Cidadeverde.com

A terceirização da violência

O governador Wellington Dias só pode é estar com a cabeça quente. Ele começou o dia, ontem, disparando contra a Prefeitura de Teresina, por conta do assassinato do acadêmico de medicina Antônio Rayron Soares de Holanda, durante um assalto.

O governador disse que a “tragédia” foi uma situação particular, ocorrida dentro de uma parada de ônibus de responsabilidade da Prefeitura. O crime aconteceu na manhã de domingo, quando o estudante retornava de um plantão no Hospital de Urgência de Teresina (HUT). 

Wellington Dias ressalta que a Polícia Militar tem atuação em ambientes externos e que existe uma necessidade de entendimento com o município sobre a segurança nas novas paradas de ônibus.

O governador questiona o papel da guarda municipal. Ele garante que o Governo do Estado quer trabalhar de forma integrada com o município tanto na segurança, como em casos particulares, como essa questão da nova parada de ônibus.

PMT reage

 A Prefeitura de Teresina se pronunciou sobre as críticas do governador e disse que responsabilizar o município pela morte do estudante é “irresponsabilidade maledicente”.

A Secretaria Municipal de Comunicação defende que o assassinato do jovem é resultado de falha do sistema de Segurança Pública.

O prefeito Firmino Filho foi mais duro. Ele afirmou que, ao atribuir a responsabilidade pelo crime à Prefeitura, o governador falta com a verdade. “Ele está sendo irresponsável diante da omissão e falta de ação do Estado. O governador sabe dos erros e obrigações da segurança pública. Jamais poderia ter dito algo nesse sentido”, criticou.

Segundo o prefeito, o governador não tem a coragem necessária para tomar atitudes que protejam a população. Firmino disse que a insegurança está em todos os lugares e não apenas nas paradas de ônibus. 

“A Prefeitura não tem medido esforços para, dentro daquilo que é de sua competência, contribuir com a segurança, com a ampliação da iluminação, com a realização de políticas públicas de educação, esportes, lazer e cidadania e ainda com a atuação da Guarda Municipal, que, mesmo não tendo atribuição de fazer segurança pública, atua em pontos estratégicos”, afirmou.

Bate-boca

Bem, o que se vê, nesse bate-boca entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Teresina, é cada um tentando transferir para o outro a responsabilidade pela falta de segurança na cidade.

O mais interessante – e também mais consequente – seria que governo e prefeitura estivessem travando um debate em busca de solução para esse grave problema, e não ficar nessa de apontar o dedo um contra o outro.

 

 

Foto: Divulgação

Gilberto Pedrosa, presidente do Conselho de Consumidores da Cepisa

Energia mais cara

A conta de energia terá reajuste médio de 12,64% no Piauí. O aumento foi aprovado ontem pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Os consumidores de alta tensão terão reajuste de 13,61%. Já os consumidores de baixa tensão, ou seja, residências e pequenos comércios, a majoração será de 12,40%.

Esses valores serão cobrados a partir de domingo. É o primeiro aumento depois da privatização da Cepisa, há pouco mais de um mês.

Falha

O presidente do Conselho de Consumidores da Cepisa, Gilberto Pedrosa, participou da reunião da Diretoria Colegiada da ANEEL-Revisão Tarifária da Cepisa, em Brasília, e se pronunciou sobre a questão.

Segundo ele, os índices homologados acima dos indicadores inflacionários do país sinalizam para uma falha no modelo tarifário.

Homem de palavra

O ministro Luiz Fux prometeu e cumpriu a palavra de acabar com o auxílio-moradia, se o presidente Michel Temer sancionasse o aumento de 16% para os salários dos magistrados.

Somente em um país com parentesco com uma “República das Bananas” um ministro do Supremo julga um caso de olho no bolso e não na letra da lei .

Novo Refis

O Governo do Estado conseguiu aprovar um novo Refis na Assembleia Legislativa.

Com isso, o Estado espera arrecadar pelo menos R$ 30 milhões a mais nesta virada de ano, conforme os cálculos do secretário de Fazenda, Rafael Fonteles.

A reforma

A reforma administrativa do governador Wellington Dias ainda não está desenhada.

Todos os políticos do time do governador apoiam a reforma, desde que ela não mexa no queijo deles.

 

 

* A Assembleia Legislativa realiza hoje, às 10 horas, sessão especial em homenagem à memoria do ex-senador Alberto Silva, na passagem do centenário de seu nascimento.

* A Expoapi deste ano começa no sábado, no Parque de Exposições Dirceu Arcoverde, à margem da BR-343, saída de Teresina.

* Os organizadores estão com as mãos na cabeça, pois as obras de duplicação da rodovia não foram concluídas e estão paralisadas.

* Os riscos de acidentes são grandes, em face da intensa movimentação de veículos durante o evento.

 

 

Generalização do ministério

Do humorista Fraga, ao comentar o recrutamento de generais para o pelotão avançado do presidente eleito Jair Bolsonaro na Esplanada dos Ministérios:

- Governar é administrar setores e áreas específicas. Mas Bolsonaro parece mais propenso a generalizar.