Cidadeverde.com

As inovações surgem durante as crises

Foto: Roberta Aline/Cidadeverde.com

Rodrigo Barros, presidene do Fórum Nacional Inova Cidades

 

“A inovação na gestão pública passa pelo modelo mental de quem está executando a coisa pública. É preciso mudar esse modelo e não ficar olhando e terceirizando culpa”, afirmou, ontem, em Teresina, o presidente do Fórum Nacional Inova Cidades, Rodrigo Barros.

O fórum foi instituído pela Frente Nacional de Prefeitos, com o objetivo de promover a integração e compartilhamento de experiências entre os municípios brasileiros.

Rodrigo Barros foi um dos conferencistas de ontem no II Congresso das Cidades, que se realiza no Atlantic City. O evento, idealizado e realizado pelo Grupo de Mídia Cidade Verde – TV, Rádio, Portal e Revista – tem como tema geral “Gestão, Inovação e Desenvolvimento humano”.

O desafio da mudança

O conferencista falou sobre a inovação nas gestões municipais. Atualmente, Rodrigo Barros ocupa também a Secretaria de Desenvolvimento Científico, Econômico, Tecnológico e de Inovação da Prefeitura de Guarulhos, São Paulo.

Ele afirmou que quem está com a responsabilidade na mão, na gestão pública, pode ser o protagonista da transformação, se não ficar apenas olhando a banda passar e terceirizando culpa.

O presidente do Fórum Nacional Inova Cidades disse que o Congresso das Cidades é um evento que tem mexido com o Brasil. Em sua opinião, é uma oportunidade para que se faça uma advocacy sobre o que a inovação deve representar para os municípios.

Rodrigo Barros procurou levar para cada um dos 204 prefeitos piauienses presentes ao Congresso das Cidades a importância da transversalidade da inovação. A seu ver, ela precisa ser feita a partir de um planejamento e permear toda a cidade e todos os órgãos públicos.

É um desafio, segundo ele, mas que deve ser buscado a partir de três pilares – liderança, planejamento e execução.

As grandes inovações, sustentou, surgem em momentos de adversidades, de crise. Neste aspecto, o Brasil vive um momento propício a que elas aconteçam.

 

 

Foto: Divulgação/CCom

Wellington faz primeira reunião com novo secretariado

Ao trabalho

O governador Wellington Dias fez ontem a primeira reunião com sua nova equipe, à qual apresentou os eixos do plano de governo e as novas metas e desafios da gestão a partir de agora.

O plano contém sete eixos estratégicos e um eixo de infraestrutura.

O que fazer

Os eixos estratégicos a serem trabalhados serão: geração de renda, inclusão socioprodutiva e qualidade vida; acesso à saúde e vida saudável; educação de qualidade, inclusiva e para formação humana; segurança, prevenção e direitos humanos; gestão eficiente e participação social; meio ambiente, sustentabilidade e recursos hídricos; políticas inclusivas e defesa das minorias, além de infraestrutura para o desenvolvimento e qualidade de vida.

Rota dos ministros

Nunca antes Parnaíba recebeu tantos ministros quanto agora, no Governo Bolsonaro.

Ontem, visitou a cidade o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto.

Ele visitou os Tabuleiros Litorâneos e prometeu buscar recursos adicionais, total de R$ 120 milhões, para concluir a 2ª etapa da obra até agosto de 2020.

Irrigação

Os Tabuleiros são o maior projeto de agricultura irrigada da região Norte do Estado. Iniciado há 31 anos, 1. 800 hectares do projeto estão em operação produzindo melancia, mamão e outras frutas e, nos lotes empresariais, pecuária leiteira. 

O ministro veio ao Piauí para participar do Congresso das Cidades e foi a Parnaíba a convite do senador Elmano Férrer (Podemos), sendo recebido pelo prefeito Mão Santa.

Tem mais

O ministro da Cidadania, Osmar terra, passou o feriado do Dia do Trabalho em Parnaíba, inaugurando obras com o prefeito Mão Santa e autorizando novas obras para a cidade.

Em fevereiro, a ministra da Agricultura, Teresa Cristina, fez uma visita técnica ao Projeto do Perímetro Irrigado dos Tabuleitos Litorâneos.

Reformas

Os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), garantiram, na visita de cortesia à Assembleia Legislativa, que não só na reforma da Previdência, mas em todas as reformas que tramitarão no Congresso Nacional deve ser priorizado o fortalecimento dos municípios brasileiros.

Encabulado

A estas alturas, o senador Ciro Nogueira deve estar até pensando em pedir desculpas ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho (MDB), por ter tentado derrubá-lo com a candidatura do deputado Hélio Isaías (Progressistas).

Na composição do secretariado do governador, o deputado do PP fez cabelo, barba e bigode, e deixou o senador chupando o dedo.

 

 

* Quatro suplentes de deputados estaduais assumiram ontem cadeiras na Assembleia Legislativa.

* Os novos deputados  são Belê Medeiros (Progressistas), Cícero Magalhães (PT), Warton Lacerda (PT) e Ziza Carvalho (PT).

* Em seus discursos de posse, todos prometeram trabalhar pelo Piauí, principalmente em favor dos mais pobres.

* A taxa de homicídios caiu em 10% em 2018, a maior redução da série histórica. Ainda assim, foram assassinados 57 mil brasileiros no ano passado.

 

 

A dieta da fome

Do humorista Fraga:

- Jejum e regime a gente faz. Fome já vem feita.