Cidadeverde.com

Temer monta equipe com João Henrique à frente

Foto: Divulgação

Ex-ministro João Henrique coordena equipe de Temer

 

Como o cangaceiro Corisco, do bando de Lampião, o presidente Michel Temer demonstra uma coragem incomum e não se entrega. Empacado na aprovação de apenas 6%, ele começou a montar uma estrutura de campanha para as eleições de 2018.

Com isso, o presidente objetiva, na verdade, evitar um esvaziamento de seu governo e tentar se viabilizar como fiador do processo eleitoral.

No próximo mês, Temer dará início a uma agenda de viagens pelo país. Ele já começou a escolher nomes para integrar uma eventual equipe de campanha.

Os primeiros escolhidos foram o ex-ministro João Henrique Sousa, presidente do conselho nacional do Sesi (Serviço Social da Indústria), e o publicitário Elsinho Mouco. 

O primeiro foi escalado para ser o coordenador geral e o segundo é o favorito para cuidar do marketing de uma eventual candidatura à reeleição.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, Temer estabeleceu o mês de junho como prazo para sua definição em relação à sucessão presidencial.

Dois nomes

A estratégia do MDB é lançar neste momento dois nomes: Michel Temer e Henrique Meirelles. Se nenhum deles chegar a pelo menos 10% até junho, então o partido apoiará alguma candidatura de centro, como as de Geraldo Alckmin (PSDB) ou a de Flávio Rocha (PRB).

O MDB condicionará seu apoio a qualquer candidato presidencial à defesa, por este, das realizações do governo Temer, como o teto de gastos e a reforma trabalhista.

Resta saber quem quer pegar carona no palanque de Temer ou pagar esse preço de aparecer na campanha política tendo como cabo eleitoral um presidente cuja popularidade  cai pelas tabelas, ainda que injustamente.

 

Foto: Divulgação

Kits para famílias desabrigadas começam a ser distribuídos

Enchentes

As famílias vítimas das enchentes em seis municípios do Piauí começam a receber nos próximos dias os kits da ajuda humanitária.

O material, enviado pelo Governo Federal, através do Ministério da Integração Nacional, já está nos armazéns da Conab, em Teresina.

Distribuição

A distribuição será feita pela Secretaria Defesa Civil.  As famílias que receberão os kits foram cadastradas pelas comissões de defesa civil de cada município.

Cada kit é composto por cestas básicas, artigos de limpeza e higiene pessoal, água mineral, colchões etc, além de kits específicos para crianças e para idosos e pessoas com deficiência.

Recuperação

Que a esta ação se siga também os serviços de recuperação das áreas afetadas pelas enchentes, sobretudo as estradas, que foram danificadas em muitos trechos.

Campanha

O presidente Michel Temer se reuniu na terça-feira à noite, no Palácio do Alvorada, com presidentes estaduais do MDB para discutir o cenário eleitoral de 2018.

No jantar, Temer apresentou aos dirigentes estaduais os investimentos feitos pelo governo federal em cada uma das unidades federativas, numa tentativa de municiá-los com dados e gráficos para defender o MDB.

Em campo

Temer organizará mais dois encontros, no Palácio do Alvorada, para discutir a candidatura do MDB com dirigentes estaduais da sigla.

Segundo relatos de interlocutores à Folha de S Paulo, Temer sabe que dificilmente conseguirá crescer nas pesquisas eleitorais e se cacifar como candidato à reeleição.

Mesmo assim, ele insistirá na pretensão de disputar a reeleição até o limite, fazendo viagens e escalando equipe.

Tomando as dores

O senador Ciro Nogueira é o principal aliado político do Wellington Dias e do prefeito Firmino Filho em Brasília. O prefeito tucano comentou ontem a operação da Lava Jato no gabinete e na residência do parlamentar.

Para Firmino, Ciro sofre perseguição política por ser nordestino.

Pegando no pé

O prefeito pode até estar com a razão, mas por que outros políticos que não são nordestinos, como Aécio Neves, Eduardo Azeredo e Geraldo Akckmin, entre outros, também sofrem um cerco da Lava Jato e da imprensa?

Foto: Divulgação

Ópera da Capivara - A vice-governadora Margarete Coelho esteve ontem com o presidente da Caixa Econômica, Nelson de Sousa, em Brasília. Mas o assunto da audiência não foi empréstimo. Ela foi tratar da Ópera Serra da Capivara, que tem patrocínio da Cef.

 

 

* O juiz Olímpio Galvão será o 20º desembargador do Tribunal de Justiça do Piauí. A vaga acaba de ser criada.

* O magistrado assumirá o cargo de desembargador pelo critério de antiguidade, conforme explicou o presidente do TJ, Erivan Lopes.

* É das mais dramáticas a conclusão do relatório da Comissão de Direitos Humanos do Senado sobre a prisão do ex-presidente Lula.

* Conforme o relatório dos senadores, após a diligência na prisão, Lula se encontra em estado de solidão.

* Mas levar o ex-presidente para uma cela comum, abarrotada de presos, os senadores não querem.

* O retorno do senador Ciro Nogueira do exterior está previsto para hoje. Ele desembarca no Brasil com foco de incêndio para todo lado.

 

 

Robert no Senado

O deputado Robert Rios, pré-candidato a senador pelo DEM, chega à campanha eleitoral com a mesma sutiliza que um elefante aparece em um piquenique:

- O Robert Rios no Senado não vai ser um Tiozinho do Café, nem um Velhinho Dançador e muito menos um Corrupto.