataram de assuntos de interesse comum entre os estados nordestinos, como a securitização das dívidas, reformas tributária e previdenciária e ainda a transposição do rio São Francisco. O governador Wellington Dias observou que o Nordeste tem sido duplamente penalizado pela crise econômica nacional e pela seca prolongada.

 “Somos da região que mais tem sofrido com a paralisação de obras, convênios e contratos. Temos que retomar isso tudo para que piauienses, nordestinos e brasileiros voltem a ter avanços em suas vidas cotidianas”, destacou o governador.

Wellington afirmou que um dos pontos importantes levados ao Fórum de Governadores é a construção de uma proposta que garante, de modo definitivo, as condições para investir no desenvolvimento. “Neste caso, buscamos uma solução definitiva para o equilíbrio da Previdência e para ampliar investimento. Trata-se de uma proposta que envolve um pacote de R$ 70 bilhões e isso será bom, inclusive, para União e todos os estados”, adiantou.

O fórum contou ainda com a presença dos governadores do Ceará, Alagoas, Bahia, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe. Ao final do encontro, foi elaborada a ‘Carta de Fortaleza’, com a posição dos governadores nordestinos, a ser encaminhada ao Palácio do Planalto. (Com informações da Ccom)

Foto: Paulo Pincel/Alepi

Deputados discutem PPP´s com representantes do governo

E as PPP's?

O secretário de Administração e Previdência, Franzé Silva, e a superintendente de Parcerias e Concessões, Viviane Moura, expuseram ontem aos deputados a situação da Parceria Público-Privada (PPP) que concedeu à iniciativa privada a administração dos terminais rodoviários de Picos, Floriano e Teresina. 

Denúncias

Havia 15 deputados presentes, inclusive o presidente da Assembleia, Themístocles Filho (PMDB). O deputado Gustavo Neiva (PSB) foi um dos que mais questionaram os gestores, principalmente em relação às denúncias que receberam de permissionários que trabalham nos terminais rodoviários.   

A reunião com o secretário e a superintendente foi uma iniciativa do líder do governo na Assembleia, deputado João de Deus (PT), que admitiu haver muitas questões a serem esclarecidas em relação ao cumprimento dos contratos.

Caso Abraão Gomes

O desembargador Sebastião Ribeiro Martins reconsiderou a sua própria decisão que suspendia o júri popular do advogado Virgílio Bacelar de Carvalho, marcado para hoje. O advogado responde pelo homicídio qualificado do deputado estadual Abraão Gomes (PFL), em agosto de 1989.

A decisão foi provocada pela defesa da família do deputado, que pediu a reconsideração da liminar alegando a iminência de prescrição do processo.  

Omissão de informação

O desembargador informou ao Cidadeverde.com que reconsiderou a liminar porque houve omissão da data de prescrição do processo, que correria no dia 27 do próximo mês.

Apesar de mantido para hoje, o julgamento não acontecerá nesta quinta-feira. Após a liminar que suspendia o julgamento, o júri foi dissolvido e uma nova data será marcada para recompor a sessão.

Olho grande

A prisão, ontem, pela Polícia Federal, de cinco dos sete conselheiros do Tribunal de Contas do Estado do Rio (TCE) está para enlouquecer os deputados estaduais fluminenses.

Muitos deles já vislumbram uma chance de ocupar o cargo de conselheiro do TCE, já que nunca foram abertas tantas vagas para o órgão ao mesmo tempo.

*O comandante da PM, coronel Carlos Augusto, revelou que em sua gestão não recebeu um centavo do governo federal para combater a criminalidade.

*Todas as ações da Polícia Militar têm sido custeadas pelo próprio Governo do Estado.

*Boa esta: depois de criar 9 coordenadorias, cada uma com nove cargos, para abrigar adesistas, o governador tranca o cofre.

*Assim, os demais órgãos do Estado terão 60 dias para reduzir em 30% suas despesas sem comprometer a qualidade dos serviços que prestam. 

Fafá volta a cantar o Hino

Durante evento de lançamento do Projeto Nossa Creche, no Teatro Municipal de São Paulo, o prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), convidou a cantora Fafá de Belém para cantar o Hino Nacional. Com teatro lotado, Fafá cantou, riu e contou algumas histórias, entre elas, sobre as Diretas Já. Foi então que, dirigindo-se ao prefeito, comentou, arrancando gargalhada da plateia:

 - Joãozinho, tu lembras quando o Heráclito dizia com aquele bico dele (e imitou a voz) - Fafá canta o Hino!!!