Cidadeverde.com

PMDB é governo e oposição no Piauí

O PMDB do Piauí faz, mais uma vez, o que é a especialidade da casa: ser governo e oposição ao mesmo tempo. Ontem, o partido decidiu, na reunião semanal do diretório regional, cancelar a convenção extraordinária acertada para janeiro próximo, para definir o seu rumo para a sucessão estadual de 2018.

A convenção foi proposta pelo vice-presidente do partido no Piauí, ex-ministro Joao Henrique Sousa, que defenda a candidatura própria e alimenta o sonho de ser o candidato oficial da sigla ao Palácio de Karnak.

Ao marcar a convenção apenas para junho, o PMDB manda um recado claro para o Palácio de Karnak. Em primeiro lugar, que mantém a aliança com o governador Wellington Dias para a sua reeleição. Em segundo lugar, que o apoio não é incondicional. Ele só se dará se o deputado Themístocles Filho for escolhido para vice de Wellington.

Se decidisse, logo em janeiro, que a candidatura própria estava descartada, o PMDB perderia força na indicação do vice na chapa petista.

O partido sabe que, por enquanto, o governador não tem concorrente. Basta, porém, ele perder o apoio de qualquer um dos grandes partidos da base para a sua reeleição começar a se complicar.

É nisso que o PMDB, inegavelmente uma grande estrutura partidária, vai jogar até a formação da chapa majoritária governista.

No jogo

O ex-ministro Joao Henrique entende a alma de seu partido e faz o seu jogo. Então, ele aceitou com serenidade a decisão contrária à realização da convenção extraordinária. Até alega que, com isso, ganha mais tempo para fazer campanha junto aos delegados e para propagar o seu nome, hoje em situação modesta nas pesquisas de intenção de voto.

Trocando em miúdos: as duas alas do PMDB que aparentemente estão em conflito saíram ganhando com a decisão de ontem.

 

Foto: Wilson Filho/Cidadeverde.com

O senador Álvaro Dias com o governador Wellington Dias

Fora do baralho

Em visita ao Piauí, o senador Álvaro Dias, pré-candidato ao Planalto pelo Podemos, avaliou ontem, em Teresina, que o ex-presidente Lula está fora da disputa, embora lidere as pesquisas de intenção de voto.

O senador disse que Lula está fora por dois motivos. O primeiro é que, pela decisão do Supremo Tribunal Federal, réu não pode figurar na linha sucessória, quanto mais ser presidente.

O segundo é que, se a condenação de Lula for confirmada em segunda instância, como ele acredita que vai acontecer, o petista cai na Lei da Ficha Limpa.

TRE

O Tribunal de Justiça do Piauí escolheu, ontem, por unanimidade, os desembargadores Francisco Antônio Paes Landim Filho e Sebastião Ribeiro Martins para compor o Tribunal Regional Eleitoral. Os desembargadores Hilo de Almeida Sousa e Pedro Macedo foram os indicados como suplentes para o TRE-PI.

O TRE vai escolher, ainda em outubro, os dirigentes do próximo biênio (2018/2019).

Posse

A tradição do órgão eleitoral é escolher o mais antigo entre os dois definidos pelo TJ para assumir a presidência.

No caso, o desembargador Paes Landim seria escolhido como presidente e o desembargador Sebastião Martins como vice-presidente e corregedor eleitoral.

A posse dos eleitos será no dia 18 de dezembro, quando acaba o mandato do atual presidente, o desembargador Joaquim Santana.

Denúncia política

O deputado federal Átila Lira (PSB) já se posicionou sobre a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer: votará pela sua rejeição.

O parlamentar avalia que a denúncia é meramente política e que  o presidente foi vítima de uma conspiração tramada por bandidos que usaram as autoridades.

Luto

Morreu ontem, aos 76 anos, em Teresina, o engenheiro civil Carlos Burlamaqui, ex-secretário estadual de Obras e professor da Universidade Federal do Piauí.

Carlos Burlamarqui  foi secretário de Obras Públicas do governo Dirceu Arcoverde (1975-1979); de Administração na gestão Freitas Neto (1991/1994) e presidente da antiga Prodepi, atual ATI.

O sepultamento do corpo será hoje, às 8 horas, no cemitério Jardim da Ressurreição.

Foto: Divulgação

Controle de contas - O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho (PMDB), participou da abertura do 35º Seminário de Formação de Controladores Sociais e Ouvidoria Itinerante, que se realiza desde ontem em Esperantina, com término marcado para amanhã. A abertura oficial do evento foi feita pelo presidente do Tribunal de Contas do Estado, Olavo Rebelo, também filho de Esperantina, como o presidente da Assembleia.

 

 

* A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou ao Supremo parecer favorável sobre candidaturas avulsas, ou seja, sem filiação partidária.

* O parecer foi encaminhado porque o tema está na pauta de julgamento do STF de amanhã.

* A missa de sétimo dia da professora Clara Leonor Neiva Nunes será celebrada amanhã, às 19h, na Igreja de São Sebastião (Polícia Militar), no bairro Cristo Rei.

* Clara era esposa do professor e escritor M. Paulo Nunes, membro da Academia Piauiense de Letras, e mãe do piloto e empresário Raimundo Neiva.

Ilustre desconhecido

Do senador Álvaro Dias, pré-candidato a presidente pelo Podemos, sobre o fato de ainda ser desconhecido da esmagadora maioria do eleitorado brasileiro, após 43 anos de mandatos políticos:

- Olhe, se eu tivesse participado de algum escândalo, certamente seria conhecido por todos. Mas prefiro começar a ficar conhecido do país agora, com minhas propostas, minhas ideias e o programa do Podemos.