Cidadeverde.com

E agora, José?

O governador Wellington Dias tanto fez, na eleição passada, que conseguiu manter e até ampliar significativamente no Piauí a vantagem do candidato do PT a presidente, Fernando Haddad.

O resultado final da eleição presidencial foi de 55,13% para Jair Bolsonaro (PSL), contra 44,87% para Fernando Haddad.

No total, o candidato petista ganhou em 11 Estados, enquanto o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, foi vitorioso em 15, mais o Distrito Federal. Em Brasília, o placar foi de 63% a 37%.

O candidato do PT ganhou nos nove Estados do Nordeste e em um do Norte, o Pará, com 55% dos votos, contra 45% de Bolsonaro.

O outro Estado no qual Haddad saiu-se vitorioso foi o Tocantins, com 51% dos votos, contra 49% de Bolsonaro.

Proporcionalmente, o Piauí foi o Estado que lhe deu a maior votação ao PT no segundo turno, com 77% dos votos apurados, contra 23% de Bolsonaro.

No primeiro turno, o Piauí foi também o Estado mais petista, com 63,4% dos votos para Haddad, contra 18,7% de Bolsonaro. O governador Wellington Dias não desmontou o palanque do primeiro turno.

Resta saber agora o que o Piauí mesmo fará dessa votação histórica e estrondosa a favor do candidato do PT e contra o candidato que se elegeu presidente da República.