Cidadeverde.com

TJ compra geradores para Fórum de Teresina

Foto: Yala Senna/Cidadeverde.com

Juiz fica preso no Fórum Criminal de Teresina

O caso envolvendo o juiz José Olindo Gil Barbosa, do Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, obteve grande repercussão na mídia local. Cadeirante há 10 anos, ele passou por momento constrangedor no inicio da tarde de terça-feira.

O magistrado ficou preso no 4º andar do Fórum Cível e Criminal de Teresina. Faltou energia por volta do meio dia e o fórum parou. Inquieto com a demora do retorno da eletricidade, o juiz chamou os policiais da Guarda Militar do Tribunal de Justiça para tirá-lo do prédio.

Foi levada uma  outra cadeira de rodas e o juiz desceu os oito lances de escada nos braços de seis homens.

Prédio tem acessibilidade, dz TJ

O Tribunal de Justiça divulgou uma nota sobre o caso, esclarecendo que:

1) O problema não é de falta de acessibilidade, tendo em vista que o prédio do Fórum Cível e Criminal de Teresina dispõe de elevadores suficientes;

2) A falta de energia elétrica é responsabilidade da Eletrobrás e não do Tribunal;

3) O Fórum dispõe de um gerador de energia, mas quem construiu o prédio dimensionou gerador com potência inferior à necessária à movimentação dos elevadores;

4) O Tribunal de Justiça já licitou e assina nesta quarta-feira(28/02) contrato para aquisição de dois grandes geradores de 800 KVA cada um para que possa, mesmo nos casos de falta de energia, funcionar todo o prédio;

5) Se o magistrado tivesse esperado o final do expediente a energia no prédio já teria sido reestabelecida, já que isso ocorreu por volta das  13h30, evitando tal situação.

Então, é isso! Um cadeirante, no caso um magistrado, passa por todo esse vexame e ainda recebe uma reprimenda do seu Tribunal.

Que Deus conserve a todos em perfeitas condições de mobilidade!

 

 

Quem quer dinheiro?

Do líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Robert Rios (PDT), sobre o empenho do senador Ciro Nogueira em conseguir recursos para o Piauí:

- Ciro Nogueira é como Sílvio Santos. Distribuindo dinheiro no roletrando. O senador tem uma ligação terrível com dinheiro e toda vez que vem aqui vai para a APPM, que virou um circo.

Piso maranhense

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) informou pelas redes sociais que editou medida aumentando o salário inicial do professor de 40 horas para R$ 5.750.

No Piauí, o Estado quer pagar o reajuste de 6,81% do piso do magistério através de um auxílio-alimentação no valor de R$ 122,00.

Foto: Divulgação/CCom

Piauí recebe mais recursos do governo federal

De vento em popa

Ontem, ao receber mais recursos da Caixa Econômica, o governador Wellington Dias declarou que as parcerias com o Governo Federal e a Caixa vêm trazendo excelentes resultados para o Piauí!

O governador assinou atos ontem, em Teresina, com o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, e o presidente da Caixa, Gilberto Occhi, tendo como padrinho da liberação dos recursos federais o senador Ciro Nogueira.

Deu Átila de novo

O deputado federal Átila Lira (PSB) foi reconduzido à função de coordenador da bancada federal do Piauí.

A decisão foi tomada pela bancada na reunião de terça-feira, quando definiu também as prioridades para as emendas orçamentárias deste ano.

Foto: Cidadeverde.com

Deputado Átila Lira continua como coordenador da bancada do Piauí

 

 

* O prefeito de Parnaíba, Mão Santa (SDD), assinou ordem de serviço para reforma de 21 escolas da rede municipal de ensino. Nelas estão matriculados mais de 19 mil alunos.

*A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa aprovou ontem a indicação do vereador Genival Brito para a presidência da Agespisa.

 * O relator da matéria, deputado João Mádison (PMDB), também presidente da CCJ, disse que o próximo passo será marcar a data da sabatina.

*A bancada federal do Piauí confirmou a destinação das emendas impositivas de 2018, para o custeio da Saúde e melhorias na BR 135.

 

Superando o mestre

Em visita a Brasília, o prefeito de Parnaíba, Mão Santa (SDD) fez e aconteceu. Sobre a sucessão presidencial, cunhou:

- Só tem uma pessoa que eu considerava mais inteligente que eu na política: o Fernando Henrique Cardoso. Mas, depois que ele indicou o Luciano Huck para presidente, já não acho mais.