Cidadeverde.com

Governo se adianta na formação da chapa

Foto: Divulgação/PT no Parlamento

Wellington leva Regina para chapa majoritária 

 

A prevalecer a declaração do governador Wellington Dias, feita na semana passada, de que não há mais o que inventar para a formação da chapa majoritária governista, ela já pode ser dada como fechada.

Dessa forma, se não houver um cavalo de pau no palanque governista, a chapa ficaria assim: Wellington na cabeça, Themístocles Filho (MDB) na vice e Ciro Nogueira (Progressistas) e Regina Sousa (PT) para o Senado.

Nesse caso, o governador demonstra mais uma vez a sua inegável habilidade no exercício da política eleitoral. Com a caneta na mão, ele sabe mais do qualquer um como agradar a classe política no Piauí, que gira em torno de cargos públicos.

Assim, Wellington tem segurança e é conhecedor que nenhum partido da ‘base’ deixa o governo. Por nenhum motivo. Logo, fica livre para montar sua chapa de acordo com sua vontade e a do PT. Não haverá maiores reações nem consequências.

Resultado: o PT ficará com dois dos quatro cargos majoritários, embora o pretexto usado por ele para sacar a vice da cota do Progressistas tenha sido o de que cada partido da base indicaria apenas um nome para a chapa majoritária.

Foto: Divulgação/PSDB

Deputado Luciano Nunes: vice ainda em aberto

Na oposição

No palanque da oposição, as chapas majoritárias ainda estão em aberto. O pré-candidato do PSDB a governador, deputado estadual Luciano Nunes, ainda não teve escolhido o seu candidato a vice. Estão definidos os dois pré-candidatos a senador – Wilson Martins (PSB) e Robert Rios (DEM). Aliás, estes foram escolhidos antes dele, Luciano.

Já o senador Elmano Férrer, pré-candidato a governador pelo Podemos, ainda bate cabeça para definir o seu companheiro de chapa e o segundo candidato a senador. O primeiro é o deputado estadual Dr. Pessoa (SD).

Não há expectativa de que Luciano e Elmano surpreendam com algum nome de impacto eleitoral em suas chapas.  A expectativa em relação a eles fica por conta, apenas, do discurso que apresentarão nos palanques para tirar a larga vantagem do governador nas pesquisas de intenção de voto. Um osso duro de roer.

Foto: Cidadeverde.com

Elmano e Pessoa formam terceiro palanque