Cidadeverde.com

Brasileiros mais divididos e menos tolerantes

Os brasileiros se veem mais divididos que há dez anos. Além disso, menos tolerantes. É o que aponta uma pesquisa da Ipsos Mori feita para a BBC de Londres em 27 países. Foram ouvidas 19.428 mil pessoas. O resultado foi divulgado ontem no site da BBC Brasil.

Questionados se as pessoas estão mais ou menos tolerantes em relação a pessoas com diferentes origens, culturas e pontos de vista se comparado com a década passada, 45% dos participantes brasileiros disseram estar menos tolerantes e 29% mais tolerantes (ainda havia opções como "igual como era antes" e "não sei").

O percentual de brasileiros, 62%, que acreditam que o país esteja mais polarizado hoje do que há 10 anos também é superior ao de pessoas no mundo – 58%, que acham que o planeta está mais dividido.

Apenas 16% dos brasileiros acham que o país está menos dividido - o mesmo percentual de pessoas no mundo que veem uma divisão menor na sociedade hoje do que há 10 anos.

É a política

A política é apontada como principal foco de tensão no mundo. Dos mais de 19 mil entrevistados, 44% apontaram visões conflitantes na política como maior foco de tensão em seus países.

Esse item é também citado como o principal foco de tensão na América Latina. No Brasil, foi citado por 54% dos entrevistados.

Nessa pesquisa, o Brasil segue uma tendência mundial. Mas as suas chances de ficar ainda mais radicalizado são muito grandes, com a aproximação da campanha eleitoral.

Não existe até agora nenhum candidato a presidente da República com uma proposta de união nacional. Cada qual quer ver o país transformado é em uma praça de guerra.

 

 

Romaria

A juíza federal Carolina Lebbos botou para acabar a romaria de petistas e aliados a Curitiba. Ela indeferiu ontem todos os pedidos de visita ao ex-presidente Lula, que está preso na Superintendência da Polícia Federal desde o último dia 7.

Estavam na lista de visitantes a ex-presidente Dilma, a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, e o presidenciável Ciro Gomes.

"Lula Livre"

A deputada Flora Izabel (PT) defendeu ontem a realização da campanha “Lula Livre” em todos os municípios do Piauí.

Ela elogiou a realização do debate com esse nome na sessão de ontem e informou que uma assessora sua está enfrentando o frio de Curitiba, onde, juntamente com os demais manifestantes, grita, todas as manhãs, o “Bom Dia Lula”.

O mundo em dados

O deputado Júlio Cesar (PSD/PI), lança amanhã, na Câmara Federal, a segunda edição do livro “O Brasil e o Mundo em dados comparativos”.

A publicação é um levantamento detalhado de informações das desigualdades no mundo e no Brasil, analisando e comparando em números absolutos, relativos e per capita das regiões, os estados e municípios brasileiros no aspecto econômico, orçamentário, financeiro e social.

Judicialização

Do empresário Rubens Menin:

- O Brasil é hoje o país com maior índice de judicialização do mundo. Isto está custando entre 3% a 5% das receitas empresas, índice 10 vezes maior que dos países do G8.

Foto: Divulgação

Animação - As oposições voltaram animadas do encontro realizado no fim de semana em Floriano, com a presença do pré-candidato a governador Luciano Nunes e outras lideranças oposicionistas.  

 

 

* O vereador Luiz Lobão (MDB) anda feliz com a aprovação de suas contas como presidente da Câmara Municipal de Teresina pelo TCE.

* A Assembleia Legislativa promoveu ontem um debate sobre a prisão em segunda instância. Na prática, foi o seu ato “Lula Livre”.

*Nos meios políticos, a decisão do PT do Piauí de marchar para as eleições proporcionais com chapa pura está sendo chamada de “Acordo de Oeiras”.

 

 

Exoneração

Várias lideranças da oposição tentaram convencer o prefeito Mão Santa a lançar sua esposa Adalgisa a vice-governadora, na chapa do pré-candidato Luciano Nunes. Sem sucesso, apelaram ao amigo pessoal do prefeito de Parnaíba, o professor e empresário Francisco Jurity.

Jurity: - Mao Santa, dona Adalgisa seria um excelente nome e não precisaria se ausentar tanto de Parnaíba. Mas para ser candidata ela tem que se desincompatibilizar da secretaria de Assistência Social no prazo.

Mão Santa: - Jurity, esta mão não vai demitir minha amada mulher!