Cidadeverde.com

Ciro dá a largada para sucessão de 2022

O senador Ciro Nogueira, avisou ainda na campanha eleitoral do ano passado: o Progressistas terá candidato a governador em 2022.

Para mostrar que não estava blefando, o senador já começou a articular o projeto eleitoral de seu partido para a próxima sucessão estadual.

Foi assim: o governador Wellington Dias anunciou na semana passada que estava fechando a porteira para a convocação de suplente de deputado em seu novo mandato. Pelo menos neste início.

Na legislatura passada, foram chamados 15 suplentes para a Assembleia Legislativa. O governo anunciou agora um pacote de medidas de austeridade e, nele, embutiu o corte de uma nova Assembleiafolia, com a convocação de suplentes.  Pelo menos, foi esta a alegação oficial.

Mas Wellington fincou pé nessa posição, segundo se especula, mais com o objetivo de evitar a convocação do primeiro suplente de sua coligação, Bessá Filho, filiado ao PP.

Chegou aos ouvidos do governador que o ex-prefeito B. Sá e seu grupo político não votaram na reeleição do governador. Daí o troco, agora.

Pontapé

Contudo, Bessá Filho não ficará sem teto. Numa articulação do senador Ciro Nogueira com o prefeito Firmino Filho, ele será chamado para uma cadeira de deputado ainda hoje.

O presidente regional do PP, Júlio Arcoverde, se licencia da Assembleia para assumir nesta segunda-feira o cargo de secretário municipal de Esportes e Lazer.

Com isso, o senador e o prefeito de Teresina dão o pontapé no projeto deles para as eleições de 2022, independente de aliança com o governador.

E lembrar que o Progressistas foi o único partido da base governista a pedir formal e publicamente ao governador o corte de despesas em seu novo mandato.

 

 

Cobrança

A Prefeitura de Teresina está cobrando uma dívida de R$ 25 milhões da Secretaria de Saúde do Estado.

O débito corresponde às parcelas em atraso do cofinanciamento da saúde. Os recursos são destinados à atenção básica.

No prego

Durante abertura do ano legislativo na Câmara Municipal de Batalha, o prefeito João Messias (PP) revelou que está com 21meses sem receber nenhum repasse para o Hospital Messias de Andrade Melo.

João Messias votou e fez campanha para Wellington.

No limite

Pelos últimos cálculos da Secretaria de Fazenda, o Governo do Estado está beirando os 49% de gastos com a folha de pessoal.

A Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) acende o alerta quando esse percentual chega a 46,5%, que é o limite prudencial

Foto: Paulo Barros/CCom

Posse O governador Wellington Dias prestigiou, no sábado (16), a posse do novo presidente da Associação Piauiense de Atacadistas e Distribuidores (APAD), Júnior Carvalho. A cerimônia foi realizada em Demerval Lobão, onde ele também é prefeito. Além do governador, se fizeram presentes os senadores Ciro Nogueira e Marcelo Castro, as deputadas federais Margarete Coelho, Rejane Dias e Iracema Portela; o deputado federal Marcos Aurélio Sampaio; e os deputados estaduais Themistocles Filho e Júlio Arcoverde, além de Jonas Moura, presidente da APPM.

 

 

* O ex-deputado Robert Rios (DEM) prepara o gogó para ser candidato a prefeito de Teresina pela oposição nas próximas eleições.

* Quem também está se mexendo para disputar a sucessão do prefeito Firmino Filho é o deputado Georgiano Neto, do PSD.

* O Governo do Estado abre hoje, às 7h, no CETI Raldir Bastos Cavalcante, localizado no bairro Renascença, em Teresina, o ano letivo de 2019.

* É aguardada para hoje a ida do governador Wellington Dias à Assembleia Legislativa para entregar o projeto da reforma administrativa.

 

 

O tempo fechou

No primeiro embate entre governo e oposição na Assembleia Legislativa, na atual legislatura, o deputado Gustavo Neiva (PSB), líder da oposição, não obteve sucesso. Depois de ver derrubado o seu requerimento para a convocação do secretário de Educação, Hélder Jacobina, num debate que durou quase uma hora, ouviu do deputado Nerinho (PTB):

- Sugiro ao deputado que mande suas dúvidas por escrito para que o secretário possa dar os devidos  esclarecimentos.