Cidadeverde.com

Teresina é medalha de ouro no ensino

Foto: Divulgação/Semcom

Alunos de Teresina têm desempenho acima da meta do MEC

 

Além do destaque do Piauí, como um todo, nos exames 2017 do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), aplicado pelo Inep para aferir o desempenho escolar nos Estados, dezenas de municípios piauienses, em particular, também se sobressaíram na Prova Brasil, que avalia as redes municipais.

O Piauí figura entre os Estados que proporcionaram mais ganhos de aprendizagem aos seus estudantes, em todas as etapas avaliadas. Nesse caso estão ainda Acre, Alagoas, Ceará, Goiás e Tocantins.

No ensino médio, o Piauí teve o quarto melhor desempenho do Nordeste em matemática, ficando com média de 249,08, à frente de Alagoas, da Bahia e da Paraíba.

Teresina no topo

Teresina aparece como a capital brasileira com o melhor desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), deixando para trás Palmas e Curitiba, que ostentavam até então os melhores índices.

Outros nove municípios piauienses aparecem com notas que superam as metas do Ministério da Educação para 2021. Alguns até com pontuação superior à da capital (veja infográfico).

A definição de uma meta nacional para o Ideb em 6,0 significa dizer que o país deve atingir, em 2022, considerando os anos iniciais do ensino fundamental, o nível de qualidade educacional, em termos de proficiência e rendimento (taxa de aprovação), da média dos países desenvolvidos.

 

As melhores notas do Ideb

Segundo o Ministério da Educação, Teresina obteve a maior nota tanto em relação ao 5º ano, quanto em relação ao 9º ano. 

Com o novo resultado do Ideb, a cidade é oficialmente a capital com a melhor educação do Brasil. As médias 6.8 nos anos iniciais e 6.0 nos anos finais ultrapassam as notas alcançadas por capitais que até então estavam no topo, como Palmas e Curitiba, assim como as mais desenvolvidas economicamente, como Rio de Janeiro e São Paulo.

A meta é que o Brasil atinja 6.0 até o ano de 2022. Em Teresina, mais de 10 mil alunos foram avaliados em suas habilidades na língua portuguesa e na matemática.

Além de já ter ultrapassado a média nacional, a rede municipal comemora mais de 80% das escolas acima dessa nota.

 

Ideb

O Ideb revela o nível de aprendizado dos alunos a partir das médias de desempenho na Prova Brasil e no fluxo escolar, destacando especialmente as disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.

No último ano, Teresina havia alcançado as médias 6.1 e 5.2, nos anos iniciais e finais, respectivamente, já superando as metas estabelecidas pelo Ministério da Educação e mostrando resultados projetados para 2023.

Dois em um 

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) foi criado em 2007 e reúne, em um só indicador, os resultados de dois conceitos igualmente importantes para a qualidade da educação: o fluxo escolar e as médias de desempenho nas avaliações.

Ele é calculado a partir dos dados sobre aprovação escolar, obtidos no Censo Escolar, e das médias de desempenho nas avaliações do Inep, o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) – para as unidades da federação e para o país, e a Prova Brasil – para os municípios.

(Com informações de inep.gov.br e teresina.pi.gov.br)