Cidadeverde.com

Piauí anda na contramão da história

Somente ontem, depois das mortes de 14 bebês apenas este ano, a Secretaria de Saúde apresentou uma proposta para atender as crianças com cardiopatia congênita no Piauí. Ela foi apresentada depois de denúncia do Conselho Tutelar sobre o risco de mais 17 bebês morrerem por falta de assistência.

O secretário de Saúde, Florentino Neto, apresentou ao Fórum da Primeira Infância a ideia de se estudar a viabilidade para realização de mutirões cirúrgicos para atender a crianças portadoras de cardiopatia congênita. A proposta foi apresentada durante reunião com a juíza da 1ª. Vara da Infância, Maria Luiza de Moura, do conselheiro Tutelar, Djan Moreira, da superintendente de Relações Sociais, Núbia Lopes, e do presidente do Conselho Estadual de Saúde, Teófilo Cavalcante.

O secretário instituiu uma comissão para estudar a implantação do serviço, que vai requerer tanto a parte estrutural como de profissional. Os mutirões deverão ser realizados aos finais de semana. “Estabelecemos uma comissão formada por médicos e técnicos da Secretaria, para que, no prazo de 30 dias eles possam contactar todos os centros de saúde do país que trabalham nesta especialidade. Com isso, possamos recrutar equipes para rotina de mutirão aos finais de semana, evitando que crianças se deslocam para outros estados”, afirma Florentino.

Tratamento fora

Em sua maioria, as crianças com diagnóstico de cardiopatia congênita são atendidas fora do Piauí, especialmente em Recife, Goiânia e São Paulo. Para tanto, elas são inseridas na Central Nacional de Regulação de Alta Complexidade (CNRAC), cuja regulação é feita pelo Ministério da Saúde. E haja demora. As crianças chegam a ficar nove meses na fila de atendimento.

“Nós não temos o domínio desse agendamento. Há um esforço da Secretaria em garantir o atendimento, toda a equipe é imbuída em resolver esse problema. Por isso, nós vamos aprimorar essa assistência”, afirma Florentino. 

A Secretaria de Saúde informou ainda que, em 2017, o Piauí incluiu 21 crianças nessa regulação, sendo que 13 ou já foram atendidas, seja em consulta ou mesmo o procedimento cirúrgico, ou estão com procedimento agendado. Duas delas, inclusive, embarcaram ontem para São Paulo e mais duas têm agendamento para este mês de junho.

Foto: Cidadeverde.com

Cardiologista Elisiário Júnior

Urgência

O cardiologista Elisiário Júnior disse ontem que o atendimento a crianças com cardiopatia congênita era feito no Piauí até pouco tempo, nos Hospitais São Marcos e São Paulo, com tratamento totalmente custeado pelo Sus. Ele não soube explicar os motivos da suspensão do tratamento em Teresina.

A cardiopatia congênita é uma anormalidade na estrutura ou função do coração. Ela surge nas primeiras oito semanas de gestação, quando se forma o coração do bebê. O cardiologista informou que a cirurgia realizada nos primeiros 15 dias de vida do bebê tem maiores chances de sucesso.

O Piauí anda, mais uma vez, na contramão da história. O Estado vende Teresina como um Polo Regional de Saúde, mas, ao invés de avançar nessa área, perde a sua capacidade de realizar procedimentos que já vinha fazendo com sucesso há muito tempo.

 

Foto: Divulgação/Ascom-CN/Sesi

Sesi inaugura nova sede em Brasília

Sesi em nova sede

Ministros, presidentes das Federações das Indústrias de todos os Estados, políticos e outros convidados foram recebidos ontem à noite pelo presidente do Conselho Nacional do Sesi, João Henrique Sousa, na inauguração da nova sede da entidade, no edifício Armando Monteiro Neto, em Brasília.

Piauí no TSE

O Piauí foi destaque ontem, no TSE, na retomada do julgamento do pedido de cassação da chapa Dilma-Temer.

O advogado do PSDB, Flávio Henrique Costa Pereira, justificou a cassação da chapa completa alegando que o Tribunal Superior Eleitoral já havia tomado medida idêntica em relação ao então governador do Piauí, Mão Santa, e seu vice, Osmar Júnior, em 2001.

Cassação

O ex-presidente da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, falou como advogado de defesa do presidente Michel Temer.

A propósito, Marcus Vinícius atuou no TSE na acusação que levou à cassação de Mão Santa, ao lado do hoje ministro da Justiça, Torquato Jardim.

O julgamento da chapa Dilma/Temer será retomado hoje, às 9 horas, com três preliminares: cerceamento defesa, prova ilícita e ampliação da causa de pedir ( inclusão de fatos novos).

Foto: Divulgação

Henrique Pires discute integração de bacias com ministro

Bacias hidrográficas

A unificação e revitalização das bacias, entre elas as dos rios Parnaíba e Piauí, foi o tema de recente encontro do secretário nacional de Estruturação do Turismo, Henrique Pires, e o ministro da Integração Nacional,Helder Barbalho, e o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PB).   

Faltou quórum

Na reunião da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia, ocorrida ontem, havia extensa pauta e pelo menos metade dela era de projetos relatados pelo deputado Edson Ferreira (PSD), que estava ausente.

Não deu outra, diante de determinação de que só se votam os projetos cujos relatores estão presentes, o deputado Rubem Martins (PSB) bateu o pé e reclamou que dessa forma a pauta da Comissão ficaria trancada por várias ocasiões.

Reforma avança

A proposta da reforma trabalhista avançou na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal.

Mesmo com duras críticas feitas pela oposição e até por integrantes da base governista, o relatório do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) foi aprovado por 14 votos a 11. A discussão durou quase oito horas. 

Vaquejada

O Brasil ainda quer ser levado a sério. Ontem, o Congresso Nacional promulgou a emenda à Constituição que libera em todo o país a vaquejada, prática considerada inconstitucional no ano passado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

O novo texto estabelece que “não são cruéis as práticas desportivas que utilizem animais, desde que sejam manifestações culturais”. 

Foto: Reprodução

Constituição agora abriga a prática da vaquejada

Bom de jogo

O ministro Édson Fachin, do STF, mostrou que sabe jogar. Ele encaminhou para o plenário do Supremo Tribunal Federal a decisão sobre a sua manutenção ou não na relatoria dos casos referentes à delação da JBS, como o inquérito que investiga o presidente Michel Temer por crimes como corrupção passiva e obstrução de Justiça.

Sinuca de bico

O pedido de afastamento do ministro do caso foi protocolado pelo governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB).

Fachin despachou a petição para o plenário da Corte, onde vai medir se tem ou não força para tocar o caso.

Os ministros terão dificuldade em afastá-lo.

O caso é outro

O governador do Mato Grosso do Sul argumenta que a colaboração da empresa JBS e seus desdobramentos não têm relação com outros processos que estão no gabinete do ministro, portanto, ele não teria preferência para ser relator.

Com isso, a delação da JBS teria que ter sido distribuída, por sorteio, entre 10 ministros da Corte – a presidente Cármen Lúcia não participa.

Fundo sem fundo

O promotor de Justiça Sinobilino Pinheiro da Silva Júnior, titular da 2º Promotoria de Justiça de Valença do Piauí, instaurou inquérito civil público para investigar o ex-prefeito de Novo Oriente, Marcos Vinícius.

O Ministério Público vai apurar a retirada de mais de R$ 1 milhão da conta do Fundo Previdenciário do Município, em agosto do ano passado, praticamente zerando a sua reserva financeira.

Semeando palavras e plantando árvores - Cineas Santos, professor e escritor, visitou o Centro Municipal de Educação Infantil Francisco de Assis e, com as crianças, plantou ipês no pátio da escola.

* Deram um tango no cantor Moacir Franco, que não recebeu o seu cachê e, portanto, não fez o show de sábado na AABB, em Teresina.

* Os fãs do artista que compraram mesas e ingressos saíram desapontados. Mas ninguém foi à delegacia de polícia registrar B.O.

* A conta de água vai subir quase 3% a partir de julho em Teresina. É bom os consumidores irem se acostumando.

* Com a entrega do serviço de abastecimento de água e esgoto para a iniciativa privada, esses aumentos serão mais frequentes.

O xis da questão

Do humorista Fraga:

- Quando ministros escolhidos a dedo caem um a um, a gravidade está no dedo.