Cidadeverde.com

Estado atrasa pagamentos e empréstimo não chega

O Governo do Piauí está às voltas com um novo aperto financeiro. Já são muitas as reclamações sobre atraso de pagamento em vários setores, como os dos terceirizados e do transporte escolar. Os atrasos já chegam a três e até quatro meses.

O governo aguarda a liberação da segunda parcela do empréstimo feito junto à Caixa Econômica Federal para dar uma respirada. Mas a liberação desses recursos, no total de R$ 307 milhões, está de rosca.

A Caixa exigiu uma nova prestação de contas da aplicação da primeira parcela, no valor de 300 milhões. Essas contas estão em análise, sem data para a sua conclusão.

Travou

Agora é o Ministério Público Federal que entra na história, com a abertura de inquérito civil para apurar a aplicação dos recursos públicos oriundos desse empréstimo.

Na instrução do inquérito, o procurador Marco Aurélio Adão mandou à Caixa Econômica uma recomendação de que, por medida de cautela, diante de possível descumprimento do contrato, o banco não repasse a segunda parcela do empréstimo para o Governo do Estado.

O MPF recomendou também que a Caixa não transfira, igualmente, parcelas de novos empréstimos que tenham a mesma finalidade deste. Com isso, a recomendação alcança a segunda parcela da primeira operação de crédito e o novo empréstimo de R$ 315 milhões.

Se tudo correr bem na apreciação da prestação de contas, ainda assim o Governo do Estado arca com prejuízos, pois isso demanda tempo. E o Estado tem pressa em receber nova injeção de recursos.

Claro que o dinheiro dos empréstimos se destina a investimentos. Com esses aportes, o governo ficaria com caixa para cobrir as despesas de custeio. E no momento não está sendo fácil equacionar essa operação.

 

 

Segurança 

O deputado federal Fábio Abreu (PR) tomou posse ontem como terceiro vice-presidente da Comissão de Segurança Pública.

Se brincar, trata-se de um dos cargos mais importantes da Câmara dos Deputados!

Novas obras

O Governo Federal acaba de realizar as licitações para a construção da duplicação da BR-343, entre a Ladeira do Uruguai e a Ponte do Tancredo Neves, e da nova Maternidade de Teresina.

As informações são do engenheiro Henrique Pires, que hoje integra a assessoria pessoal do presidente Michel Temer.

Chantagem

O deputado Rubem Martins (PSB) manifestou ontem a sua preocupação com a situação do rebanho bovino piauiense, quanto à aftosa.

Ele revelou que, em forma de chantagem, uma empresa perdeu contrato junto à Agência de Defesa  Agropecuária do Estado do Piauí (Adapi) e retirou os dados referentes à vacinação em todo o Estado.

A nova empresa contratada está, pois, diante de uma situação vexatória para realizar seu trabalho, conforme o parlamentar.

Risco de aftosa

Os deputados João Madison (MDB), Georgiano Neto (PSD) e Francisco Limma (PT) apartearam o orador, manifestando preocupação com a volta da febre aftosa.

Francisco Limma, ex-secretário de Desenvolvimento Rural e líder do governo, informou que a Adapi e a nova empresa contratada estão tentando solucionar o impasse, para que os dados sobre a vacinação sejam retomados e lançados no cadastro geral.

Sinuca de bico

A decisão do Supremo de tornar réu o senador Aécio Neves empareda o PSDB, que tem o senador Antônio Anastasia como candidato a governador de Minas e o ex-governador Geraldo Alckmin como candidato a presidente da República.

Alckmin já se adiantou e sugeriu que Aécio não seja candidato a nada nas próximas eleições.

PM atrás de voto

Das fileiras da Polícia Militar, três pesos-pesados já estão em campanha para as próximas eleições.

A lista começa pelo ex-comandante da PM, coronel Carlos Augusto, que disputará uma cadeira na Assembleia Legislativa.

E segue com o capitão Fábio Abreu, ex-secretário de Segurança e candidato à reeleição de deputado federal.

Por último, o coronel Wagner Torres começou a pedir votos para chegar à Câmara Federal. Ele comandou a PM nos municípios de Uruçuí, Picos, Oeiras, São Raimundo Nonato, Parnaíba e Paulistana, além do policiamento da capital.

Foto: Divulgação/Alepi

Título de Cidadania -  A Assembleia Legislativa realizou sessão solene especial ontem para a entrega do Título de Cidadão Piauiense ao coronel Ronald Lúcio Carvalho Barbosa, comandante da Guarnição Federal de Teresina. O homenageado é natural de Fortaleza. O projeto de concessão da cidadania foi proposto pelo presidente da Assembleia, deputado Themístocles Filho (MDB).

 

 

* O movimento do Cartório do 2º Ofício, na zona Leste de Teresina, duplicou com o fechamento do Cartório Nazareno Araújo.

* O ex-senador João Vicente Claudino refiliou-se ao PTB, colocou seu nome à disposição para a eleição de governador e viajou para o exterior, em missão empresarial.

* A entrega da recuperação do trecho da BR-343 destruído pelas chuvas no bairro Recanto das Palmeiras, na sexta-feira da Paixão, foi adiada para hoje.

* A Assembleia Legislativa aprovou ontem a redação final do Plano de Cargos e Salários dos Servidores da Secretaria de Cultura (Secult). Vitória do deputado Fábio Novo (PT).

 

 

Vida e morte

Do ex-presidente Lula, da prisão, para a sua militância:

- “Por vocês valeu a pena nascer e por vocês valerá a pena morrer”.