Cidadeverde.com

Teresina reduz a frota de ônibus

Foto: Divulgação

Paralisação de caminhoneiros tira ônibus das ruas

 

Com o protesto dos caminhoneiros, muitas cidades estão reduzindo suas frotas de ônibus para evitar a paralisação total do sistema.

Teresina está entre elas, segundo anunciou ontem o Setut.

A paralisação dos caminhoneiros em todo o país entra hoje no quinto dia. O governo tenta de todas as formas acertar uma trégua com os caminhoneiros. Ontem, eles ganharam a adesão de taxistas e motoristas de Uber e também das transportadoras.

Movimento é forte

A preocupação maior do governo é por que o movimento se tornou rapidamente bem mais forte do que o esperado. E também porque o protesto dos caminhoneiros já provocou desabastecimento em muitas cidades. Em outras, os estoques estão no fim.

Ou seja, a situação está chegando a um ponto de gravidade elevada, com risco de desabastecimento geral em vários setores da economia, causando a paralisação da produção de muitas empresas.

Impostos

O protesto dos caminhoneiros é forte porque é espontâneo, portanto, sem patrocínio de partido político, e ganhou a adesão em massa da categoria.

O movimento ganha também a simpatia de grande parte da população, pois se trata de trabalhadores que estão sendo sacrificados pelas seguidas altas do preço do diesel.

No fundo, a população apoia o protesto porque também se sente espoliada pela política de aumentos sem freio dos preços dos combustíveis.

Ainda não está claro para grande parte dos consumidores que o maior problema para a elevação dos preços na bomba não é propriamente a periodicidade com que eles são disparados, mas a altíssima carga tributária, que chega a 52% no varejo.

E não são a Cide nem o PIS/Pasep que mais pesam no alto custo dos combustíveis, mas o ICMS, cobrado pelos Estados.

 

 

Acampamento

Nem a polícia nem a justiça. Quem teve força mesmo para desmontar o acampamento pró-lula em Curitiba foi a natureza. Mais especificamente o frio.

Os militantes petistas não suportaram o primeiro frio mais intenso de Curitiba, registrado no final de semana.

Com a baixa da temperatura, que já chega a 3 graus, com registro de geadas em algumas áreas da cidade.

Bye, bye!

Várias caravanas começaram a deixar o acampamento montado em solidariedade ao ex-presidente Lula nas imediações da sede da superintendência da policia federal, onde ele está preso.

A previsão é de temperaturas mais baixas para estes dias.

Os políticos que faziam tanto barulho na porta da PF foram os primeiros que desapareceram de lá.

Prestação de contas

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região determinou que a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, apresente os contratos, notas fiscais e demais documentos que compõem a prestação de contas da entidade, no ano de 2016.

  

 

 

* A missa de sétimo dia do escritor e acadêmico Herculano Moraes foi celebrada ontem à noite, na Capela do Edifício Paulo VI.

* O ex-deputado federal Aldo Rebelo, pré-candidato a presidente pelo Solidariedade, está no Piauí.

* E os ministros Moreira Franco e Antônio de Pádua cancelaram ontem a visita deles ao Piauí, para cumprir agenda em Teresina e Parnaíba.

* Também cancelou sua vinda a Teresina o senador Antônio Anastasia, que seria palestrante hoje à tarde no II Congresso de Estudos Políticos e Constitucionais, na OAB.

* O deputado Dr. Pessoa, pré-candidato a senador pelo Solidariedade, deu até o dia 30 para que o senador Elmano Férrer e o ex-senador João Vicente Claudino se definam sobre as eleições de 2018.

 

 

Desaparentado

Em seu segundo mandato no Palácio de Karnak, o governador Wellington Dias promoveu ontem reunião com os chefes dos demais Poderes para discutir o cumprimento da então recém-editada Súmula 13, que põe fim ao nepotismo no serviço público. Antes da entrevista à imprensa, ele brincou:

- Agora ninguém quer mais ser meu parente!