Cidadeverde.com

Lula e Wellington caem, mas lideram com folga

A segunda rodada de pesquisas do Instituto Opinar, divulgada ontem pelo Grupo de Mídia Cidade Verde – TV, Rádio, Revista e Portal de Notícias – mostra que o cenário eleitoral não teve alterações expressivas no Piauí em um mês.

Os números apurados estão, portanto, dentro da expectativa, pois sequer as chapas das principais coligações estão definidas. Também nada de relevante ocorreu na área política no Estado nesse período. Pelo contrário: com as atenções voltadas para a Copa do Mundo, a política foi praticamente esquecida. Ela só se movimentou nos bastidores.

Foram ouvidos 1.082 eleitores em 51 municípios do estado. O levantamento ocorreu no período de 12 a 14 de julho. A margem de erro é de 2,97% para mais ou para menos.

Os números estão registrados no Tribunal Superior Eleitoral - BR 06707/2018 e no Tribunal Regional Eleitoral  - PI 01929/2018.

Infográficos: TV Cidade Verde

Lula lidera, em queda

A pesquisa mostrou que o ex-presidente Lula mantém-se na liderança da corrida ao Planalto, no Estado, mas em queda, com 65,53% das intenções de voto.

No levantamento anterior, divulgado em 14 de junho, o petista tinha 69% das intenções das preferências do eleitor piauiense.

Na nova pesquisa, o segundo colocado é o deputado Jair Bolsonaro (PSL), com 8,23%, seguido da ex-ministra Marina Silva (Rede), 3,88% e do ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 2,22%.

O ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) teve 2,03% das citações e o ex-ministro Henrique Meireles (MDB) apenas 0,45%.

 

Cenário sem Lula

Já em um cenário sem Lula, os três Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT) e Jair Bolsonaro(PSL) aparecem empatados tecnicamente com percentual de 9%. 

Nesse contexto, os votos em branco, nulos e indecisos passam de 61%.

 

Governador

Pela mesma pesquisa, o governador Wellington Dias (PT) segue firme liderando a corrida ao Palácio de Karnak. Ele tem 47,69% das intenções de votos, com 40 pontos à frente do segundo colocado. 

O deputado estadual Luciano Nunes, pré-candidato do PSDB, aparece com 7,21% das intenções de voto e o senador Elmano Férrer, pré-candidato pelo Podemos, figura com 5,18%.

Comparando com a última pesquisa, o governador teve uma queda de quase 3% nas intenções de votos. A marca anterior era de 50% e caiu para 47,69%.

Luciano Nunes subiu um ponto, mas se manteve tecnicamente empatado com o senador Elmano Férrer.

 

Senado

O ex-governador Wilson Martins (PSB) manteve-se na posição de pré-candidato ao Senado mais lembrado pelos eleitores piauienses, com 21,2% nas intenções de votos. Ou seja, ele cresceu 2 pontos percentuais em comparação com a pesquisa anterior. 

Estão embolados no segundo lugar o deputado Dr. Pessoa (Solidariedade), com 15,8% das intenções de votos; o cantor Frank Aguiar (PRB), com 14,5%; e o senador Ciro Nogueira (Progressistas), com 14,3% das preferências.

Chama a atenção o deslocamento para baixo de Frank Aguiar, que na primeira pesquisa com 17,1%; e a subida de Ciro, que estava com 11,9%.

Esse movimento se dá, contudo, dentro da margem de erro e, antes de qualquer outra leitura, mostra que ambos têm poder de fogo até aqui.

A senadora Regina Sousa (PT) aparece com 5,8% dos votos e o pré-candidato Robert Rios com 7,2%. Nesse caso, ambos caíram, também dentro da margem de erro. Regina largou com 6,7%, em junho, e Robert com 8,9%.

A pesquisa para o Senado é a que tem o maior índice de eleitores indecisos: 67% dos entrevistados disseram que não sabem em quem votar ou não quiseram responder à pesquisa.