Cidadeverde.com

Morre Murilo Rezende, braço direito de Alberto Silva

Foto: Arquivo Agência Câmara



Murilo Rezende foi deputado nos anos 70 e 90

O ex-deputado federal Murilo Rezende morreu hoje, em Fortaleza, aos 88 anos. Engenheiro civil e professor universitário, ele projetou-se no Piauí como secretário de Obras do governador Alberto Silva, em seus dois mandatos (1971-1975 e 1987-1991). Murilo Rezende morreu de causas naturais.

Piauiense de Piripiri, Murilo Ferreira Rezende conheceu o engenheiro Alberto Silva na Universidade Estadual do Ceará, onde ambos eram professores na década de 1960.

Quando Alberto Silva foi escolhido governador, Murilo foi convidado para ser seu secretário de Obras, pois comungava das ideias do novo governador e acreditava em seus projetos arrojados, como o Albertão e o programa rodoviário. Ele presidiu também a Fundação de Assistência Geral aos Desportos do Piauí (Fagepi), hoje Fundespi.

Nas eleições de 1974, deixou o governo para concorrer a uma cadeira na Câmara dos Deputados, sendo eleito pela Arena, o partido oficial. Em 1986, foi eleito a suplente do senador Chagas Rodrigues (PMDB). Voltou à Câmara no final do segundo governo Alberto Silva.

Murilo Rezende morava em Fortaleza com a família desde que deixou a vida pública, ao final de seu segundo mandato de deputado federal, em 1995.