Cidadeverde.com

Governo espera empréstimo para abril

Foto:cidadeverde.com

Secretário Rafael Fonteles, da Fazenda

 

O secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, acredita que por todo o mês de abril o Governo do Estado receberá a segunda parcela do empréstimo contraído junto à Caixa Econômica Federal, no valor de R$ 315 milhões.

Ele disse que os esclarecimentos solicitados ao governo, sobre a prestação de contas da aplicação da primeira parcela, no valor de R$ 307 milhões, já foram encaminhados à Caixa. O secretário enfatizou que as informações mostram a regularidade e a legalidade na aplicação dos recursos.

O Governo do Piauí, segundo ele, já fez dez contratos de operação de crédito com a Caixa. O governo apresentou a prestação de contas da mesma forma que fez em relação aos empréstimos anteriores, porém, agora, as regras foram alteradas.

Rafael Fonteles afirmou que está confiante no recebimento dos recursos, para destravar várias ações do governo nas áreas de obras públicas e investimentos. Se isso não se der pela via administrativa, então o Estado recorrerá à Justiça.

Vai demorar

Ontem, líderes da oposição distribuíram, através das mídias sociais, a cópia de um expediente da Caixa, encaminhado à Justiça Federal, em resposta à intimação sobre os contratos de empréstimos firmados com o Governo do Piauí, a propósito de uma ação movida pelo advogado Valter Rebelo, presidente regional do PSC.

No documento envido à Justiça Federal, a CEF explica que em 9 de setembro do ano passado adiantou a primeira parcela de R$307 milhões do contrato de R$600 milhões.  O Governo tinha até 28 de fevereiro passado para prestar contas.

Nesta data, a prestação de contas foi enviada à Caixa, que pediu mais informações. No dia 3 deste mês, o governador Wellington Dias requereu a devolução dos documentos apresentados e pediu prazo de mais 20 dias para entregar uma nova prestação de contas.

No mesmo dia, o Estado tentou a liberação de um outro empréstimo (FINISA II), no valor de R$315 milhões, porém a Caixa negou o pedido devido à não prestação de contas do primeiro contrato.

Na última quinta-feira (22), o governo entregou a documentação sobre a aplicação dos recursos do primeiro empréstimo e a Caixa estabeleceu um prazo de 45 dias para fazer a análise. Até lá, nenhum outro repasse de qualquer empréstimo será liberado.

 

 

Olho no olho

O deputado Luciano Nunes, pré-candidato a governador pelo PSDB e outros partidos de oposição, teve ontem um tête-à-tête com o prefeito Firmino Filho.

Foi conversar sobre a saída do presidente regional do PSDB, deputado Firmino Paulo, que pediu desfiliação da sigla para concorrer à reeleição por outro partido.

Reação

Luciano Nunes disse ao prefeito que recebeu a desfiliação de Firmino Paulo com surpresa; comunicou que assumirá o comando do PSDB no Estado, na condição de vice-presidente; e que levará adiante a sua candidatura ao governo pela oposição.

- E qual foi a reação do prefeito – indagou a jornalista Nadja Rodrigues, na Rádio Cidade Verde.

Luciano passou a bola para Firmino: “Eu prefiro que o próprio prefeito se manifeste sobre isso”.

Chave 14

Sem novos processos na pauta e sem mais reformas para aprovar no Congresso, o presidente Michel Temer deu uma chave 14 no PP do senador Ciro Gomes, segundo informa a imprensa de Brasília.

Pelo que se noticia, antes de iniciar a reforma ministerial, o Palácio do Planalto alertará o comando do PP que a legenda só manterá o espaço atual no governo se apoiar a reeleição do presidente Michel Temer.

Galinha gorda

Hoje, o PP comanda os Ministérios da Saúde, das Cidades e da Agricultura, além da Caixa Econômica Federal.

E seguramente não vai largar esse osso para correr atrás de um sem-voto e sem-caneta.

Emenda

O deputado federal Marcelo Castro, presidente regional do PMDB, avisa a quem interessar possa: ele conseguiu no Ministério das Cidades a liberação de uma emenda parlamentar de sua autoria, no valor de R$ 7.498,306,58, para a pavimentação asfáltica em Teresina.

Comumente, o deputado destinava suas emendas aos municípios do interior.

Rodoanel

O ex-governador Wilson Martins saiu da moita. Ele distribuiu através das redes sociais um vídeo no qual mostra o rodoanel de Teresina como uma obra de seu governo.

O projeto foi iniciado em 2012, para tirar o tráfego pesado de dentro de Teresina, mas ainda não foi concluído, embora em 2014 estivesse com 82% dos serviços executados..

 

 

* Foi do ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, a decisão de liberar o senador cassado Demóstenes Torres para ser candidato este ano.

* Dizem que, com isso, o ministro começou a treinar para suceder a ministra Carmén Lúcia na presidência do STF.

* A Prefeitura de Teresina antecipou para hoje e amanhã o pagamento do funcionalismo municipal.

 

 

Fim de linha

Do deputado Luciano Nunes, pré-candidato a governador pelo PSDB, ao comentar a possibilidade de o prefeito Firmino Filho concorrer às eleições deste ano:

- Acho que não há mais que se falar em candidatura do prefeito Firmino a governador. Se a esposa e o sobrinho dele estão agora na base do governo, como é que ele pode ser candidato pela oposição?