Cidadeverde.com

Piauí é apontado como exemplo de desperdício

O Piauí voltou ao noticiário nacional, durante o carnaval. O jornal 'O Estado de São Paulo' publicou que, com um índice de apenas 57% de coleta de esgoto, o Brasil vive um paradoxo no setor de saneamento: o país coleciona exemplos de obras pela metade e redes que ficaram perdidas por anos, sem servir à população.

São tubulações que não chegam a lugar nenhum e não beneficiam ninguém – resultado de um planejamento deficiente do poder público.

O jornal aponta Teresina como um exemplo dessa situação. E informa que a cidade ocupa o 88.º lugar no ranking de saneamento elaborado pelo Instituto Trata Brasil com as 100 maiores cidades do país.

Teresina aparece nessa reportagem com cerca de 700 quilômetros de rede de esgoto construída. Mas quase 20% dessa malha estava – literalmente – perdida no subsolo, sem nenhuma ligação.

"Descoberta'

Com a transferência dos serviços de esgoto para uma empresa privada no ano passado (Águas de Teresina), informa o jornal, os antigos moradores de um bairro procuraram a nova concessionária para saber se poderiam se conectar à rede ali existente.

Até então, a empresa e o governo atual não sabiam da existência desse ramal. A surpresa foi descobrir que cerca de 150 km de esgoto estavam prontos e não haviam sido incluídos no mapa.

Essa história publicada pelo Estadão está um pouco fantasiosa. Não é bem assim. Já abordamos esta questão em várias ocasiões.

Para recordar, o caso é o seguinte: uma rede coletora de esgoto de 261 quilômetros foi implantada na zona Sul de Teresina há quase 10 anos, com capacidade para fazer 42 mil ligações domiciliares e atender a 170 mil pessoas.

Essa obra foi feita pelo Governo do Estado, através da Agespisa, com recursos da Caixa Econômica Federal, dentro do Plano de Aceleração do Crescimento, o badalado PAC. Foram investidos aproximadamente R$100 milhões (valores da época).

Então, todo mundo sabe onde a obra se encontra. E que ela foi abandonada, está sem nenhuma utilidade, porque não foram feitas as estações de tratamento, apenas a rede de esgoto.

O fato

À época da assinatura do contrato, em novembro de 2007, o Governo do Estado anunciou que, com a conclusão das obras, a capital passaria a ter uma cobertura de quase 50% do serviço de esgotamento sanitário. Dez anos depois, nada foi feito e o sistema atende aos mesmos 18% da população!

Em resumo: enterraram mais de R$ 100 milhões em 260 quilômetros de esgoto, o sistema nunca funcionou e até hoje ninguém responsável por essa bagaceira foi chamado para explicar a situação. Esta é que é a história!

 

Foto: Reprodução

O reencontro do líder da oposição com o governo

Reencontro

Uma foto que fez muito sucesso nas redes sociais durante o Reinado de Momo não foi propriamente a de uma carnavalesca. Foi a do reencontro do líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Robert Rios (ainda no PDT, mas a caminho do DEM), com o governador Wellington Dias.

O governador estava acompanhado da deputada Rejane Dias e aplicou no oposicionista a sua infalível e implacável “gravata”.

Alto lá!

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) concedeu liminar suspendendo o art. 2o da Resolução do Tribunal de Justiça do Piauí, que prorrogou os mandatos dos seus atuais dirigentes. A decisão foi assinada pelo conselheiro Márcio Schiefler Fontes.

A liminar foi concedida no PCA apresentado ao CNJ pelo desembargador Edvaldo Moura, ex-presidente do TJ, questionando a prorrogação dos mandatos dirigentes do Tribunal.

Os mandatos só se encerram, porém, em maio.

Foto: Divulgação

O presidente do Sesi, João Henrique, chefia delegação brasileira na Guiana Francesa

Guiana

O presidente do Conselho Nacional do Sesi, João Henrique Sousa, chefia a delegação internacional para Guiana Francesa, com a presença da Secretaria Nacional de Política para Mulheres, Fátima Pelaes , e da deputada estadual Edna Auzuer (PSD-AP)), além de outras autoridades, com o objetivo de buscar a legalização de mais de 20 mil brasileiros no país. Na capital, Cayena, a comitiva foi recebida pela cônsul brasileira Vera Campetti.

O caso é do STF

Mais política, impossível. A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, decidiu ontem que somente a Corte tem competência para julgar o caso sobre a posse da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) como ministra do Trabalho.

A decisão da ministra, portanto, determina que o processo não ficará sob a jurisdição do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que tinha concedido liminar liberando a posse de Cristiane.

Tchau, querida!

Sem dizer não, a ministra mantém a deputada longe da Esplanada dos Ministérios.  Não há previsão de quando Cármen Lúcia deve pautar o processo, segundo a assessoria da Suprema Corte.

Cármen Lúcia pediu também que os autos do processo sejam imediatamente remetidos do STJ ao STF.

Foto: Reprodução

O amor é lindo! - Outra foto que circulou intensamente nas redes sociais, durante o carnaval, foi a do casal ex-governador Wilson Martins/Lílian, ela conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE). O casal não resistiu à pose para o registro fotográfico no cenário paradisíaco Pedra do Telégrafo, em Barra de Guaratiba, na Zona Oeste do Rio. A região se encheu de visitantes após o sucesso em redes sociais de imagens que, devido a uma ilusão de ótica, simulam que os fotografados estejam sobre um grande abismo. Por isso, virou a nova sensação nas redes sociais.

 

 

* O Governo do Estado informou que a Superintendência de Parcerias e Concessões (Suparc) foi convidada a participar do Fórum de Projetos Globais,  em Berlim, na Alemanha. 

* O evento será realizado em março e foi projetado para avançar o financiamento e a estruturação dos projetos de infraestrutura do mundo.

* O deputado Aluísio Martins (PT) teve aprovado, na sessão de hoje(8), requerimento pedindo voto de pesar aos familiares do ex-prefeito de Campo Maior, Jaime da Paz, que faleceu na última quarta-feira.

* A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou, ontem, a Campanha da Fraternidade 2018, com o tema Fraternidade e Superação da Violência.

 

Sem perder a ternura

Do deputado Robert Rios (PDT), líder da oposição na Assembleia Legislativa, sobre a foto registrando o seu amistoso reencontro com o governador Wellington Dias:

- Quando dois seres humanos se encontram, se cumprimentam, já dois cachorros se mordem.