Cidadeverde.com

Governo quer ser sócio de empresas

A Assembleia Legislativa aprovou, na terça-feira, com votos contrários de parlamentares de oposição, o Projeto de Lei 36/2017, do Poder Executivo. Esse projeto cria o Fundo Especial de Participações (Fupar), com o objetivo de garantir recursos para a participação do Governo do Estado como sócio em empreendimentos empresariais instalados no Piauí.

A justificativa do governo é que o novo fundo contribuirá para o desenvolvimento estadual, assegurando o apoio financeiro do governo a projetos empresariais que gerarão emprego e renda.

O primeiro desses projetos será a instalação de uma indústria de leite no município de em São José do Divino, no Norte do Estado, com a promessa de gerar mais de 200 empregos diretos.

Na contramão

Esse projeto do governo não deixa de ser curioso. Aliás, curiosíssimo! Ele está na contramão de tudo o que o Governo do Estado vem fazendo ultimamente e também do novo contexto econômico, que não aceita mais o estado com a função de empresário.

O Governo do Piauí toca um arrojado programa de Parceria Público- Privada. Através dele, já entregou nas mãos da iniciativa privada as rodoviárias de Teresina, Floriano e Picos, a antiga Ceasa e os serviços de água e esgoto de Teresina.

O argumento é um só: o Governo do Estado não tem recursos para administrar esses serviços. E de onde esse mesmo governo vai tirar dinheiro, sobretudo na atual crise financeira, para jogar em sociedades com empresas privadas que estão se instalando no Piauí?

Isso é muito esquisito!

 

Saia justa

Como anunciado, o deputado Fábio Abreu (PTB) voltou para Brasília e bateu o martelo, votando ontem pela investigação do presidente Michel Temer.

A posição do parlamentar, que é secretário de Segurança, deixa o governador Wellington Dias numa saia justa.

Autoridade

Ontem, o ex-ministro João Henrique Sousa dizia que nenhum secretário de Estado, mesmo os detentores de mandato eletivo, dá qualquer passo político sem a plena autorização do governador.

Wellington Dias não tinha qualquer obrigação política de lutar por Temer, mas também não tinha nem tem qualquer motivo para votar contra ele nesse caso.

Voto envergonhado

O consolo do governador é que o presidente regional do PMDB, deputado federal Marcelo Castro, mesmo considerando a denúncia meramente política, não votou contra ela ontem.

Como na primeira denúncia, o deputado preferiu se abster. Seu voto ajudou o presidente, claro.

Mas não deixou de ser um voto envergonhado, que ele mesmo não se sentiu à vontade para assumir.

Sinuca

Quem também ficou numa sinuca de bico na votação de ontem na Câmara foi o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do PP.

Ele havia prometido o voto do deputado Mainha ao presidente, como na primeira denúncia.

Com a ida de Fábio Abreu para Brasília, Mainha perdeu a cadeira de deputado.

Impostos

A Comissão de Constituição de Justiça da Assembleia Leislativa vota hoje, a partir das 9 horas, o seu parecer sobre o projeto de lei do Governo do Estado propondo novo aumento das alíquotas de vários produtos e serviços.

A oposição convocou nova manifestação na CCJ contra a aprovação da matéria.

O governo tem 5 dos 7 votos da Comissão.

Juro cai

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central anunciou ontem uma nova redução da taxa básica de juros da economia brasileira, de 8,25% para 7,5% ao ano.

Esse foi o nono corte consecutivo na Selic, o que levou a taxa ao menor patamar desde abril de 2013.

Quando a atual equipe econômica assumiu, a taxa de juros era de 14,25%.

Foto: Divulgação/Alepi

Cidadania - O comandante do 25º Batalhão de Caçadores, coronel Francisco Nixon Lopes Frota, recebeu ontem o Título de Cidadania Piauiense, atendendo requerimento do presidente da Casa, deputado Themístocles Filho (PMDB). A sessão foi bastante prestigiada por militares e representantes da sociedade civil. O homenageado é filho de Fortaleza.

 

 

* Será hoje, a partir das 20 horas, o lançamento do novo livro do jurista Josino Ribeiro Neto.

* O lançamento ocorrerá no Edifício Ville Clermont, na Avenida Senador Arêa Leão, 1675, Jockey.

* O livro, intitulado “Responsabilidade Médica: Limites e Definições”, traz novidades na área.

* O ex-ministro João Henrique confirmou para amanhã a retomada da “Caravana Piauí em Movimento”, em Uruçuí.

 

Respiraçao artificial

Piada que correu ontem nas redes sociais, depois da internação do presidente Michel Temer com problemas urológicos e antes da votação da segunda denúncia da PGR contra ele na Câmara Federal:

- Saiu notícia agora: Temer está bem e já compra deputados sem a ajuda de aparelhos!