Cidadeverde.com

No Piauí, a saúde não tem pressa!

Foto: Divulgação/CCom

Secretário de Saúde anuncia novos diretores de hospitais

 

No Piauí, a saúde não tem pressa. É o que atesta o Governo do Estado quando, somente ao final de sete meses de seu novo mandato, anuncia a nomeação dos novos diretores dos hospitais da rede estadual de saúde.

O anúncio foi feito na sexta-feira passada pelo secretário de Saúde, Florentino Neto.

Não se pode nem alegar que o governo chegou a essa dificuldade para a escolha dos diretores dos hospitais em função da gigantesca aliança política e partidária que fez para se reeleger.

Desde a sua posse, o governador Wellington Dias deixou bem claro para os correligionários e aliados que a direção dos hospitais do Estado era inegociável.

Ou seja, apenas técnicos escolhidos pelo próprio governo assumiriam a direção dos hospitais.

Não resta dúvida de que se trata de um bom, aliás, um ótimo critério. Quanto menos interferência dos políticos na gestão dos hospitais, melhor.

Mas por que, então, tanta demora para escolher técnicos para a direção dos hospitais?

Raios-X da saúde

A demora do governo apenas agravou a situação do quadro da saúde pública no Piauí. Quase todos os hospitais enfrentam dificuldades, relacionadas especialmente com a falta de equipamentos e insumos.

As entidades médicas já denunciaram por várias vezes a situação. Já fizeram interdição ética de hospitais e até realizaram paralisações para chamar a atenção do governo e cobrar solução para o problema. Sem maiores resultados.

O próprio governo lançou outro dado, no final de semana, que ilustra a sua incapacidade ou o seu descompromisso com a saúde: o Hospital Getúlio Vargas (HGV) encerrou, no sábado (27), a programação de mutirões cirúrgicos do mês de julho.

A ação que teve por objetivo beneficiar 36 pacientes: cinco em ginecologia, 11 em cirurgia geral e 20 em otorrinolaringologia, dos quais 17 são crianças e três adultos.

Ora, o HGV é um hospital gigantesco, o maior do Estado, e apresenta uma quantidade irrisória de procedimentos para sua imensa capacidade técnica.

Além do mais, quando se faz mutirão, em qualquer área, é simplesmente porque o dever de casa não foi feito.

 

 

Bolsonaro e o Piauí

O presidente Jair Bolsonaro registrou em sua conta no Twitter o trabalho de melhoria da BR-135, no Sul do Piauí.

A primeira visita do presidente ao Piauí está anunciada para o próximo dia 14, no aniversário de Parnaíba.

Ele vai inaugurar na cidade uma escola militar do Sesc com o seu nome.

Imagem: Reprodução

 

Encontro dos "paraíba"

Será hoje, em Salvador, a primeira reunião dos governadores do Nordeste após terem sido chamados de “paraíba” pelo presidente Jair Bolsonaro.

Eles garantem que a pauta oficial do fórum é o Consórcio Nordeste.

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), principal alvo das críticas do presidente, garante que será com uma agenda de trabalho que o Nordeste vai responder ao presidente.

Foto: Divulgação

Em Bom Jesus, plantas são substituídas

Arborização

A Prefeitura de Bom Jesus está substituindo as árvores da espécie Nim, nas áreas públicas da cidade, por plantas da região.

O argumento do prefeito Marcos Elvas (PSDB) é que o Nim é asiático e nocivo ao ecossistema regional, matando as abelhas e atrapalhando a florada de outras plantas.

“Por isso, estamos fazendo transplantio de ipês roxos e amarelos nas praças e canteiros”, justifica.

Celso Barros em ação

Aos 97 anos, e “dentro dos 98”, como gosta de ressaltar, o jurista Celso Barros dirigiu, no final de semana, uma ampla programação da Academia de Letras, História e Ecologia da Região de Pastos Bons, no Maranhão.

Entre as atividades, o lançamento da edição de número 50 do jornal "Pastos Bons", uma palestra da advogada Karine Barros Canabrava, a posse de um novo acadêmico e a entrega de três computadores e outros prêmios para alunos da escola pública que se destacaram em leitura e produção de texto.

A prefeita de Pastos Bons, Iriane Gonçalo de Sousa Gaspar, prestigiou o evento, juntamente com outras autoridades.

Foto: Zózimo Tavares

Celso Barros preside sessão da Academia de Letras, História e Ecologia da Região de Pastos Bons

 

 

* O deputado federal Júlio César, presidente regional do PSD, perdeu o Sebastião Martins de Carvalho Neto, no final de semana.

* O irmão do parlamentar morreu na madrugada desábado (27), vítima de um infarto, na cidade de Guadalupe.

* O governador Wellington Dias prestigiou o encerramento do Festival Ópera na Serra, no sábado, em São Raimundo Nonato.

* O evento durou uma semana e envolveu várias expressões artísticas, como música, dança, teatro, circo, cinema, luz e projeção tecnológica e digital em videomapping.

* As atividades foram realizadas no palco do monumento arqueológico “Pedra Furada”, no interior do Parque Nacional da Serra da Capivara.

 

 

Inquietação

Do humorista Fraga:

- Impossível parar para pensar nas inquietações da nossa época. Ninguém nos deixa quietos.