Cidadeverde.com

Oposição cerca o prefeito Firmino Filho

O PSB e outras forças de oposição no Piauí querem atrair o prefeito Firmino Filho para as caravanas que estão realizando pelo interior do Estado. O próximo encontro do PSB do ex-governador Wilson Martins será em Parnaíba, em julho, com a presença já confirmada do ex-governador Zé Filho (sem partido) e do prefeito Mão Santa (SD).

Os oposicionistas piauienses avaliam que o caminho natural do prefeito de Teresina é a oposição, na sucessão estadual de 2018, pois agora, mais do que nunca, o PT e o PSDB são forças antagônicas. No Piauí, os dois partidos até que mantêm uma boa relação, mas no plano nacional petistas e tucanos são como água e óleo.

Há um grupo na oposição que pretende transformar o prefeito em uma das opções para a sucessão do governador Wellington Dias. No PSB, por enquanto existe apenas um pré-candidato definido, que é o ex-governador Wilson Martins. Ele planeja concorrer novamente ao Senado.

No PMDB, o ex-ministro João Henrique Sousa procura se viabilizar como candidato a governador.

O prefeito Firmino Filho não deu um sinal verde para o movimento que pretende envolvê-lo na caminhada da oposição. Ele disse que seu Plano A é chegar a 2018. O prefeito avalia que o quadro político ainda é muito nebuloso e não há perspectivas de superação da crise econômica em curto prazo.

O prefeito considera que é precipitada qualquer movimentação agora visando às eleições do próximo ano, como a formação de chapas e montagem de palanque, dada a situação de indefinição e de incertezas da política nacional.

Política esportiva

No River, a luta é para encontrar um presidente que não queira ser candidato às eleições do próximo ano. O deputado Júlio Arcoverde (PP) abriu mão da presidência do clube porque vai disputar a reeleição.

O ex-senador João Vicente Claudino, um nome de consenso, também declinou do convite para presidir o River alegando que pretende concorrer às eleições do próximo ano.

Outra jogada

Enquanto isso, no Altos, o presidente do clube, Warton Lacerda, não pensa em outra coisa. Ele quer ser candidato a deputado estadual em 2018, à sombra do prestígio popular do clube e da liderança de sua esposa, Patrícia Leal (PT), prefeita do município.

Reforma já!

O deputado federal Marcelo Castro (PMDB) disse ontem que o sistema político é um fator de estabilidade.

Em sua opinião, dependendo do sistema, seleciona-se melhor ou pior os representantes do povo.

Daí a necessidade de se fazer com urgência a reforma política sempre adiada.

Corrupção

O sistema político brasileiro é exclusivo, não existe outro igual no mundo, conforme o parlamentar, que já foi relator de uma comissão especial da reforma política na Câmara Federal.

Segundo o deputado, no sistema atual, quando mais desonesto, mais o candidato tem chance de se eleger.

Complexo é alvo de depredação no Morro do gritador

Vandalismo

Justo no dia em que a Secretaria de Segurança anunciava que estará na 14ª Edição do Festival de Inverno de Pedro II, os vândalos depredaram o Complexo Turístico do Morro do Gritador, uma das atrações da cidade.

A Prefeitura adotou ontem mesmo as providências necessárias para a recuperação do complexo, com a substituição dos equipamentos e estruturas destruídas, bem como notificou as autoridades sobre a ocorrência.

Plataforma digital

A Uespi ganhará uma biblioteca virtual com volumes nas mais diversas áreas do Direito. O Piauí é o primeiro estado a adotar a plataforma digital que contribuirá na formação dos alunos e atualização dos professores nas áreas sociais aplicadas.

A vice-governadora Margarete Coelho, o presidente da Editora Fórum, Luís Cláudio Rodrigues, representantes da Uespi e da PGE selaram a parceria.

Desperdício

O Estado do Piauí paga mensalmente R$ 300 mil à Infraero para administrar o Aeroporto de Parnaíba, que não tem sequer uma lanchonete para servir água e cafezinho!

Ao fazer a reclamação, o deputado federal Paes Landim indaga:

- Não seria mais produtivo o governador oferecer esse dinheiro à Azul, que faz um voo semanal (Parnaíba – Recife) para administrar o Aeroporto e incluir duas viagens semanais de Parnaíba para Teresina e vice-versa?

De coração pra coração - O padre Tony Batista publicou esta foto em sua página no Facebook, com a legenda: “Cuidado e ternura alimentam corações e vidas. Meu "velho", meu bispo, meu irmão e meu amigo!”

 

*Começa hoje, com shows de Miriam Eduardo e Alceu Valença, o Festival de Inverno de Pedro II. O evento vai até domingo.

* O deputado Marcelo Castro (PMDB) calcula que hoje o pedido para processar o presidente Temer não passaria na Câmara Federal.

* A Petrobras anunciou ontem a redução de 2,3% no preço da gasolina e 5,8% no preço do diesel.

*É principalmente o comércio que paga a conta do feriadão que o governador Wellington Dias e o prefeito Firmino Filho dão de mão beijada.

Afasta de mim esse cálice!

Do prefeito Mão Santa, quando indagado se estaria disposto a disputar a Presidência da República em 2018 com o ex-presidente Lula:

- Olha, eu aprendi a não chutar cachorro morto.

PSDB não entra no jogo do PT e desaponta

O assunto que abre a semana política é a decisão do PSDB de seguir na base do governo Temer. O partido decidiu que estará com o presidente até o fim, se não surgir um fato novo capaz de entornar ainda mais o caldo da política.

Os tucanos anunciaram que tomariam uma decisão sobre a aliança com o governo após o julgamento da chapa Dilma-Temer, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A chapa foi absolvida na sexta-feira.

Então, a decisão do PSDB de continuar no governo não surpreende, embora venha sendo muito criticada. As críticas partem dos adversários do presidente Michel Temer e do PSDB.

Ora, o que o PT e seus aliados esperavam dos tucanos? Que fizessem o jogo deles e chutassem o banquinho no qual o presidente da República está pendurado pelo pescoço? O que o PSDB ganharia dando mais força aos petistas e agravando ainda mais a crise, que já é aguda?

O PSDB, como o PT e os demais partidos, prestarão contas de seus atos nas urnas, se não forem alcançados antes pelo braço da justiça.

É lá, no julgamento popular, que se saberá quem, afinal, tem o mínimo de sintonia com as necessidades do país e quem, na percepção do eleitor, apenas joga para a plateia e quer ver o circo pegar fogo.

O circo, no caso, é o Brasil.

Foto: Divulgação

Bancada discute prioridades no orçamento

Orçamento

A Bancada Federal do Piauí discutiu ontem a liberação e a redistribuição de duas Emendas de Bancada Impositivas de 2017, no valor total de R$ 118,6 milhões.

Os recursos, contingenciados por meio do Decreto Nº 9.018, de 30 de março de 2017, serão destinados para as áreas de Saúde e Transportes.

As obras

Desse total, os parlamentares decidiram alocar cerca de R$ 27 milhões para obras na BR 343, do Balão da Avenida Miguel Rosa até o Morro do Uruguai, em Teresina, tendo em vista que os projetos só estarão concluídos no segundo semestre.

Da mesma forma, destinaram R$ 91 milhões para manutenção dos serviços de assistência ambulatorial em unidades de Saúde no interior do Estado.

Segundo o deputado federal Mainha (SD), cada parlamentar vai consignar para os municípios a alocação desses recursos.

Luto em Corrente

O agropecuarista Jesy Lemos Paraguassu faleceu ontem, em Teresina, aos 93 anos de idade. Ex-prefeito de Corrente por dois mandatos,realizou uma obra inovadora, carreando para o Município melhoramentos impensáveis para as condições da época, conforme depoimento do ex-prefeito Jesualdo Cavalcanti.

Por isso, Corrente passou a ser conhecida pelas duas épocas: antes e depois do Jesy.

Jesy Paraguassu com Jesualdo Cavalcanti

Cautela

O prefeito Firmino Filho acredita que a cautela é uma posição responsável para enfrentar o atual momento político brasileiro.

Na sua avaliação, trava-se um embate institucional, com uma guerra sem fronteiras, entre a Presidência da República e o Ministério Público.

Para ele, é fundamental que se busque um consenso dentro do Legislativo para que o país possa atravessar a atual crise.

Futuro sombrio

É difícil, segundo o prefeito de Teresina, imaginar o que será 2018, sem uma perspectiva de solução para a crise política e com a economia em situação crítica, registrando 14,5 milhões de desempregados.

Ele acha fundamental aguardar mais três meses para ver o que vai acontecer no país.

Foto: Pablo Cavalcante/RCV

O prefeito Firmino Filho nos estúdios da Rádio Cidade Verde

* A jornalista Miriam Leitão relatou ontem que sofreu agressão verbal de uma delegação de militantes petistas em um voo de Brasília para o Rio.

* Curiosamente, não apareceu um só feminista para prestar solidariedade à vítima.

* No Brasil, mais da metade da população está com sobrepeso, informa o endocrinologista Wallace Miranda.

* O governo está desengavetando o projeto de correção da tabela do Imposto de Renda em 4%.

* A Igreja de Nossa Senhora do Amparo comemorou ontem os 190 anos de fundação da paróquia. O templo foi construído em 1852.

Sobrevivência

Do prefeito Firmino Filho, sobre as especulações de que seu nome é uma das opções para a sucessão estadual de 2018:

- No atual quadro de incertezas, o que queremos, de verdade, é chegar em 2018. Sobreviver a tudo isso não é pouco.

Oposição procura seu caminho no Piauí

Foto: Divulgação

O ex-senador Freitas Neto no encontro do PSB

As orelhas do governador Wellington Dias devem ter esquentado no final de semana. Na sexta-feira e no sábado, em Picos e em Fronteiras, o ex-ministro João Henrique fez duras críticas ao Governo do Estado, em sua palestra na Caravana Piauí em Movimento.

No sábado, o ex-governador Wilson Martins, presidente regional do PSB, fez mais um encontro do partido, em Campo Maior, e não poupou críticas ao governo.

Segundo o ex-ministro João Henrique, atual presidente nacional do Sesi, “falta ao Governo do PT uma visão estratégica de gestão”. Ele disse também que sobram medidas eleitoreiras que comprometem seriamente o futuro do Estado, como os sucessivos empréstimos.

Em Campo Maior, o ex-governador Wilson Martins reuniu lideranças estaduais do PSB, como o deputado federal Átila Lira, e outras da região. O deputado estadual Dr. Pessoa (PSD) foi um dos convidados para o encontro do PSB, bem como o ex-senador Freitas Neto.

O evento dos socialistas não economizou críticas ao governo. Wilson Martins disse as obras que deixou quase prontas, como o rodoanel, a ponte do meio e a duplicação dos acessos a Teresina pelas BRs-343 e 316, ainda não foram concluídas, embora o Estado tenha feito novos empréstimos.

É a oposição aos poucos saindo da moita no Piauí.

Eleição na Unale

Os deputados usaram o pequeno expediente da sessão de ontem para enaltecer o colega Luciano Nunes (PSDB) pela sua eleição para a presidência da Unale – União Nacional dos Legislativos Estaduais.

O presidente da Casa, Themístocles Filho (PMDB) disse que se sentia orgulhoso com a eleição de Luciano Nunes por aclamação dos mais de mil deputados presentes ao evento.

A vitória

Os deputados Marden Menezes (PSDB), Evaldo Gomes (PTC), João de Deus (PT), Rubens Martins (PSB), Wilson Brandão (PSB) e Georgiano Neto (PSD)também discursaram parabenizando o deputado Luciano Nunes por ocupar um cargo tão importante de nível nacional.

Antes de Luciano, o então deputado Leal Junior eleito vice-presidente da Unale.

Mais um acidente

Mais seis pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas em um novo acidente na BR-135, no Sul do Piauí.

O acidente ocorreu ontem, entre os municípios de Bom Jesus e Gilbués.

Dois carros, um automóvel e uma caminhonete S-10, colidiram frontalmente.

Incompetência

A crise política gera mais um fato inusitado: a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) estaria com a missão de bisbilhotar a vida de ministros do Supremo.

Ora, essa Abin é a mesma que não tomou nem conhecimento de que um empresário estava gravando clandestinamente o presidente da República!

Reforma trabalhista

O desembargador Arnaldo Boson, vice-presidente do TRT do Piauí, foi um dos palestrantes do Congresso Brasileiro de Direito Sindical, realizado em Fortaleza, no final de semana, pela OAB-CE.

A terceirização e a reforma trabalhista foram os temas que nortearam as palestras e discussões do evento.

Foto: Divulgação

Desembargador Boson: palestra em Fortaleza

*O Governo do Estado e a Prefeitura de Teresina decretaram ponto facultativo para o feriado religioso de quinta-feira.

*Será mais um feriadão, pois, como ninguém é de ferro, o que custa enfocar a sexta-feira?

*O MPE tem até 15 dias para recorrer da decisão do TSE que absolveu a chapa Dilma-Temer.

*A Rede da ex-ministra Marina Silva correu na frente e bateu à porta do Supremo pedindo a anulação do julgamento no TSE.

Apocalipse

Da senadora Katia Abreu (PMDB), ex-ministra da Agricultura no governo Dilma Rousseff, sobre a indecisão dos tucanos de saltarem fora do governo:

- O PSDB quer que aconteça algo ainda pior com Temer para desembarcar!

Após o TSE, os novos desafios de Temer

O presidente Michel Temer saltou uma fogueira, com sua absolvição no julgamento do Tribunal Superior Eleitoral, mas ainda tem muitos desafios a superar para salvar o seu mandato. O maior deles é o processo aberto contra ele no Supremo Tribunal Federal, após a delação premiada do dono da JBS-Friboi.

Outro da mesma magnitude é o da recomposição de sua base político-parlamentar. Ela sofreu baixas significativas e corre a ameaça de derreter a qualquer tropeço do presidente. Até aqui, ele vem se mostrando um exímio lutador na arte da guerra da política.

Também se faz crucial para a sobrevivência do presidente no cargo o desempenho da economia. Seu governo já apresentou várias conquistas. Ainda persistem, porém, desafios como o da retomada do emprego.

Desde a divulgação da delação da JBS, a morte política do presidente já foi anunciada diversas vezes e ela não se confirmou. A absolvição da chapa Dilma-Temer no TSE deu um fôlego a Temer, mas ele é um paciente que ainda não recebeu alta médica.

Sem trégua

É certo que não haverá trégua. Novos bombardeios serão disparados contra o Palácio do Planalto. E eles se intensificarão à medida que se aproxima o ano eleitoral.

A favor de Michel Temer conta o fato de que na Justiça os processos andam devagar contra qualquer um. Imagine contra o presidente da República!

Outro fator que lhe favorece é a falta de opção para a sua substituição. Collor tinha Itamar; Dilma tinha Temer. E Temer? O Congresso não daria a cadeira a alguém que não fosse de seus quadros nem a quem, mesmo sendo congressista, não representasse os seus sentimentos.

Uma eleição presidencial direta agora seria inviável. Mesmo que não fosse, qual o cidadão de boa intenção e de ficha limpa que iria querer receber essa batata quente nas mãos – o de ser presidente não de um país, mas de uma crise?

Caminhada

A 22ª. Caminhada da Fraternidade, com o tema “Somos da Paz”, saiu ontem às avenidas de Teresina pedindo o fim da violência.

Antes da caminhada, o arcebispo de Teresina, Dom Jacinto Brito, celebrou uma missa campal, na Praça da Liberdade, pedindo bênçãos aos que participaram do evento.

A exemplo dos anos anteriores, muitos políticos participaram da caminhada.

Safra recorde

O Piauí alcança este ano a marca recorde de mais de 4 milhões de toneladas de grãos colhidos.

O desenvolvimento da cultura da soja é responsável por mais da metade dessa produção. Estima-se que este ano estão sendo colhidos mais dois milhões de toneladas, um aumento de aproximadamente 226%.

A safra recorde é a boa notícia. A ruim é a dificuldade que os produtores têm para escoar a produção.

Fim do Salipi

A 15ª edição do Salão do Livro do Piauí foi encerrada ontem à noite, no Espaço Cultural Rosa dos Ventos, da Universidade Federal do Piauí.

Os organizadores contabilizaram mais um Salipi realizado com pleno êxito, graças à organização, aos parceiros e, sobretudo, ao público que frequentou o salão durante mais de uma semana.

Show

A cerimônia de encerramento da 15ª. edição do Salão do Livro do Piauí ocorreu às 21 horas, seguida da apresentação do Grupo Jet Set Live e do show do grupo Biquíni Cavadão, que encerrou o evento com chave de ouro.

No muro

Se mantiver a sua coerência, o PSDB não dará hoje a sua palavra final sobre o desembarque no governo Temer.

Como se sabe, a marca registrada dos tucanos é não decidir, é ficar em cima do muro.

Caravana

A Caravana Piauí em Movimento esteve no final de semana em Picos e Paulistana, com palestras e debates sobre a situação do Piauí e as perspectivas para o Estado.

Agora já são oito as cidades piauienses a receber a Caravana, iniciativa da Fundação Ulysses Guimarães, órgão de formação política do PMDB, presidida no Piauí pelo ex-ministro João Henrique Sousa.

Foto: Divulgação

João Henrique leva Caravana Piauí em Movimento a mais dois municípios

 

*Vem aí mais uma mudança no trânsito. A alteração ocorrerá nas imediações do Balão da Universidade, a partir de julho.

*No semiárido piauiense, existem barragens com apenas 3% de água, uma tragédia para o abastecimento da região.

*Em Parnaíba, o prefeito Mão Santa reativou a banda de música do município.

* Não há mais solenidade oficial na cidade sem a presença da banda.

Filosofia de vida

Do humorista Fraga:

- Dá, toda vez que pedirem, a tua opinião sobre corrupção. Recibo, nunca.

Ao absolver chapa Dilma-Temer, TSE é condenado

José da Cruz/Agência Brasil 

Julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE

 

O fato de maior repercussão nos meios políticos, esta semana, no Brasil, foi o da conclusão do julgamento do processo pedindo a cassação da chapa vitoriosa na eleição presidencial de 2014. O veredito do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foi de 4 a 3 pela absolvição da chapa Dilma-Temer.

A ação foi impetrada pelo PSDB, logo após a eleição, com o objetivo de fustigar o PT, segundo o candidato derrotado à presidência, senador Aécio Neves. Os tucanos alegaram abuso do poder econômico na campanha eleitoral dos adversários.

A relatora do processo, ministra Maria Thereza de Assis Moura, decidiu pelo seu arquivamento, por falta de provas, mas o novo presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, tratou de ressuscitá-lo, de modo, enfim, a fustigar o PT.

No meio do processo, o PT caiu do poder, através do impeachment da presidente Dilma Rousseff, substituída no Planalto pelo vice Michel Temer. O julgamento foi reaberto em abril passado, sendo suspenso.

Sujeira nas urnas

Na retomada do julgamento, mais novidade: a gravação do presidente da República pelo dono do grupo JBS-Friboi, apresentada pelo Ministério Púbico Federal como um escândalo. E o TSE retomou o julgamento debaixo de pressão para cassar a chapa a qualquer custo.

Depois de intensos e nervosos debates, no julgamento, a Corte se dividiu, com três votos a favor e três contra a condenação. O ministro Gilmar Mendes desempatou a favor da absolvição.

Durante o julgamento, dentro e fora do TSE muitos se mostraram chocados com a exposição das vísceras do sistema eleitoral brasileiro, como se os malfeitos nas campanhas políticas fossem efetivamente uma grande novidade no país.

O eleitor brasileiro que se mostrou revoltado com o resultado do julgamento é o mesmo que, em sua esmagadora maioria, suja a urna eletrônica com voto despejado nela sem critério algum. São os mesmos eleitores que, em repetidas eleições, votam nos mesmos, legitimando os mesmos esquemas, mas que, ao fim, cobram mudanças radicais no país. 

Crise agita julgamento da chapa Dilma-Temer

O Brasil acompanha desde terça-feira, com vivo interesse, o julgamento do processo que pede a cassação da chapa Dilma-Temer, vitoriosa na eleição presidencial de 2014.

O interesse maior pelo caso dá-se em função do momento vivido pelo país, afundado em grave crise política. Por isso mesmo, esse julgamento é feito debaixo de uma tempestade de fatos alheios ao processo, mas que de certa forma lhe dão substância.

Não seria descabido afirmar-se, ainda, que sem esse julgamento no Tribunal Superior Eleitoral, essa enxurrada de fatos também não estaria sendo vista com tanta intensidade.

Esse mesmo processo já foi julgado, lá atrás, sem tanta pressão, e a relatora, ministra Maria Thereza de Assis Moura, decidiu pelo seu arquivamento.

A ação ressuscitou depois, através do ministro Gilmar Mendes, que pediu a sua reabertura para atingir a então presidente Dilma Rousseff. Agora o mesmo ministro procura sepultá-la para beneficiar o presidente Michel Temer.

Ou seja, tudo faz parte do jogo do poder, que nem sempre é limpo. Sempre foi assim. E sempre será, enquanto o país não fizer suas escolhas com mais critério político.

Calote

Em São João do Piauí, foi dado um calote geral na praça. As empresas que trabalharam na instalação de dois parques de energia solar estão devendo muito em postos de combustíveis, lojas de material de construção, gráfica, transporte, restaurante, aluguel de imóveis e lojas de móveis.

Uma das empresas já foi embora da cidade sem pagar suas contas.

Os credores estão no desespero.

Propaganda

O Governo do Estado lançou, há poucos dias, uma grande campanha publicitária para mostrar os investimentos feitos pela iniciativa privada na área de energia no município de São João do Piauí e o impacto desses empreendimentos na economia da região.

Certamente não estava sabendo desses calotes no comércio local.

Foto: Divulgação/CCom

O ex-deputado Warton Santos e o filho Pablo em audiência com o governador

Meu garoto!

Quem voltou ao Palácio de Karnak foi o ex-deputado Warton Santos, secretário dos governos Wilson Martins e Zé Filho. Ele acompanhava o filho, deputado Pablo Santos (PMDB), em seu primeiro despacho com o governador Wellington Dias, como presidente da recém-criada Fundação Hospitalar do Piauí.

TRE digital

Todas as zonas eleitorais do Piauí passarão a utilizar o processo eletrônico até 2019, deixando de lado os arquivos impressos.

O sistema passa a ser obrigatório para os servidores do Tribunal Regional Eleitoral já na próxima segunda-feira. 

O juiz eleitoral Agrimar Araújo disse que são três os benefícios diretos da mudança. "São três ganhos, pelo menos iniciais, que o processo judicial eletrônico traz: a economia, celeridade e transparência".

Foto: Divulgação

O PPS também põe o pé na estrada no Piauí

Pé na estrada

Além do PMDB do ex-ministro João Henrique e do PSB do ex-governador Wilson Martins, o PPS do Piauí também marcha para o interior.

O partido abriu em Piripiri o projeto “PPS pé na Estrada/2016”, com o tema: uma nova Agenda para o Piauí.

O evento foi prestigiado por diversas lideranças políticas da região, em sua maioria vereadores.

Os próximos eventos do PPS serão em Picos, Floriano, Bom Jesus e Teresina.

Deu que chiou

O líder da oposição, deputado Robert Rios (PDT), e o deputado Gustavo Neiva (PSB) fizeram a dobradinha perfeita. Com Robert na tribuna e Gustavo presidindo a sessão, foi caco de Governo para todo lado.

Em um discurso só, o orador deu conta de malhar a segurança, educação, saúde e várias outras áreas.

Não fez economia de tempo. Só de elogios.

 

Foto: Divulgação

Agora vai? - A obra de recuperação e ampliação do Centro de Convenções de Teresina recebeu mais tapumes. Será que agora vai?

 

* A campanha de vacinação contra a gripe, já prorrogada, será encerrada hoje.

* O PT não quer assinar o projeto que visa retirar por completo o sigilo das operações do BNDES.

* O ex-ministro Joaquim Barbosa anda se insinuando como presidenciável ao velho estilo manjado dos políticos que negam o que de fato querem.

* Ele renunciou à presidência do STF e ao cargo de ministro alegando motivos de saúde. E para ser presidente da República não é preciso ter saúde, não?

Curto-circuito

O líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Robert Rios (PDT), não acredita que vá longe a aliança do PT com o PP no Piauí. E explicou:

- Aqui o PP não pode se aproximar do PT que leva uma vaia.

Fraude põe futuro do Nucepe em xeque

Prego batido e ponta virada, como diz o jornalista Elivaldo Barbosa: a Universidade Federal Rural de Pernambuco vai elaborar as novas provas do Concurso da Polícia Militar do Piauí. As provas serão reaplicadas no dia 9 de julho, conforme anúncio do Núcleo de Concursos e Promoções de Eventos (Nucepe), da Universidade Estadual do Piauí.

O concurso público para seleção de soldados da Polícia Militar foi realizado no último dia 21.  A Secretaria de Segurança e o Nucepe confirmaram na manhã seguinte a anulação da primeira etapa do certame, por indicio de fraude.

O concurso teve 32 mil inscritos, concorrendo a 480 vagas ofertadas. Mesmo com forte esquema de segurança, os fraudadores atacaram e foi constatado o vazamento da prova de português.

Houve denúncias de fraude também contra outros três concursos realizados pela Uespi, todos na área de segurança.

Enquanto muita gente aplaude a solução encontrada pelo governo para realizar com maior segurança o concurso da PM, contratando uma universidade de outro estado, eu digo: bonito pra nossa cara!

Chega a ser vexatório termos uma universidade incapaz de fazer um concurso à prova de fraude. Depois dessa, quem ainda vai confiar em concurso executado pela Uespi?

Foto: Pablo Cavalcante/RCV

Secretário Fábio Abreu nos estúdios da Rádio Cidade Verde

Segurança

A Secretaria de Segurança realiza amanhã, a partir das 8 horas, no auditório da OAB-PI, a plenária final para discutir o Plano Estadual de Segurança Pública.

Segundo o secretário Fábio Abreu, o evento já foi realizado nos 12 territórios do Piauí. O último foi em Picos.

Cardiopatia

Como já noticiado, as cirurgias em crianças com cardiopatia congênita eram realizadas aqui mesmo, em Teresina, com regularidade, no Hospital São Marcos e também no Hospital São Paulo.

O Hospital São Marcos informou ontem que suspendeu o serviço para o SUS na área de cardiologia, em março do ano passado, por uma razão muito simples: prejuízo .

O custo

Cada operação saía por R$ 25 mil (o mínimo ) e o SUS pagava 12mil . Desse valor, R$4 mil iam para o médico cirurgião e o hospital ficava com o resto da conta para pagar os outros profissionais, material , medicamentos, UTI, etc .

O Hospital São Marcos enviou proposta de trabalho ao SUS, mas não obteve resposta.

Dez vezes mais

O conselheiro tutelar Djan Moreira, que vem acompanhando essa situação de perto, informou que uma cirurgia dessas, fora do Piauí, custa ao SUS em torno de R$ 200 mil.

Pelo visto, no entanto, na conta do governo, custa menos que os R$ 25 mil que os hospitais do Piauí queriam cobrar pelo serviço.

Afora os transtornos que o tratamento fora gera para todos, especialmente para a família.

Foto: Cidadeverde.com

Presidente da FMS, Sílvio Mendes

Sangria

O presidente municipal de Saúde, Silvio Mendes, reaparece com lamúrias sobre os gastos da Prefeitura de Teresina com saúde.

Segundo ele, essas despesas chegam a 36% do orçamento do município. E não param de crescer.

Ora, foi o próprio Sílvio que, quando prefeito, ajudou a fazer essa conta, abrindo o Hospital de Urgência de Teresina como porta única para os casos de urgência e emergência na capital, atendendo a todo o Piauí e até outros Estados.

Aporte extra

Antes, esse atendimento era feito pelo Pronto-Socorro do Hospital Getúlio Vargas, da rede estadual. Depois da inauguração do HUT, foi centralizado lá.

Quando passou pelo Ministério da Saúde, o deputado federal Marcelo Castro aumentou o aporte de recursos para a saúde de Teresina em R$ 80 milhões por ano.

Sem isso, a saúde de Teresina estaria hoje em maus lençóis.

Caravana

O presidente estadual da Fundação Ulysses Guimarães, João Henrique Sousa, estará amanhã em Picos e no sábado em Paulistana, com a Caravana Piauí em Movimento.

O evento reunirá empresários, servidores públicos e lideranças políticas dos dois municípios e de cidades vizinhas para discutir a situação do Brasil e, em especial, a do Piauí, e as perspectivas de desenvolvimento para o Estado.

Debate

Em Picos, a palestra ocorrerá na Associação Comercial e Industrial da Grande Picos, a partir das 19 horas. Em Paulistana, será na Câmara Municipal, também a partir das 19 horas.

A Caravana Piauí em Movimento é uma iniciativa da Fundação Ulysses Guimarães que vai percorrer as 15 maiores cidades do Piauí até o final do ano, para debater os problemas do Piauí e levantar dados sobre o potencial e as riquezas do Estado.

Empréstimo

O governador Wellington Dias se reuniu ontem, em Brasília, com deputados federais e dirigentes partidários para pedir apoio para o empréstimo de R$ 915 milhões que o Estado pleiteia junto à Caixa Econômica Federal.

O pedido de empréstimo já foi aprovado na Assembleia Legislativa.

Liberação

O governador esteve com os deputados José de Andrade Maia Filho, o Mainha, e Iracema Portela, do PP.

Ele apresentou aos dois as justificativas do pedido de empréstimo, explicou a importância que o dinheiro terá para o Estado e solicitou que façam articulações na Caixa, na Câmara Federal e junto ao Governo Federal para destravar o financiamento. 

Foto: Divulgação

O governador Wellington Dias e o deputado Mainha

* O prefeito Firmino Filho esclareceu que a revisão de tarifa de água é anual, conforme o contrato assinado entre a Agespisa e a PMT.

* O contrato é monitorado pela Arsete, a agência reguladora de saneamento básico de Teresina. O novo reajuste, já autorizado, foi de 2,98%.

* A Secretaria de Segurança está de orelha em pé, com a soltura, pela justiça, de dez perigosos assaltantes de banco, em março.

Nervos à flor da pele

Do líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Robert Rios (PDT), sobre as dificuldades de ser governo no atual cenário da política brasileira:

- Hoje o governo não pode ouvir uma sirene de ambulância que já pensa que é a polícia.

Piauí anda na contramão da história

Somente ontem, depois das mortes de 14 bebês apenas este ano, a Secretaria de Saúde apresentou uma proposta para atender as crianças com cardiopatia congênita no Piauí. Ela foi apresentada depois de denúncia do Conselho Tutelar sobre o risco de mais 17 bebês morrerem por falta de assistência.

O secretário de Saúde, Florentino Neto, apresentou ao Fórum da Primeira Infância a ideia de se estudar a viabilidade para realização de mutirões cirúrgicos para atender a crianças portadoras de cardiopatia congênita. A proposta foi apresentada durante reunião com a juíza da 1ª. Vara da Infância, Maria Luiza de Moura, do conselheiro Tutelar, Djan Moreira, da superintendente de Relações Sociais, Núbia Lopes, e do presidente do Conselho Estadual de Saúde, Teófilo Cavalcante.

O secretário instituiu uma comissão para estudar a implantação do serviço, que vai requerer tanto a parte estrutural como de profissional. Os mutirões deverão ser realizados aos finais de semana. “Estabelecemos uma comissão formada por médicos e técnicos da Secretaria, para que, no prazo de 30 dias eles possam contactar todos os centros de saúde do país que trabalham nesta especialidade. Com isso, possamos recrutar equipes para rotina de mutirão aos finais de semana, evitando que crianças se deslocam para outros estados”, afirma Florentino.

Tratamento fora

Em sua maioria, as crianças com diagnóstico de cardiopatia congênita são atendidas fora do Piauí, especialmente em Recife, Goiânia e São Paulo. Para tanto, elas são inseridas na Central Nacional de Regulação de Alta Complexidade (CNRAC), cuja regulação é feita pelo Ministério da Saúde. E haja demora. As crianças chegam a ficar nove meses na fila de atendimento.

“Nós não temos o domínio desse agendamento. Há um esforço da Secretaria em garantir o atendimento, toda a equipe é imbuída em resolver esse problema. Por isso, nós vamos aprimorar essa assistência”, afirma Florentino. 

A Secretaria de Saúde informou ainda que, em 2017, o Piauí incluiu 21 crianças nessa regulação, sendo que 13 ou já foram atendidas, seja em consulta ou mesmo o procedimento cirúrgico, ou estão com procedimento agendado. Duas delas, inclusive, embarcaram ontem para São Paulo e mais duas têm agendamento para este mês de junho.

Foto: Cidadeverde.com

Cardiologista Elisiário Júnior

Urgência

O cardiologista Elisiário Júnior disse ontem que o atendimento a crianças com cardiopatia congênita era feito no Piauí até pouco tempo, nos Hospitais São Marcos e São Paulo, com tratamento totalmente custeado pelo Sus. Ele não soube explicar os motivos da suspensão do tratamento em Teresina.

A cardiopatia congênita é uma anormalidade na estrutura ou função do coração. Ela surge nas primeiras oito semanas de gestação, quando se forma o coração do bebê. O cardiologista informou que a cirurgia realizada nos primeiros 15 dias de vida do bebê tem maiores chances de sucesso.

O Piauí anda, mais uma vez, na contramão da história. O Estado vende Teresina como um Polo Regional de Saúde, mas, ao invés de avançar nessa área, perde a sua capacidade de realizar procedimentos que já vinha fazendo com sucesso há muito tempo.

 

Foto: Divulgação/Ascom-CN/Sesi

Sesi inaugura nova sede em Brasília

Sesi em nova sede

Ministros, presidentes das Federações das Indústrias de todos os Estados, políticos e outros convidados foram recebidos ontem à noite pelo presidente do Conselho Nacional do Sesi, João Henrique Sousa, na inauguração da nova sede da entidade, no edifício Armando Monteiro Neto, em Brasília.

Piauí no TSE

O Piauí foi destaque ontem, no TSE, na retomada do julgamento do pedido de cassação da chapa Dilma-Temer.

O advogado do PSDB, Flávio Henrique Costa Pereira, justificou a cassação da chapa completa alegando que o Tribunal Superior Eleitoral já havia tomado medida idêntica em relação ao então governador do Piauí, Mão Santa, e seu vice, Osmar Júnior, em 2001.

Cassação

O ex-presidente da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, falou como advogado de defesa do presidente Michel Temer.

A propósito, Marcus Vinícius atuou no TSE na acusação que levou à cassação de Mão Santa, ao lado do hoje ministro da Justiça, Torquato Jardim.

O julgamento da chapa Dilma/Temer será retomado hoje, às 9 horas, com três preliminares: cerceamento defesa, prova ilícita e ampliação da causa de pedir ( inclusão de fatos novos).

Foto: Divulgação

Henrique Pires discute integração de bacias com ministro

Bacias hidrográficas

A unificação e revitalização das bacias, entre elas as dos rios Parnaíba e Piauí, foi o tema de recente encontro do secretário nacional de Estruturação do Turismo, Henrique Pires, e o ministro da Integração Nacional,Helder Barbalho, e o deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PB).   

Faltou quórum

Na reunião da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia, ocorrida ontem, havia extensa pauta e pelo menos metade dela era de projetos relatados pelo deputado Edson Ferreira (PSD), que estava ausente.

Não deu outra, diante de determinação de que só se votam os projetos cujos relatores estão presentes, o deputado Rubem Martins (PSB) bateu o pé e reclamou que dessa forma a pauta da Comissão ficaria trancada por várias ocasiões.

Reforma avança

A proposta da reforma trabalhista avançou na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal.

Mesmo com duras críticas feitas pela oposição e até por integrantes da base governista, o relatório do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) foi aprovado por 14 votos a 11. A discussão durou quase oito horas. 

Vaquejada

O Brasil ainda quer ser levado a sério. Ontem, o Congresso Nacional promulgou a emenda à Constituição que libera em todo o país a vaquejada, prática considerada inconstitucional no ano passado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

O novo texto estabelece que “não são cruéis as práticas desportivas que utilizem animais, desde que sejam manifestações culturais”. 

Foto: Reprodução

Constituição agora abriga a prática da vaquejada

Bom de jogo

O ministro Édson Fachin, do STF, mostrou que sabe jogar. Ele encaminhou para o plenário do Supremo Tribunal Federal a decisão sobre a sua manutenção ou não na relatoria dos casos referentes à delação da JBS, como o inquérito que investiga o presidente Michel Temer por crimes como corrupção passiva e obstrução de Justiça.

Sinuca de bico

O pedido de afastamento do ministro do caso foi protocolado pelo governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB).

Fachin despachou a petição para o plenário da Corte, onde vai medir se tem ou não força para tocar o caso.

Os ministros terão dificuldade em afastá-lo.

O caso é outro

O governador do Mato Grosso do Sul argumenta que a colaboração da empresa JBS e seus desdobramentos não têm relação com outros processos que estão no gabinete do ministro, portanto, ele não teria preferência para ser relator.

Com isso, a delação da JBS teria que ter sido distribuída, por sorteio, entre 10 ministros da Corte – a presidente Cármen Lúcia não participa.

Fundo sem fundo

O promotor de Justiça Sinobilino Pinheiro da Silva Júnior, titular da 2º Promotoria de Justiça de Valença do Piauí, instaurou inquérito civil público para investigar o ex-prefeito de Novo Oriente, Marcos Vinícius.

O Ministério Público vai apurar a retirada de mais de R$ 1 milhão da conta do Fundo Previdenciário do Município, em agosto do ano passado, praticamente zerando a sua reserva financeira.

Semeando palavras e plantando árvores - Cineas Santos, professor e escritor, visitou o Centro Municipal de Educação Infantil Francisco de Assis e, com as crianças, plantou ipês no pátio da escola.

* Deram um tango no cantor Moacir Franco, que não recebeu o seu cachê e, portanto, não fez o show de sábado na AABB, em Teresina.

* Os fãs do artista que compraram mesas e ingressos saíram desapontados. Mas ninguém foi à delegacia de polícia registrar B.O.

* A conta de água vai subir quase 3% a partir de julho em Teresina. É bom os consumidores irem se acostumando.

* Com a entrega do serviço de abastecimento de água e esgoto para a iniciativa privada, esses aumentos serão mais frequentes.

O xis da questão

Do humorista Fraga:

- Quando ministros escolhidos a dedo caem um a um, a gravidade está no dedo.

Aumenta a pressão sobre o TSE

Esta história é muito conhecida nos círculos do poder, em Brasília: quando o ex-presidente José Sarney deixou o Planalto, decidiu candidatar-se a senador pelo Amapá, em 1990. O caso foi parar no STF, porque os adversários resolveram impugnar sua candidatura. Um ministro da Corte indicado por Sarney, quando presidente, votou pela impugnação. Em seguida, telefonou ao padrinho de sua nomeação, Saulo Ramos, ex-ministro da Justiça, para explicar-se. O episódio foi registrado em livro:

— Doutor Saulo, o senhor deve ter estranhado o meu voto no caso do presidente.

— Claro! O que deu em você?

— É que a Folha de S.Paulo, na véspera da votação, noticiou a afirmação de que o presidente Sarney tinha os votos certos dos ministros que nomeou e citou meu nome como um deles. Quando chegou minha vez de votar, o presidente já estava vitorioso pelo número de votos a seu favor. Não precisava mais do meu. Votei contra para desmentir a Folha de S.Paulo. Mas fique tranquilo. Se meu voto fosse decisivo, eu teria votado a favor do presidente.

— Espere um pouco. Deixe-me ver se compreendi bem. Você votou contra o Sarney porque a Folha de S.Paulo noticiou que você votaria a favor?

— Sim.

— E se o Sarney já não houvesse ganhado, quando chegou sua vez de votar, você, nesse caso, votaria a favor dele?

— Exatamente. O senhor entendeu?

— Entendi. Entendi que você é um juiz de merda.

***

O caso está registrado na página 170 do livro Código da Vida, do jurista Saulo Ramos, ex-consultor-geral da República e ex-ministro da Justiça, no governo Sarney. A obra foi publicada em 2007, pela editora Planeta. Conforme seu relato, foi ele mesmo, em carne e osso, e de viva voz, quem passou o pito no ministro do Supremo, o então novato Celso de Mello, hoje decano do STF.

O que se espera do Tribunal

O episódio vem à tona sempre que um dos tribunais superiores é posto contra a parede, como agora, no caso do julgamento do pedido de cassação da chapa Dilma-Temer, no TSE. Nos últimos dias, seus ministros vêm recebendo pressões de todos os lados.

O julgamento será retomado hoje e o que se espera justamente é que o Tribunal Superior Eleitoral decida conforme a convicção de cada um de seus sete membros, formada a partir da análise técnica e acurada das denúncias e das provas juntadas ao processo.

Há poucos dias, o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, declarou que os magistrados não são de Marte. Isto é, eles não são alheios às influências externas em seus julgamentos.

Depois disso, diante do agravamento da crise política, após a delação premiada do grupo JBS/Friboi, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral deu outra declaração: não está no TSE a solução para a crise política.

Se está na política a solução para a crise, os políticos, enquanto puderem, vão tirando o corpo de banda, pois muitos se alimentam dela.

 

Foto: João Albert/CCom

Governador reúne prefeitos, parlamentares e gestores

Racionamento

O Governo do Estado decidiu decretar o racionamento de água em 40 municípios do semiárido. O objetivo da medida é evitar uma crise hídrica no Piauí nos próximos meses.

A decisão foi tomada ontem, durante reunião no Palácio de Karnak entre o governador Wellington Dias e representantes da Bancada Federal, dos Gabinetes dos Senadores, da Codevasf, Funasa, Appm, Exército, Defesa Civil, Semar e dos municípios de Campo Grande, Fronteiras, Pio IX, São Julião e Vila Nova do Piauí.

O decreto para o racionamento deve ser assinado ainda nesta semana.

Fracasso

A orientação é de que sejam consumidos, diariamente, de 50 a 70 litros de água por família.

O governo vai apenas oficializar um racionamento que já existe na prática, pois a falta de água nesses municípios é crônica.

A medida é apenas um atestado de que fracassaram as tais políticas públicas objetivando tornar possível a convivência do homem do semiárido com a seca sem tanto sofrimento.

Menos mortes

Caiu em 9,6% a taxa de homicídios no Piauí relativa a 2015.  Foram registrados 20,3 homicídios por cada 100 mil habitantes em 2015, contra 22,4 em 2014.

Os dados são do Instituto de Pesquisa Econômica Ampliada (Ipea) e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e foram divulgados ontem pela Coordenadoria de Comunicação do Governo do Estado.

No Nordeste

Conforme a nota, no Nordeste, a taxa de homicídios no Piauí chega a ser praticamente a metade da média dos demais estados, que é em torno de 40 homicídios por cada 100 mil habitantes.

Lobby no Senado

Após o estouro do escândalo da delação premiada do grupo JBS/Friboi, foi divulgado que o ministro Édson Fachin, quando candidato ao Supremo, visitou os gabinetes de alguns senadores, cabalando voto.

Até aí, nada de mais.

Homem da mala

Segundo o jornalista João Bastos Moreno, do jornal O Globo, Fachin fez lobby no Senado escoltado por ninguém menos do que Ricardo Saud, que vinha a ser justamente o homem da mala da J&F. Aí a coisa muda.

Era ele que pagava boa parte dos “benefícios” a quase 2 mil políticos listados na delação da empresa.

Ninguém desmentiu a informação de Moreno.

Fachin com Joesley

Ontem, o jornalista Reinaldo Azevedo, divulgou em seu blog, agora hospedado no site da RedeTV, que Fachin jantou com o dono da JBS, em Brasília, antes de sua nomeação para o STF.

O jornalista lançou em seu blog um questionário para Édson Fachin, transcrito a seguir:

As perguntas

– ministro Edson Fachin, quando apenas candidato ao STF, o senhor esteve num jantar com Joesley Batista, em Brasília, que começou por volta de 21h e só terminou às 6h do dia seguinte?;

– a esse jantar, na casa que o empresário mantém na capital, não estava presente o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), que resistia à sua candidatura?;
– o senhor, por acaso, não saiu dali, de manhã, e foi direto para o aeroporto?;
– o sr. lembra o que serviram no jantar?;
– e qual foi o cardápio de conversa tão demorada?;
– ao fim do encontro, Renan já estava convencido?

Relatoria

Reinaldo Azevedo cobra que Fachin abra mão da relatoria do Caso JBS no Supremo. “Sei lá se um outro seria melhor ou pior para Temer. Pouco importa nesse caso. Não dá é para aceitar o inaceitável. E não é aceitável que ele tenha sido, vamos dizer, acolhido pelo empresário que confessou 245 crimes e depois se mandou para Nova York, deixando atrás de si um país perplexo, mergulhado na certeza e da desesperança.”

* A Secretaria de Saúde decidiu não estender a campanha de vacinação contra a gripe para toda a população enquanto não vacinar o público-alvo.

* Assim, a campanha segue normalmente até o próximo dia 9. Faltam ser aplicadas 45 mil doses da vacina em todo o Estado.

* Se os ministros do TSE forem julgar o pedido de cassação da chapa Dilma/Temer com base no noticiário, ficarão tontos.

* A artilharia dos envolvidos e interessados diretamente no caso tem sido pesada nos últimos dias. Espalham areia para todos os lados.

Coisa de palhaço

Em sua campanha para a Câmara Federal, o palhaço Tiririca brincava na TV:

- Vote em Tiririca. Pior que tá, não fica!

Ao lembrar o slogan de Tiririca, o jornalista e escritor Marcelo Rubens Paiva, aguardado para o encerramento do Salipi 2017, observou:

- Errou o palhaço Tiririca!

Mais uma prova de fogo para Michel Temer

O presidente Michel Temer vai ser submetido a uma nova prova de fogo a partir de amanhã, com a retomada do julgamento do processo que pede a cassação da chapa presidencial eleita em 2014. Os olhos da nação se voltam para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Os adversários do presidente não têm dúvida quanto à sua condenação. Já os aliados se dividem quanto às suas chances de sobrevivência no julgamento da Justiça Eleitoral. O que é certo, mesmo, é que o TSE estará diante de um dos casos mais complexos de sua história.

A cassação da chapa foi pedida pelo PSDB, alegado abuso de poder econômico.  O julgamento foi interrompido no início de abril, após uma queixa dos advogados do PMDB e do PT em relação a um suposto cerceamento de defesa. O Ministério Público Eleitoral também pediu para colher os depoimentos dos marqueteiros João Santana e Mônica Moura, presos pela Lava-Jato.

Novo cenário

O julgamento será retomado em um cenário completamente diferente. O TSE, composto de sete membros, passou a contar com dois novos ministros, nomeados pelo presidente. Além disso, as respectivas defesas ressuscitaram a pressão para que o processo retomasse o escopo original — a campanha de 2014, desprezando delações que surgiram depois.

O complicador maior, porém, foi justamente a delação do grupo JBS, que levou o governo Temer ao chão.

Pedido de vistas

Tendo em vista que se trata de um processo complexo e grave, os especialistas e analistas apostam em um pedido de vistas. Alega-se, a propósito, que no TSE apenas o seu relator, ministro Hermann Benjamin, tem o pleno domínio do caso, o que justificaria o elastecimento do prazo para um exame mais aprofundado das acusações e das provas.

Nesse caso, o julgamento provavelmente só seria concluído no segundo semestre.

Em qualquer circunstância, porém – isto é, seja com a conclusão do julgamento agora ou seja com a sua nova suspensão –,  a situação do governo se torna particularmente dramática, o que não indica, no entanto, que venha a sucumbir.

Afinal, resistir às denúncias, pressões e bombardeios disparados desde a delação da JBS-Friboi não é para qualquer um. 

Menos ônibus

Entre 2014 e 2016, o Brasil perdeu 56 empresas de ônibus que prestavam serviços urbanos e metropolitanos em diversas regiões.

A maior parte delas, 44, entrou em falência ou encerrou as atividades, enquanto que 12 não participaram ou foram derrotadas em processos de licitação e não continuaram no setor.

Pesquisa

É o que aponta uma pesquisa inédita da NTU – Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos realizada pelo Instituto FSB Pesquisa.

O número de empresas que deixaram de operar corresponde a 9,9% do total de filiadas da entidade, que representa mais de 550 viações em todo o País.

Em Teresina

A crise chegou nas empresas de ônibus chegou também a Teresina.  Em dois anos, duas delas fecharam as portas.

Pelo menos outras quatro estão em situação crítica.

Gleisi comanda PT

A senadora Gleisi Hoffmann foi eleita para a presidência nacional do PT, no encontro do partido realizado em Brasília, no final de semana.

É a primeira mulher a se eleger para o comando nacional da sigla.

É também a primeira a presidir o PT depois de cair na Lava-Jato.

Podemos

O deputado federal Silas Freire informou que o líder do "Podemos" na Câmara Federal, deputado federal Daniel Baldy, e o presidente da Fundação Nacional de Saúde- Funasa, Rodrigo Dias, estarão hoje em Teresina.

A visita tem por objetivo oficializar o convite para a filiação de Silas Freire ao Podemos , prevista para ocorrer no dia 1º de julho. 

Salipi

Ausências sentidas no Salipi 2017, com estandes: Sebrae-PI, Fundação Monsenhor Chaves, Secretaria de Cultura e Academia Piauiense de Letras.

A Secretaria de Educação disponibilizou R$ 200 mil em cheque-livro para os estudantes. A Secretaria Municipal de Educação, R$ 70 mil.

Foto: Divulgação/Salipi

Salão do Livro, no Espaço Rosa dos Ventos (UFPI)

* No Piauí, o Detran segue rebocando os veículos com o IPVA em atraso. A apreensão foi proibida pelo Superior Tribunal de Justiça.

* O ex-deputado federal Jesus Rodrigues se movimenta para concorrer ao Senado nas próximas eleições. Histórico do PT, ele saiu do partido e filiou-se ao PSol.

* O Setut trocou de comando. O novo presidente do sindicato é o empresário Edmilson Carvalho.

* Já o Consórcio que faz a gestão dos ônibus é presidido pelo empresário Aberlan Euclides.

Afasta de mim esse cálice!

Do cantor e compositor Moacir Franco, que fez show em Teresina no final de semana, ao falar sobre sua experiência como deputado federal, nos anos 80:

- Aprendi muita coisa lá na Câmara dos Deputados. Uma delas: não ir lá nunca mais!

Posts anteriores