Cidadeverde.com

Mãos à obra!

Cinco meses depois de sua posse, o governador Wellington Dias montou, enfim, a sua equipe de trabalho para o quarto mandato, que ele prometeu fazer diferente.

A primeira reunião coletiva do novo secretariado já foi realizada e nela o governador apresentou as diretrizes da nova gestão para cada área. Também já começou a nomear os assessores dos secretários.

A notícia alvissareira é que o Estado vai retomar o programa de obras públicas, com um investimento de pelo menos R$ 300 milhões.

O governador informou que  a retomada das obras será através do Programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa).

Os investimentos serão feitos em mais de 100 municípios, conforme o líder do governo, deputado Francisco Limma (PT).

Entre outras, serão retomadas obras de mobilidade urbana, pavimentação poliédrica e asfáltica, rodoanéis e duplicações de BRs, tanto na capital quanto em municípios do interior.

Então, mãos à obra! O novo governo precisa começar. O Piauí tem muitos problemas a serem enfrentados, em todas as áreas e com urgência.

Que as obras se iniciem logo e que elas tenham começo, meio e fim! Isto é, que sejam feitas efetivamente e que sirvam à população.

 

 

Monstrengo

A Fundação Hospitalar do Piauí sobreviveu à guilhotina da reforma administrativa, mas não à tesoura.

Ele terá seus braços amputados e sua atuação será restrita ao Hospital Getúlio Vargas e ao Hospital Regional de Picos.

Tecnicamente, não há quem consiga justificar a sobrevivência desse monstrengo.

Uber

O deputado Georgiano Neto (PSD) comemorou a decisão unânime do Supremo Tribunal Federal de considerar inconstitucional toda lei municipal que proíba ou restrinja o transporte de passageiros realizado através da utilização de aplicativos de internet.

Conforme o parlamentar, a medida atinge a Lei Municipal 190, que está em vigor em Teresina desde o ano passado, e que causou impacto sobre os motoristas de aplicativos, como Uber e o 99.

Cavalgada

O lançamento da 3ª Cavalgada das Missões foi realizado no final de semana em Teresina. O evento está marcado para a última semana de setembro, segundo informou o seu coordenador, desembargador federal Carlos Augusto Brandão.

A Cavalgada celebra a formação de um dos primeiros aldeamentos do Piauí e busca o resgate das tradições históricas, culturais e religiosas que ao longo do tempo foram legadas ao esquecimento.

O lançamento

O lançamento foi organizado conjuntamente pela coordenação da Cavalgada da Missão dos Aroazes e a Confraria do Divino Espírito, de Valença do Piauí.

O evento contou com a presença de pesquisadores, intelectuais e professores, sendo prestigiado por várias autoridades, como a presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 22ª Região, desembargadora Liana Chaib, a deputada federal Margarete Coelho, a secretária estadual do Meio Ambiente, Sádia Castro, e o prefeito de Aroazes, Tomé Portela.

Houve apresentação musical, a cargo de alunos da Escola Raldir Cavalcante, do residencial Renascença II.

Foto: Divulgação

O lançamento da Cavalgada da Missão dos Aroazes 2019

 

 

* O presidente Jair Bolsonaro afrouxou nos radares de trânsito nas BRs. Ele apontou os equipamentos como “indústria da multa”.

* Não seria mal ver como ele e seus pimpolhos andaram se comportando no trânsito.

* Ele pegou uma multa do Ibama e está botando é quente para afrouxar as regras de proteção à natureza.

* O ex-secretário de Administração, Magno Pires, é o novo diretor administrativo e financeiro do Idepi.

 

 

É preciso saber viver

Do humorista Fraga:

- Se você não aproveitar o dia, o dia se aproveita de você.