Cidadeverde.com

Wellington critica reformas e apoia greve geral

O PT, a CUT, os sindicatos e os demais organizadores da greve geral de amanhã ganharam ontem um aliado de peso no Piauí: o governador Wellington Dias. Depois de fazer duras críticas às propostas de reformas previdenciária e trabalhista, ele declarou seu apoio à paralisação de amanhã.

Com a posição do governador, a adesão dos servidores públicos estaduais à greve desta sexta-feira deve ser maciça. Várias categorias de servidores federais também já anunciaram sua participação no movimento no Piauí, bem como trabalhadores de empresas privadas de diversos segmentos. O Diocesano puxa o cordão das escolas privadas que estão aderindo oficialmente à greve.

Está claro, desde já, que o movimento de amanhã será pleno. Ele vai paralisar completamente o país. O que nem todos que estão aderindo à greve têm muito claro é que, antes de ser uma luta por direitos sociais, ela é um movimento eminentemente partidário, mais contra o governo do que contra as reformas apresentadas.

Esta é a primeira vez, após o impeachment da presidente Dilma Rousseff, que o governador Wellington Dias se porta como militante partidário. Até então, embora procurasse defender os interesses de seu partido nas discussões políticas, ele evitava um confronto direto com o governo Temer, que patrocina as reformas.

 

“Operação Real”, um espanto!

A Polícia Civil realizou ontem, em parceria com a Eletrobras Piauí, a Operação Real.

A operação, executada pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), flagrou casos surpreendentes de furtos de energia em condomínios de luxo de Teresina.

Na Fazenda Real, localizada às margens da BR-343, entre a capital e a cidade de Altos, havia imóveis com 12 centrais de ar condicionado recebendo contas de energia que não ultrapassavam R$ 60,00. 

Espanta muito tanta gente usando energia elétrica indevidamente em um mesmo lugar, como na Fazenda Real, alguns há até 10 anos, segundo a Eletrobras.

Porém, espanta mais é a Eletrobras só tomar conhecimento disso agora. Na periferia da cidade ou mesmo nos bairros, basta o consumidor atrasar duas contas de energia para a empresa cortar a sua luz e mandar o nome para o Serasa.

Como a empresa, tão diligente nesses casos, não desconfiou antes de que num condomínio de luxo, com consumidores de alto padrão, só poderia era haver algo errado em contas tão baixas?

A operação de ontem esteve mais para uma pirotecnia midiática.

Foto: Cidadeverde.com

Os ônibus apreendidos pela Justiça não saíram do lugar

No mesmo lugar

Os 16 ônibus urbanos de Teresina apreendidos por ordem judicial no último dia 8 ainda não foram liberados. Eles continuam em um depósito na Avenida João XIII à disposição da Justiça.

São 14 ônibus do Consórcio Theresina, formado pelas empresas Dois Irmão, Emtracol e Santa Cruz, e mais dois da Timon City.

Os ônibus foram apreendidos porque as empresas estavam inadimplentes com o banco há 10 meses.

Lava-Jato

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu um depoimento que seria prestado ontem à Polícia Federal pelo senador e presidente do PSDB, Aécio Neves.

O ministro atendeu a um pedido do parlamentar, que só queria falar após ter acesso a depoimentos de outras testemunhas já ouvidas no caso.

Escapolindo

Em nota, o advogado de Aécio, Alberto Toron, disse que o depoimento já foi remarcado para a próxima semana e que o senador sempre se colocou à disposição para prestar os esclarecimentos.

Aécio é investigado por um suposto esquema de corrupção em Furnas, suspeito de dividir com o PP uma das diretorias da estatal.

Desde a abertura do inquérito, em maio de 2016, a Procuradoria Geral da República (PGR), que conduz as investigações, pede o depoimento de Aécio, que nunca ocorreu.

Caldo de pinto

Muita gente suou frio, ontem, no Piauí, com a deflagração, pela Polícia Federal, da "Operação Perfídia", deflagrada pela manhã.

A operação investiga uma organização criminosa especializada em lavagem internacional de dinheiro, blindagem patrimonial e evasão de divisas.

Segundo a polícia, a quadrilha tem ramificações em pelo menos cinco países.

Apesar de muitos ficarem em caldo de pinto, em Teresina, o alvo da PF está no pequeno município de Anísio de Abreu, nos confins do Piauí.

Carlos Chagas

O Brasil perdeu ontem um de seus mais completos profissionais de imprensa, o jornalista Carlos Chagas, que faria 80 anos no próximo mês.

Ele era mineiro e vivia há muito tempo em Brasília, onde cobriu e analisou os principais acontecimentos políticos do país dos últimos 50 anos.

Na toca dos leões

O presidente da Fundação Ulysses Guimarães no Piauí, ex-ministro João Henrique, pega a estrada oura vez neste final de semana.

Ele estará amanhã à tarde em Oeiras para mais uma visita da caravana “Piauí em Movimento”.

O ex-ministro chega à Primeira Capital logo depois de o seu PMDB entrar no governo estadual de mala e cuia.

Cardiologia

Começa hoje e se estende até sábado, no Blue Tree Hotel, o VII Congresso Piauiense de Cardiologia.

O evento é promovido pela Sociedade Piauiense de Cardiologia, presidido pelo dr. Wildson Gonçalves Filho.

O cardiologista e professor José Lira disse que o Congresso conta com uma vasta programação científica.

Foto: Pablo Cavalcante

O cardiologista José Lira  nos estúdios da Rádio Cidade Verde

*O governador Welington Dias anunciou ontem mais recursos para o combate às drogas no Estado.

*Ele disse que o número de vagas nos centros de tratamento de dependentes será aumentado para 1.500.

*A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado aprovou a PEC do senador Álvaro Dias (PV) acabando com o foro privilegiado. Falta agora a palavra e o voto do plenário.

*Nas ruas de Teresina, a buraqueira depois das chuvas; nas rodovias estaduais, o mato está para passar por cima dos carros.

Ex-presos da Lava-Jato

Do Seu Malaquias, ouvinte da Rádio Cidade Verde no Grande Dirceu, sobre a soltura de presos da Lava-Jato pelo Supremo:

- O Supremo tá soltando os presos da Lava Jato é para que eles participem da greve geral de sexta-feira, é?