Cidadeverde.com

Ciro Nogueira não está só!

O presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira, não está só, depois que foi alvo da nova operação da Lava Jato que levou a Polícia Federal a vasculhar seu gabinete e sua residência em Brasília.

Ontem, o parlamentar compartilhou em suas contas nas redes sociais mensagens de vários líderes políticos do Piauí manifestando-lhe solidariedade.

Em Teresina, ao comentar o episódio das buscas realizadas pela PF contra o senador, o governador Wellington Dias saiu em sua defesa. Ele pediu que não se faça pré-julgamento sobre investigações que ainda estão em curso.

Preconceito

O prefeito Firmino Filho também manifestou a sua solidariedade ao senador, avaliando que ele está sendo vítima de preconceito, pelo fato de ser do Nordeste.

“Para Oeiras, o senador Ciro Nogueira tem sido sinônimo de trabalho e compromisso com o desenvolvimento”, declarou o prefeito do município, José Raimundo de Sá Lopes. Ele acrescentou: “Através de sua articulação política, viabilizamos para nosso município diversos projetos junto ao Governo Federal. Neste momento de turbulência, senador, o povo de Oeiras e do Piauí, que conhece o seu trabalho, tem certeza que os fatos serão elucidados e a verdade restabelecida.”

Muita inveja

Já o prefeito Gilson Filho, de Caracol, disse que o trabalho de Ciro tem "causado muita inveja" e que ele não está só contra "as mentiras dos invejosos".

O prefeito de Floriano, Joel Rodrigues, afirma que "naturalmente, um homem de destaque" como Ciro, será alvo de "coisas dessa natureza" para "tentar atrapalhar a sua missão".

Outros prefeitos que prestaram solidariedade ao parlamentar: Jonas Moura (Água Branca); Marcos Elvas (Bom Jesus); Dó Bacelar (Porto); Percy Júnior (Canto do Buriti); Josemar Teixeira (São Miguel da Baixa Grande); Carmelita Castro (São Raimundo Nonato) e Roberto Leão (Miguel Leão).

O desagaste dessa nova operação da Lava Jato é um fardo que o senador Ciro Nogueira passa a carregar em um momento em que ele busca a reeleição e no qual aparecia bem na fita, como político que usa seu prestígio em Brasília para carrear recursos para o Piauí.

 

Foto: Pablo Cavalcante/RCV

O senador Elmano Férrer entra na campanha para o governo

Mãos limpas

O senador Elmano Férrer disse ontem que vai enfrentar às urnas em 2018 com as “mãos limpas”, mas não entrará na campanha de mãos abanando.

Ele disse que tem várias propostas e projetos para tirar o Piauí do atraso econômico.

O senador afirmou que o Piauí não pode continuar vivendo de empréstimos.

Impeachment

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais aceitou ontem o pedido de impeachment do governador Fernando Pimentel (PT).

De acordo com a denúncia, um 'calote' de R$ 300 milhões junto ao Legislativo levou ao atraso de salários de servidores, fornecedores e dos próprios deputados estaduais.

Além de não repassar os recursos ao Legislativo, o governador é acusado de diversas falhas do mesmo tipo junto a várias prefeituras mineiras.

Depois do 7 a 1

Para quem acha que a derrota de 7 a 1 para a Seleção da Alemanha foi a maior humilhação que o Brasil sofreu na Copa de 2014 certamente não sabe que, dos 12 estádios, 10 já apareceram em investigações de corrupção.

O de Brasília, por exemplo, custou R$ 2 bilhões, o triplo do previsto. Dois ex-governadores viraram réus pelos desvios.

Gol de mão

O ex-craque Romário quis fazer um gol com a mão, mas o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não deixou.

Ele simplesmente queria concorrer este ano a um novo mandato de senador, ainda na metade do seu mandato.

Seu plano era ra permitir ao seu primeiro suplente, João Batista da Rocha Lemos, assumir a cadeira no Senado e exercer a função pelos próximos quatro anos.

Afronta

Relator da consulta no TSE, ministro Luís Roberto Barroso, apontou duas razões centrais para declarar a ilegalidade da manobra.

Caso a ideia fosse aprovada pela Corte, alegou o magistrado, a escolha popular seria desrespeitada, além de que estaria afrontado o propósito de renovação na Casa legislativa.

Foto: Divulgação

Brasil em dados - Foi dos mais prestigiados o lançamento do novo livro do deputado federal Júlio César (PSD), coordenador da bancada do Nordeste. O ato de lançamento do livro “O Brasil e o Mundo em Dados Comparativos, 2ª Edição”, foi realizado no Salão Verde da Câmara dos Deputados.  O evento contou com a participação do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), do ministro das Comunicações, Gilberto Kassab, e diversas autoridades e deputados federais do Piauí e do Nordeste.

 

 

*A Câmara Municipal de Corrente aprovou por unanimidade a prestação das contas do ex-prefeito Jesualdo Cavalcanti, referente ao exercício de 2014. 

* Os vereadores acataram o parecer prévio do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que foi pela aprovação das contas.

* O empresário Valdeci Cavalcante foi eleito para um novo mandato de quatro anos como presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac.

* Os médicos servidores do município de Teresina fazem na próxima quarta-feira, dia 2, uma paralisação de advertência.

* A Assembleia Legislativa aprovou ontem voto de pesar pelo falecimento do professor Clério Dias Andrade, ocorrido ontem. O requerimento  foi do deputado Themístocles Filho (MDB).


 

Conterrâneos

Do jornalista, ex-vereador e cronista Deusdeth Nunes, o Garrincha, sobre a recém-lançada candidatura do senador Elmano Férrer a governador pelo Podemos:

- Elmano é cearense/ lá de Senador Pompeu/ também sou do Ceará/ lugar onde ele nasceu/ voltar prá lá ninguém quer/ nem ele, Elmano, e nem eu...