Cidadeverde.com

E a folha de pagamento continua sendo notícia

Quando assumiu o seu primeiro mandato de governador, em 2003, o petista Wellington Dias garantia que a folha de pagamento do Estado deixaria de ser manchete dos jornais. Isto é, o assunto folha iria desaparecer do noticiário porque seria revolvido de vez.

Quinze anos depois, não deixou de ser. É o só no que ainda se fala, todo final de ano. Aliás, desde o começo do segundo semestre, todo ano.

Ontem, por exemplo, o secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, tratou do assunto na TV Cidade Verde.

Ele garantiu no programa ‘Notícia da Manhã’ o pagamento do 13º salário do servidor, ameaçado diante da prolongada crise financeira que afeta o Estado e o país.

Contingenciamento

O secretário afirmou também que o governo faz todos os esforços e estudos para manter a tabela de pagamento do servidor público em dia. 

Rafael Fonteles disse que o Estado faz contingenciamento rigoroso de despesas para evitar um colapso financeiro.

Ele ressaltou que o governo não pode ficar na dependência de receitas extraordinárias para fechar as contas e que nos próximos dias serão anunciadas mudanças na máquina administrativa.

O ponto central, porém, é este: o pagamento da segunda parcela do 13º salário do funcionalismo está assegurado.

Ou seja, a folha de pagamento de pessoal não deixou de ser notícia no Piauí.

Neste caso, pelo menos, uma notícia boa.

 

 

Nem aí

O PP, pela palavra de seu presidente, senador Ciro Nogueira, não se mostrou sensibilizado com a proposta de fim da reeleição do presidente da Assembleia Legislativa, para valer a partir da próxima legislatura.

Ciro Nogueira garantiu que o projeto não altera em nada o plano de seu partido de lutar pela presidência da Casa, em aliança com o PT.

Eleição na APPM

O prefeito Jonas Moura, vice-presidente da APPM, ganhou um aliado de peso para a sua candidatura à presidência da entidade.

O atual presidente, Gil Carlos, abraçou a campanha de Jonas e busca o consenso para a sua sucessão.

Turma do barulho

A informação que chega do litoral do Piauí, mais precisamente da Praia do Cajueiro, dá conta que o local, um dos preferidos dos turistas que fogem das badalações, está literalmente abandonado.

A polícia não funciona, o Detran também não e muito menos o Conselho Tutelar.

O resultado é que a meninada toma conta do pedaço e desanda a faer barulho com seus paredões de som, dia e noite.

O problema não é novo, porém nenhuma autoridade dá ouvido.

"Fica, Doutor!"

Os prefeitos do interior estão para lançar a campanha “Fica, Doutor”, em defesa dos médicos cubanos.

Eles suspeitam que os profissionais brasileiros que os substituirão não se dedicarão da mesma forma aos pacientes.

Maternidade

Os reflexos da interdição da Maternidade Dona Evangelina Rosa, pelo Conselho Regional de Medicina, já começaram.

As quatro maternidades do município – situadas nos bairros Buenos Aires, Dirceu, Promorar e Satélite – já estão superlotadas.

E muitas grávidas em trabalho de parto estão voltando da porta desses hospitais por falta de vaga.

 
 

*Foi apimentado o debate de ontem da TV e Rádio Cidade Verde com os quatros candidatos à presidência da OAB-PI. A eleição será amanhã.

* A conta de água em Teresina sofreu um aumento de 7,31%. Uma contribuição para aplacar o calorzão do BR-O-BRÓ.

* A Receita Federal está comemorando 50 anos de criação. É uma instituição estratégica do governo.

* Não é de hoje que se fala na construção de uma nova maternidade do Estado em Teresina.

* As crianças que nasceram quando essa conversa mole começou já estão é votando.

 

 

Pisando no pé

Deu ontem nas mídias sociais:

- Aqui esperando o pessoal preocupado com a saída dos médicos cubanos postar algo sobre o fechamento da Maternidade Evangelina Rosa.