Cidadeverde.com

No Dia do Piauí, conquistas e desafios

Foto: Cidadeverde.com

Oeiras, berço da história do Piauí

 

O Piauí é comemora hoje o seu dia. A data é festejada há 70 anos. O 19 de Outubro foi instituído como Dia do Piauí em 1937, pela da Lei 176, criada através de projeto de lei apresentado na Assembleia Legislativa pelo deputado José Auto de Abreu.

A data leva em conta que o 19 de Outubro de 1822 marca, oficialmente, o início do movimento libertário no Piauí. Foi quando os parnaibanos, liderados por Simplício Dias da Silva, declararam a Província independente de Portugal, mas leal ao príncipe Dom Pedro I.

A instituição de um dia para o Piauí, àquela época, como ainda hoje, provoca discussões apaixonadas sobre qual realmente é o dia mais importante na história da antiga província.

O povoamento

Como se sabe, o Piauí foi povoado por muitas tribos indígenas antes da chegada dos portugueses ao Brasil. Dentre elas, destacam-se os tremembés, que viviam próximos ao litoral e ao Rio Parnaíba.

A exploração do Piauí aconteceu devido à presença de bandeirantes, como Domingos Jorge Velho e Domingos Afonso Mafrense, que tornaram-se proprietários de amplas faixas de terras em seu vasto e impenetrável território.

O trabalho deles é questionado e criticado por várias correntes, hoje, mas sem a presença dos bandeirantes em nossas várzeas e chapadas o Piauí não seria Piauí.

Capitania

Posteriormente, o Piauí tornou-se uma Capitania, em 1758, com a capital em Oeiras. Mas a sua elevação à condição de Capitania não alterou muito a vida da sociedade. O território piauiense ainda era cheio de fazendas de gado, e havia poucas vilas.

Com a Independência e o Império do Brasil, o Piauí passou a ser governado por oligarquias rurais, que continuariam no poder até o início da República.

Na segunda metade do século 20, o Piauí passou, enfim, a crescer economicamente, principalmente Teresina, que recebeu muitos investimentos estrangeiros e nacionais (vindos principalmente do Sudeste e do Sul do Brasil).

Celebração

Na data em que lhe é dedicada, o Piauí se depara com muitos, graves e urgentes desafios, em vários setores. Mas o dia é especialmente propício para a celebração de suas conquistas, nos diversos campos, e enaltecer o trabalho dos que contribuíram para que elas fossem alcançadas.

Hoje a tarefa de lutar por melhores dias para o Estado está em nossas mãos! Que saibamos e possamos fazer o melhor, inspirados nos exemplos do passado e esperançosos nas novas gerações!

Viva o Piauí!