Cidadeverde.com

PT deixa Wellington em uma saia justa

Foto: Reprodução

Os petistas vaiam o senador Ciro Nogueira na frente do governador

 

Ainda repercute nos meios políticos o protesto feito pela militância petista contra o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do PP. Sim, é aquele mesmo, de sexta-feira passada, na Câmara Municipal de Teresina, onde o PT realizava um evento muito prestigiado.

Entre os presentes, estavam o governador Wellington Dias e os senadores visitantes Lindberg Farias e Gleisi Hoffmann, além da senadora Regina Sousa e do presidente regional do PT, deputado federal Assis Carvalho, e de outras lideranças do partido.

Alguém da mesa anunciou a presença do senador Ciro Nogueira na Câmara Municipal e o convidou para compor a mesa de honra. Pra quê? A vaia comeu, a militância se levantou, ergueu os braços e soltou o seu frito de guerra: “Golpista!”,“Golpista!”, “Golpista!”. A muito custo, a gritaria foi contida.

Muito bem! O que para muitos foi um constrangimento público para o senador Ciro Nogueira, eu vejo diferente. Avalio que quem ficou em uma saia justa foi o governador Wellington Dias, que tem uma aliança aberta, às claras, com o presidente do PP. O governador jamais seria vaiado em um evento promovido pelo seu aliado.

Depois de mais essa, ficou difícil, muito difícil, o PP do Piauí ainda acreditar que o PT votará na reeleição do senador Ciro Nogueira. Wellington vem mostrando que está perdendo o pulso com o Partido dos Trabalhadores, que há poucas semanas tomou das mãos do PP a Secretaria de Saúde.

O PT vem, portanto, jogando seguidamente areia nos planos eleitorais do governador para 2018. Não fica bem para Wellington os aliados perceberem que ele manda mais nos outros partidos do que no dele.

Foto: Pablo Cavalcante/RCV

O presidente da APPM, Gil Carlos

Reforço de caixa

O presidente da APPM, Gil Carlos, estima que as prefeituras do Piauí receberão entre R$ 35 a R$ 40 milhões com a nova sistemática de divisão do ISS. Apenas Teresina receberá em torno de R$ 10 milhões.

A entrada dos novos recursos nas contas das prefeituras é aguardada para 90 dias, aproximadamente.

Justiça Eleitoral

A Associação dos Magistrados do Brasil solicitou, para publicação no Boletim AMB Informa, um depoimento do corregedor-eleitoral do TRE/PI, desembargador Edvaldo Moura, sobre o recente encontro nacional que a entidade promoveu com os presidentes de TRE’s e corregedores eleitorais de todo o país.   

Mudanças nas Zonas

Em seu depoimento, o desembargador Edvaldo Moura reiterou a sua posição contrária à extinção de zonas eleitorais: “Todos, sem afetação, respeitando a valorosa atuação do Egrégio Presidente do TSE, eminentíssimo Ministro Gilmar Mendes, opinamos pelo não acolhimento da Portaria que estabelece novos critérios para criação e extinção de inúmeras zonas eleitorais nos estados, pela forma como fora editada, pedindo, inicialmente, a sua imediata suspensão e, posteriormente, cuidadoso estudo pelos Tribunais Eleitorais, os principais interessados, que possibilitem constatar ou não, quem sabe, até vícios de inconstitucionalidade.”

Deferência
Presidente da Comissão de Eficiência Operacional e Gestão de Pessoas do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), o conselheiro Norberto Campelo mereceu uma deferência especial da presidente do Conselho e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia.

Na reunião ordinária de terça-feira, Cármen Lúcia parabenizou Norberto pela eficiência no levantamento das informações para instalação do Órgão Especial de Documentação e do Histórico do CNJ.

“Agora, cada um dos conselheiros, corregedores e presidentes que chegarem aqui vão poder ver a história do CNJ, e não ficar só de ouvir contar”, destacou ela.

Golpe

O Senado está aprontando mais alguma. A PEC das Diretas Já foi aprovada ontem na Comissão de Constituição e Justiça.

Há algumas semanas, o mesmo Senado aprovou a queda do foro privilegiado, mas apenas em uma votação. Foi muito elogiado e não se falou mais no assunto.

Ainda falta a segunda votação, além de mais duas na Câmara.

Não larga o osso

Agora vai! O presidente regional do PSB, ex-governador Wilson Martins, declarou ontem, em tom peremptório, que o governo Temer acabou.

Pode até ter acabado, mas o partido dele não entrega nem a pau os cargos que abocanhou no Piauí.

Pate-papo

No encerramento da Convenção Lojista do Piauí, a vice-governador Margarete Coelho conversou descontraidamente com o professor Leandro Karnal, que fez a conferência de encerramento do evento.

O professor Leandro Karnal com a vice-governadora Magarete Coelho

* O Salão do Livro do Piauí – Salipi 2017 – será oficialmente aberto amanhã, às 18 horas, no Espaço Cultural Rosa dos Ventos, na Ufpi.

* Sempre dá para piorar um pouquinho. O senador Romero Jucá (PMDB) passou a integrar o Conselho de Ética no Senado.

* Ele carrega oito inquéritos nas costas no Supremo Tribunal Federal, todos por malfeitos.

* A Receita arregala os olhos para a variação de renda de qualquer mortal ou empresa.

*Mas o ministro da Fazenda abre uma conta na Suíça, enche de dólares e ninguém vê.

Currículo molhado

Ontem, na sabatina do novo presidente da Agespisa, Emanuel Veloso Filho, o líder da oposição, deputado Robert Rios (PDT), afirmou que o novo gestor tem um currículo profissional admirável, destacando-se a passagem dele pela Superintendência Regional da Caixa Econômica no Piauí. Mas avisou:

- Na Agespisa, seu currículo vai ficar todo enlameado.