Cidadeverde.com

Governador recebe família de Emily, mas não fala em indenização

Foto: Divulgação/CCom

O governador com a família de Emily

O governador Wellington Dias recebeu ontem a família da garota Emily, 9 anos, morta a tiros por policiais militares na noite do dia de Natal, durante uma abordagem.

O governador foi enfático ao afirmar que a investigação do caso terá lisura total. Ele também prometeu assistência do Estado à família, mas não tocou nem em indenização nem em pensão para os pais da menina assassinada.

Pela palavra de Wellington, o governo se responsabilizará pela assistência psicológica e social da família, dentro das políticas de Estado. Em razão disso, segundo ele, uma equipe de psicólogos da Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Sasc) já acompanha os pais e as outras filhas do casal. 

O pai, Evandro, que é músico, está com uma bala alojada na cabeça e com a audição comprometida. Por conta disso, o Estado dispôs a estrutura do Centro Integrado de Reabilitação (Ceir) para fornecer todo o acompanhamento objetivando ao restabelecimento da saúde do músico.

Em virtude da recuperação do pai, que ainda não teve alta para retornar ao trabalho, o que deixa a família sem qualquer renda, a Sasc também firmou compromisso para a doação temporária de cestas básicas e fraldas para a filha mais nova do casal, de nove meses de idade, e um apoio através do Programa Bolsa Assistência Social. 

Para reforçar a assistência às vítimas, Wellington apontou ainda para a disponibilidade do cadastro na Agência de Desenvolvimento Habitacional (ADH), para que o casal possa ser atendido pelo programa de habitação do Estado. 

A palavra do governador, embora tardia, é sempre um conforto nessas situações. Porém, ele fez pouco do muito que pode fazer pela família da pequena Emily.

O Estado deve

Ora, não há necessidade de recomendação do governador para o Ceir fazer seus atendimentos. O Centro é de excelência e atende democraticamente a quem necessita de seus serviços, sem necessidade de pistolão com telefonemas ou bilhetinhos.

Da mesma forma, funciona o programa habitacional do governo. Quanto à lisura da investigação, pouco ou nada o governador pode fazer, pois não está em sua competência legal.

O Estado do Piauí deve uma indenização por danos materiais e morais, bem como uma pensão, à família de Emily. Não é favor.

(Com informações da CCom)

 

Foto: Divulgação

Chuva de granizo em Santa Cruz do Piauí

Chuva de granizo

Choveu granizo no semiárido do Piauí. A população registrou o fenômeno no povoado Tabuleiro, em Santa Cruz do Piauí, e em São Julião.

Gente que há muito tempo não via nem chuva normal na região correu com medo.

Ciro, o corrupião 

O deputado federal Heráclito Fortes (sem partido) disse que o senador Ciro Nogueira está agindo como um corrupião, que se apropria dos ninhos de outros pássaros.

Segundo o deputado, o senador anda distribuindo os recursos das emendas parlamentares no Piauí como seu fossem seus e não de toda a bancada federal.

Passagem sobe

Saiu o aumento para a tarifa de ônibus em Teresina. A partir de hoje, a passagem inteira será de R$ 3,60. O valor é 11 centavos a menos do que o proposto pelo Conselho Municipal de Transporte Público.

A tarifa estudantil, que está congelada há seis anos, passa de R$ 1,05 para R$ 1,15.

Pelo contrato assinado com os consórcios das empresas de ônibus, após a licitação do sistema, o reajuste da passagem deve ocorrer anualmente em janeiro.

Diga "xis"!

A Justiça Federal do Rio suspendeu ontem, através de liminar, a posse da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) como ministra do Trabalho.

A decisão é do juiz Leonardo da Costa Couceiro, da 4ª Vara Federal Criminal de Niterói.

A ação popular foi movida após a denúncia de que Cristiane Brasil foi condenada a pagar R$ 60 mil por dívidas trabalhistas com dois ex-motoristas. O juiz fixou ainda multa de R$ 500 mil em caso de descumprimento da liminar.

Mais um magistrado à procura de holofote. Ele sabe que não tem competência para derrubar um ministro de Estado nem desfazer um ato do presidente da República.

A vaga do PSD

O presidente regional do PSD, deputado federal Júlio César, afirmou que o seu partido aceitará qualquer uma das posições da chapa majoritária que será encabeçada pelo governador Wellington Dias – ou seja, a vice ou uma das duas vagas de candidato ao Senado.

Só faltou dizer que, se nada disso der certo, o PSD aceita de bom grado uma vaga no palanque da reeleição do governador.

Foto: Divulgação

História do Piauí - A Academia Piauiense de Letras e o Instituto Histórico do Piauí, ambas instituições centenárias, estão imbuídas na criação do Centro de Referência em Informações sobre a História do Piauí. Nelson Nery Costa, presidente da APL, e  Fonseca Neto, presidente do instituto, se reuniram ontem com o governador Wellington Dias para tratar do assunto. A proposta é que o Centro de Referência seja instalado no  prédio que abrigou a sede do Tribunal de Contas do Estado, no centro de Teresina. 

 

 

* O Conselho Regional de Contabilidade do Piauí (CRC-PI) deu posse aos novos Conselheiros eleitos para o quadriênio 2018/2021 e biênio 2018/2019.

* A solenidade de posse aconteceu no Sindicato dos Lojistas do Piauí, onde também foi realizada a eleição do novo corpo diretor do CRC-PI. 

* O contador Josafam Bonfim, atual presidente do CRC-PI, foi reeleito por unanimidade para mandato de dois anos. 

* A Prefeitura de Teresina está fazendo a quarta licitação para a retomada das obras da galeria pluvial da zona Leste, de 7 quilômetros.

 

O salto da baleia

Do deputado Heráclito Fortes, sobre o anúncio de verbas orçamentárias no Piauí pelo senador Ciro Nogueira:

- Olha, isso não é trabalho, não! É desespero. O senador está feito as baleias que se perdem da corrente marítima e ficam dando saltos na praia, para deleite dos banhistas, até que perdem totalmente  as forças.