Cidadeverde.com

Iaspi briga na Justiça para não pagar hospital

Uma polêmica vem crescendo nos últimos dias, em Teresina, especialmente nos meios médicos e no seio funcionalismo público estadual.

A Unimed Teresina cobrou administrativamente uma dívida superior a R$ 5 milhões, por serviços prestados ao Iaspi, instituto responsável pela gestão do Plamta, o plano de saúde dos servidores estaduais. O Iaspi (Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Estado do Piauí) não pagou a conta e a Unimed decidiu cobrá-la na Justiça.

Na semana passada, a Unimed divulgou nota com aviso de suspensão do atendimento aos segurados do Plamta, por falta de pagamento.

Sem credenciamento

Esse tipo de conflito entre o Iaspi e seus conveniados é muito comum. Vem desde o antigo Iapep. A novidade, agora, é que o Iaspi, para não pagar a conta, alega que a Unimed Teresina apresentou a fatura de um hospital que não está credenciado para prestar serviço ao Plamta.

Em nota divulgada na segunda-feira, o Iaspi informa que a Unimed tem credenciado apenas o Hospital da Ilhotas. A Unidade Primavera não tem credenciamento. Porém, de acordo com o Iaspi, a Unimed faturou por procedimentos realizados na Unidade Primavera, com CNPJ da unidade Ilhotas. O pagamento foi negado.

Claro que essa situação precisa de muitos outros esclarecimentos. Por exemplo: antes do procedimento, é preciso a autorização do Iaspi. Então, como o Iaspi/Plamta autorizou procedimentos para um hospital que não era credenciado?

Enquanto isso, quem está pagando o pato mesmo é o segurado do Plamta. O desconto para o plano é feito todo mês, no contracheque. Na hora de uma necessidade, no entanto, ele não pode contar com a cobertura de seu plano de saúde, se o hospital que desejar for da rede Unimed.

Foto: Divulgação

Robert Rios reúne bancada da oposição para afinar o discurso

No mesmo tom

O deputado Robert Rios (PDT), recebeu a bancada da oposição na Assembleia Legislativa ontem à noite em sua casa.

Segundo o parlamentar, estiveram em pauta as eleições de 2018 no Piauí:

- Discutimos como afinar o discurso de oposição daqui para frente.

Fast Food

De um construtor, sobre a predileção dos políticos por calçamento:

- Calçamento e uma obra rápida, de fácil execução e de baixo custo. E ainda enche a vista. Atende , portanto, os interesses de todos os envolvidos. É uma espécie de fast food das obras públicas.

Reforma tributária

O deputado Heráclito Fortes (PSB/PI) participa, durante esta semana, em Washington (EUA), de mesa redonda sobre o tema da Reforma Tributária, bem como sobre as relações parlamentares entre Brasil e Estados Unidos.

O debate faz parte de uma agenda de eventos que acontece na capital norte-americana desde segunda-feira, 18, seguindo até hoje.

Know-how

O convite para o evento é do deputado Luiz Carlos Hauly, presidente do Grupo Parlamentar Brasil-EUA e relator da Reforma Tributária na Comissão Especial da Câmara.

Heráclito Fortes já foi presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado e atualmente é membro da mesma Comissão na Câmara.

Foto: Divulgação/Alepi

Deputado João Mádison pede vista de projeto das comarcas

Menos comarcas

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) se reuniu ontem para avaliar o projeto do Tribunal de Justiça sobre a nova organização judiciária do Piauí.

O relator do projeto, deputado Edson Ferreira (PSD),  explicou que de 45 comarcas de entrâncias inicial ficarão 19  e serão criados 25  postos avançados de atendimento.

O deputado João Mádison (PMDB) pediu vista.

Foto: Divulgação

eunião na presidência da Eletrobras, no Rio

Eletrobras - O presidente nacional do Sesi (Serviço Social da Indústria) João Henrique Sousa, e o prefeito Firmino Filho estiveram reunidos ontem com o presidente da Eletrobrás, José Wilson Ferreira, na sede da empresa, no Rio de Janeiro. A reunião foi para discutir ação de cobrança na Justiça Federal da Prefeitura contra a Eletrobrás. A companhia já perdeu a ação na Justiça Federal no Piauí e no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília. Agora, Prefeitura e Eletrobrás buscam um acordo para encerrar a pendência. A pedido do prefeito, João Henrique intermediou o encontro, pelo seu acesso à direção nacional da Eletrobrás. Segundo ele, a reunião foi proveitosa porque abriu caminho para a concretização do acordo. 

* A Câmara Municipal de Teresina realiza amanhã, às 19 horas, sessão especial comemorativa do Dia do Radialista.

* A Assembleia Legislativa aprovou, ontem, requerimento do deputado Rubem Martins (PSB) pedindo a presença do secretário da Fazenda, Rafael Fonteles.

* O secretário deve compareça à Comissão de Fiscalização e Controle, Finanças e Tributação do Poder para prestar esclarecimentos sobre a situação das finanças estaduais.

* Deu jararaca na nova pesquisa de intenção de voto para presidente. Lula lidera com folga, segundo a CNT/MDA.

A Lei do Pitbull

O governador Wellington Dias discursava, no ano passado, em evento no Tribunal de Contas do Estado sobre gestão pública e a atividade parlamentar, quando citou a quantidade de leis que são votadas e aprovadas pelo Congresso Nacional. Citou que até lei para capar pitbull foi aprovada no Senado. Sentado à mesa de honra do evento, o secretário de Governo, Merlong Solano, interrompeu:

- E eles (pitbull) não gostam não, governador.

Wellington entrou na brincadeira e a plateia caiu na gargalhada:

- Se fosse você também não ia gostar, não, Merlong.