Cidadeverde.com

Quando o carro anda diante dos bois

1.  Na sucessão de 2014, o governador Wilson Martins limpou as gavetas para sair do Palácio do Karnak e concorrer ao Senado. Para tanto, procurou deixar a casa arrumada.

Ainda em janeiro, ele já anunciava o nome do candidato do governo à sua sucessão, que era o deputado federal Marcelo Castro, presidente regional do PMDB.

O vice-governador Zé Filho não tinha outra alternativa a não ser concordar. Quando, porém, sentou na cadeira de governador como titular, Zé Filho virou a mesa e se lançou candidato. Foi um Deus-nos-acuda nos hostes governistas.

2. Na sucessão de 2018, o governador Wellington Dias, sem o cuidado de conversar com os aliados, anuncia que:

a) cada partido só teria um candidato na chapa majoritária;

b) em função disso, a vice-governadora Magarete Coelho não poderia concorrer à reeleição, já que o Progressistas estava contemplado com a vaga de candidato a senador;

c) a senadora Regina Sousa, do PT, seria candidata a vice-governadora, quebrando o critério do candidato único e tirando o sonho do MDB de indicar o companheiro de chapa do governador;

d) o candidato à segunda vaga de senador no palanque governista seria o deputado federal Marcelo Castro, contrariando a reivindicação do MDB, que era a vice;

e) os aliados têm o dever de votar na reeleição do governador, mas não têm o direito de formar alianças com o seu partido para as eleições proporcionais. A chapa puro sangue  lançada pelo PT este ano é uma inovação na política estadual.

A casa cai

Em 2014, a casa caiu. A pressa do governador Wilson Martins de botar o carro diante dos bois contribuiu para a vexatória derrota dele e a do governador Zé Filho.

O que dará esse arranjo político formulado pela mente do governador Wellington Dias, para 2018, só vendo!

O que é certo, porém, é que ele é ainda mais ousado que o das eleições passadas.Um verdadeiro cavalo de pau na política.

 

 

Piauí, sócio da Cepisa

O Governo do Piauí vai continuar com sócio da Cepisa, a primeira das seis distribuidoras da Eletrobras a ser vendida. O leilão está marcado para amanhã.

O Estado vai continuar como sócio da empresa recebendo 29% de ICMS todo mês sem fazer força.

Plamta

O Governo do Estado divulgou que, com o pagamento das faturas de abril à rede hospitalar conveniada, está sendo normalizado o atendimento aos usuários do Plamta/IASPI, o plano de saúde dos servidores estaduais.

Esse pagamento foi iniciado no dia 20 e está em andamento.

Atendimento

Apesar disso, o atendimento nos hospitais não se normalizou, como cheguei a informar ontem, com base em informações do governo.

Da rede credenciada pelo Plamta, apenas o Hospital São Paulo mantém o atendimento aos usuários.

Outros grandes hospitais, como o Prontomed, São Marcos, Santa Maria e Itacor, não atendem mais os usuários do plano de saúde do estado.

No sufoco

Com isso, aumentou em demasia a procura pelo Hospital São Paulo. E este também não tem mais capacidade de atender, pois está superlotado.

Esta ainda é, infelizmente, a situação da relação entre o Iaspi e os hospitais e clínicas conveniados do Plamta.

A ameaça de descredenciamento não passou de bravata, pois não há outros hospitais que possam ser conveniados.

 

 

* A missa de ação de graças pelo aniversário do deputado Heráclito Fortes será celebrada dia 30, às 8 horas, no Santuário da Vila da Paz.

* O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae Piauí, inaugura amanhã, às 8 horas, a Loja Brasil Original, no Shopping Rio Poty.

 *Após a solenidade, acontecerá um talkshow sobre a valorização do artesanato, com a participação dos arquitetos Flávio Franco e Sérgio Matos e da designer Nicole Tomazi.

* A Strans renova os alvarás de mototáxi até o próximo dia 31. Teresina tem 2.300 mototaxistas cadastrados.

 

 

O gênio

Da vice-governadora Margarete Coelho, sobre o cerco à participação das mulheres na política:

- O gênio saiu da garrafa. É muito difícil enfiar ele de volta lá pra dentro.