Cidadeverde.com

São Marcos restringe atendimento ao Sus

Vem aí um problema em escala industrial, na área de saúde: o Hospital São Marcos confirmou ontem, em nota, que restringiu o atendimento, através do Sus, de pacientes portadores de câncer. A nota informa que não houve a suspensão de tratamento oncológico de alta complexidade e sim de intercorrências de baixa e média complexidade a pacientes oncológicos.

São consideradas intercorrências clínicas oncológicas todas as reações provenientes dos tratamentos de câncer, como febres, pneumonias e dores abdominais. Estes sintomas ocorrem muitas vezes por conta das quimioterapias e radioterapias, que provocam, entre outros efeitos colaterais, a queda da imunidade.

O Hospital São Marcos responde por 99% dos atendimentos oncológicos no Piauí e informou ainda que a medida visa a melhorar o tratamento de pacientes que precisam de procedimentos de alta complexidade, como radio e quimioterapia, além de cirurgias e internações decorrentes destes procedimentos.

Segundo ainda a nota, 40% da capacidade instalada do Hospital eram ocupados por pacientes de baixa e média complexidade, que podem se atendidos por unidades de saúde de retaguarda, de modo satisfatório em casos de mal-estar, vômitos, diarreias, dores no corpo e sangramentos.

Quem assume

Com a decisão, a rede hospitalar do município de Teresina deve assumir este tipo de atendimento, para não deixar a população sem assistência. E aí é que está o problema, pois os relatos de pacientes atendidos na rede pública municipal são desanimadores.

O Hospital Universitário anunciou a inclusão de pacientes oncológicos em seus atendimentos, mas até aqui recebe um número reduzido de doentes de câncer.

A Fundação Municipal de Saúde prometeu cobrar explicações do São Marcos, que é filantrópico e tem o compromisso de atender pacientes do Sus. Informou-se que a decisão do hospital foi motivada pelo acúmulo de prejuízos nesse tipo de atendimento, pois em muitos casos os repasses do Sistema Único de Saúde não cobriram os custos dos procedimentos. Assim, o hospital acabava pagando para atender. Acesse a nota do HSM: https://www.facebook.com/saomarcospi/posts/1430556163656806:0

Foto: Divulgação

Reunião da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, ontem

Dívida

O governador Wellington Dias passou o dia ontem no Senado, em articulações para a aprovação do projeto de resolução que trata da renegociação das dívidas dos Estados.

O senador Elmano Férrer (PMDB) defendeu a proposta e pediu urgência para a sua aprovação na CAE.

A matéria foi aprovada por unanimidade na Comissão de Assuntos Econômicos e também no Senado.

Alívio no caixa

Wellington explicou que a matéria foi discutida com o presidente Michel Temer, na semana passada, durante a reunião com os governadores e todos chegaram a um consenso sobre a aprovação da resolução.

O governador disse que só o Piauí terá uma folga a mais de R$ 180 milhões por ano com a aprovação do alongamento da dívida por dez anos.

O senador Elmano Férrer apressa votação

BR-135

O deputado federal Marcelo Castro (PMDB) garantiu ontem que a bancada federal está unida em torno da obra de alargamento da BR-135, no Sul do Piauí.

Ele disse que os 10 deputados federais e os três senadores estão juntos nessa causa. E não é de hoje.

Ô bancada fraca, então!

Reforma

O governo Temer sofreu ontem uma derrota no Senado. O relatório da reforma trabalhista foi rejeitado pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS).

O texto, elaborado pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), havia sido aprovado pela Câmara, mas foi rejeitado por 10 votos a 9, ontem.

A reforma trabalhista ainda vai passar pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e, por fim, pelo plenário do Senado.

Quiosques

Os quiosques Caneleiro, Carnaúba e Cajueiro, instalados na Avenida Raul Lopes, serão deslocados para outra área.

A Justiça Federal no Piauí, por meio do Centro de Conciliação em Políticas Públicas (CEJUC), coordenado pela juíza federal Marina Rocha Cavalcanti Barros Mendes, realizou, ontem, uma audiência de conciliação sobre o caso.

Novo espaço

Uma nova proposta foi apresentada para a instalação dos quiosques, na área localizada abaixo da ponte da JK, pelo lado Leste, por se tratar de uma área antropizada e a sua não utilização está gerando assaltos, o que impõe que a região seja ocupada.

O município propõe ao Estado que a área seja devolvida ao município na situação em que estava antes da obra da ponte, com piso reconstruído, iluminação, entre outras intervenções. O Estado aceitou a proposta.

Educação

O prefeito Firmino Filho se reuniu ontem no FNDE - Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

Ele foi acompanhado do deputado federal Atila Lira, secretário de Planejamento, Washington Bonfim, e secretário de Educação, Kleber Montezuma.

Foto: Divulgação

O prefeito Firmino Filho em audiência no FNDE

* O governador Wellington Dias fez um charme, mas acabou reconduzindo o promotor de Justiça Cleando à chefia do Ministério Público Estadual.

* O IBGE lança dia 27, na APPM, o Censo Agropecuário 2017, que será a maior operação de levantamento da situação no campo brasileiro.

* No Piauí, os 224 municípios piauienses que serão visitados por técnicos do IBGE, para o registro de informações envolvendo aspectos como produção e situação do trabalho, dentre outras. 

* Quando se apregoava que ontem sairia a prisão do senador Aécio neves (PSDB), o Supremo mandou soltar a irmã dele, Andrea.
 

O sonho

Na porta da escola:

Aluno 1 – Meu sonho é ganhar uns 50 mil reais por mês que nem o papai.

Aluno 2 – Teu pai ganha tudo isso?

Aluno 1 – Não. É o sonho dele também.