Cidadeverde.com

Os tucanos se mexem para 2020

Dois atos no teatro da sucessão municipal em Teresina, ontem. O primeiro foi encenado pelo presidente da Fundação Municipal de Saúde, Charles Silveira, apontado como um forte pré-candidato a prefeito.

Ele garantiu alto e bom som que não deu um passo para ser candidato à sucessão do prefeito Firmino Filho e que está focado em seu trabalho na condução da FMS.  

O professor Charles está fazendo charme. Na verdade, ele tem feito as duas coisas, com muita habilidade, competência e intensidade. Ou seja, tanto tem tocado a gestão quanto feito articulação política.

Firmino em cena

O outro ato foi protagonizado pelo prefeito Firmino Filho. Ele puxou para dentro do campo um jogador que já estava fora dele, no caso o cientista político e professor Washington Bonfim, ex-secretário municipal de Educação e de Planejamento.

O prefeito cobriu o ex-auxiliar de elogios e fez o convite público para que ele volte à equipe e também ao PSDB.

O professor Washington Bonfim está morando em São Paulo, onde exerce a direção do Programa de Apoio à Melhoria da Gestão Pública de sete estados e 12 municípios, entre eles, Teresina.

Essa nova atividade o afastou do dia a dia da política local, o que reduz em muito as suas chances de ser uma opção como candidato ao Palácio da Cidade. A não ser que seu nome seja puxado do bolso do colete do prefeito Firmino Filho.

Outra coisa: apesar de contar com a simpatia de Firmino, Washington está filiado ao Progressistas, que é aliado dos tucanos, mas dificilmente receberia de mão beijada a chance de indicar o cabeça de chapa em 2020.

Além do mais, o professor Washington ainda é visto no meio político como um técnico de alto gabarito, portanto, sem densidade eleitoral para um pleito que promete ser um dos mais acirrados.

A lembrança de seu nome pelo prefeito terá sido, apenas, uma estratégia de Firmino para aliviar a pressão sobre o professor professor Charles.

Ou para dar um recado ao presidente da FMS de que quem dá as cartas na sucessão é ele, Firmino. Mas esta hipótese parece menos provável.

 

 

DNA das verbas

Algumas obras do Estado com retomada anunciada, e outras que estão em andamento no interior do Piauí, e em Teresina, têm empenho de recursos liberados ainda na gestão do ex-presidente Michel Temer (MDB).

É o que informa o deputado Henrique Pires (MDB), através de sua assessoria.

Retomada

Entre os exemplos que podem ser citados, está a obra da badalada galeria da zona Leste em Teresina, que também contou com essa participação e a obra de macrodrenagem do município de Oeiras.

O diretor de engenharia do Idepi (Instituto de Desenvolvimento do Estado do Piauí), Antonio Marcos, explica que o contrato tem prazo de validade para a retomada da obra em outubro deste ano.

Segundo o diretor administrativo financeiro a do Idepi, Magno Pires, já foi tudo empenhado e pago e a obra está com 60%.

Leilão

A Secretaria de Estado da Administração e Previdência (SeadPrev) está realizando um levantamento com o objetivo de atualizar o cadastro geral dos veículos utilizados pela administração pública estadual.

Motos e carros inservíveis serão leiloados até o final do ano.

Há muito tempo o governo optou pela locação de veículos.

País dos Hackers

As últimas informações de Brasília dão conta que centenas de autoridades foram hackeadas, mas o alvo da divulgação das mensagens foi a Lava Jato.

Além de ministros do governo, o presidente Bolsonaro e ministros do Supremo estão entre as vítimas dos hackers.

 

 

* Aos 97 anos, o jurista Celso Barros comanda hoje uma extensa programação de atividades da Academia de Letras, História e Ecologia a Região de Pastos Bons.

* É o aniversário de 15 anos da Academia, fundada e presidida por ele, com sede no município de Pastos Bons, o seu berço natal.

* O presidente do MDB de Teresina e da Assembleia Legislativa, deputado Themístocles Filho, está cada dia mais animado com a candidatura do ex-deputado Dr. Pessoa a prefeito.

* Em Teresina, o professor Washington Bonfim cuida também da saúde. Ele quebrou um dedo do pé.

 

 

Fé e política

O ex-senador João Vicente Claudino foi a Água Branca, a convite do prefeito Jonas Moura, para a inauguração do calçamento de um bairro. Foi saudado com muito entusiasmo por um eleitor, já curtido nas campanhas políticas:

- Nesse aqui eu boto fé!

JVC abriu os braços e um sorriso, e apelou:

- Nunca perca a fé. E não me deixe.