Cidadeverde.com

ICMS não deixa preço da gasolina baixar, reclama Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro voltou a alfinetar ontem os governadores sobre a taxação dos preços dos combustíveis.

Ele postou nas mídias sociais: “Pela 3a vez consecutiva baixamos os preços da gasolina e diesel nas refinarias, mas os preços não diminuem nos postos, por quê?”

Ele mesmo respondeu: “Porque os governadores cobram, em média, 30% de ICMS sobre o valor médio cobrado nas bombas dos postos e atualizam apenas de 15 em 15 dias, prejudicando o consumidor.”

E continuou:

“Como regra, os governadores não admitem perder receita, mesmo que o preço do litro nas refinarias caia para R$ 0,50 o litro. O que o presidente da República pode fazer, para diminuir então o preço do diesel/gasolina para o consumidor?”

Segundo Bolsonaro, o que o presidente pode é “Mudar a legislação por Lei Complementar, de modo que o ICMS seja um valor fixo por litro, e não mais pela média dos postos (além de outras medidas). E agora? Em quanto tempo? Como fica o interesse dos governadores? Etc.”

Bolsonaro anunciou que encaminhará proposta ao Legislativo e lutará pela sua aprovação.

As alíquotas do Piauí

De fato, os governadores não aceitam reduzir a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para os combustíveis.

O Piauí, por exemplo, cobra alíquotas que estão entre as mais altas do país. Elas foram elevadas três vezes só no mandato passado de Wellington Dias.

Atualmente, estão nas seguintes faixas: 18% sobre o diesel; 22% sobre o álcool; 29% sobre a gasolina, mais 2% para o Fundo de Combate à Pobreza, totalizando 31%.

A arrecadação anual com o ICMS cobrado sobre os combustíveis, no Piauí, é de R$ 1 bilhão, ou seja, um quarto da arrecadação total do imposto. Desse total, 25% são rateados entre os municípios.

Trocando em miúdos, nem o Piauí nem qualquer outro Estado abrirão mão dessa receita.

 

 

Prestação de contas

O governador Wellington Dias retorna hoje à Assembleia Legislativa para a leitura de sua mensagem anual ao Legislativo.

A solenidade de abertura do ano legislativo começa às 9 horas, com a foto oficial e a passagem em revista a tropa, pelo presidente da Assembleia, deputado Themístocles Filho (MDB), na Praça Marechal Castelo Branco.

A mensagem

Após o discurso de abertura das atividades em 2020 pelo presidente da Assembleia e antecedendo a leitura da Mensagem pelo governador, haverá a exibição de um vídeo institucional sobre as ações do Executivo em 2019.
O governador fará um balanço das atividades no ano passado e o anúncio das prioridades para os próximos anos. 

Foto: Divulgação

O senador Elmano Férrer com empresários parnaibanos

Parnaíba

O senador Elmano Férrer (Podemos) cumpriu, no final de semana, agenda em Parnaíba com reuniões políticas, tratando de projetos para o município com o prefeito Mão Santa.

Também participou do aniversário da Secretaria do Patrimônio da União, assim como da instalação do Movimento Empreender (MOVE) com a palestra do economista Felipe Mendes.

Projetos pessoais

“O que nós podemos fazer para o desenvolvimento? Estou com cinco anos no Senado e às vezes me questiono, porque vejo que os grandes problemas nossos são políticos. Em tese, os políticos têm um projeto pessoal, não é projeto de Estado, nem de região e nem do país. Todos têm seus interesses. Além da corrupção, que tem que ser dado um basta. Esse trabalho foi iniciado com a operação Lava Jato. É preciso uma reforma política e de Estado”, declarou o parlamentar durante debate na instalação do MOVE e palestra do economista Felipe Mendes.

Foto: Divulgação

Amigos - O governador de Brasília, Ibaneis Rocha (MDB), com o ex-governador e ex-senador Hugo Napoleão, seu colega de advocacia e amigo.

 

 

* Conclusão da Reforma Tributária, com a simplificação de impostos aos brasileiros, e a análise do marco legal do saneamento básico.

 * Estas são duas pautas que estão entre os temas prioritários deste primeiro semestre no Senado, segundo o seu presidente, Davi Alcolumbre.

* A família do ex-ministro João Henrique celebra o aniversário dele, hoje, com missa e corte de bolo na sede do MDB, a partir das 9 horas.

* O prefeito Firmino Filho irá hoje à Câmara Municipal para a abertura do ano legislativo e leitura de sua mensagem aos vereadores.

 

 

O vírus chinês

Do humorista Fraga:

- Se o vírus viaja da China para outros países no corpo de turistas, também pode ser chamado de caronavírus.

 

Duplicação da BR 316 avança e vai chegar a Demerval Lobão

Foto: Divulgação/CCom

Viaduto em construção na duplicação da BR 316 

 

As obras de duplicação da BR-316 avançam em ritmo acelerado, depois de retomadas em julho do ano passado.

Os serviços foram iniciados em 2013, no Governo Wilson Martins, mas de lá para cá enfrentaram várias paralisações.

Em função disso, muitas obras executadas tiverem de ser refeitas, especialmente na área de terraplanagem.

A nova construtora contratada pelo Governo do Estado, a Hidros, reiniciou a obra em 2019 com apenas 30% dos serviços de terraplanagem executados e 11% do total da obra.

Em 150 dias de trabalho,na atual fase, as obras executadas avançaram para 27% do total. A meta é concluir os serviços por todo este ano.

O trecho tem 8,5 quilômetros de extensão, começando da altura da Casa de Custódia e indo até um pouco além do posto da Polícia Rodoviária Federal, em direção ao município de Demerval Lobão.

A obra é de responsabilidade do Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

Ela consiste na execução dos serviços Remanescentes de Adequação, Duplicação, Melhoramento e Restauração na Rodovia BR – 316/PI, no acesso Sul de Teresina.

Fonte: Construtora Hidros

Os percentuais dos serviços executados nas obras de duplicação da BR 316

 

Novo trecho

A mesma construtora ganhou a licitação para fazer o prolongamento da duplicação até o município de Demerval Lobão.

O novo trecho será uma extensão de 20 quilômetros. O contrato para Elaboração do Projeto Básico e Executivo de Engenharia e Execução das Obras já foi assinado com o Dnit.

No momento, a construtora trabalha junto ao Dnit para fechar o traçado e finalizar todos os detalhes de concepção.

Em paralelo, a empreiteira já está fazendo ensaios geotécnicos ao longo do trecho, levantamentos topográficos, identificação de jazidas de material de aterro e base e fontes de água.

Outro ponto importante que está sendo feito são todos os estudos ambientais para obtenção das licenças definitivas autorizando o início da obra.

Enfim, os próximos meses serão de elaboração de projetos básicos e executivos para a obra sair do papel.

O prazo de conclusão da duplicação da BR 316 até Demerval Lobão é de 720 dias.

PT deve um palanque a Fábio Novo

MDB, PL e PT são os três partidos aliados ao Governo do Estado que já decidiram marchar com candidato próprio à Prefeitura de Teresina, nas próximas eleições. O PSD ainda não bateu o martelo sobre a questão.

Dos três partidos governistas que estão com nomes definidos, dois já fizeram o pré-lançamento de seus candidatos.

Na semana passada, o PL deu a largada na pré-campanha do secretário de Segurança, deputado Fábio Abreu.

Ontem, o MDB fez o pré-lançamento do ex-deputado Dr. Pessoa, em evento que contou com a presença do governador de Brasília, Ibaneis Rocha.

Fazia tempo que o PT não chegava unido a uma eleição de prefeito em Teresina.

O deputado Fábio Novo conseguiu a proeza de unificar o partido para a disputa. E está com vontade de fazer campanha.

Falta, no entanto, o PT dar ao pré-candidato uma arrancada à altura das grandes campanhas do partido na capital.

Ou seja, o PT deve ao seu candidato uma campanha à altura da tradição do partido em Teresina.

 

 

Pena alternativa

No Piauí, aproximadamente 4 mil apenados cumprem penas alternativas. A informação é do defensor-geral do Estado, Erisvaldo Marques, com base em relatório sobre a situação do sistema prisional.

Aproximadamente 5 mil presos cumprem pena nos presídios do Piauí.

O Estado dispõe de 114 defensores para todas as comarcas. Desse total, 6 atuam no sistema prisional em Teresina.

A Defensoria trabalha ainda com ações de família, do consumidor e agrárias, entre outras.

Campanha tucana

O ex-senador Freitas Neto, prócer do PSDB, observa que o prefeito Firmino Filho está demorando a anunciar o candidato do partido à sua sucessão e que isso pode prejudicar a campanha tucana.

Em 2004, quando encerrava o seu segundo mandato de prefeito, Firmino só anunciou o seu candidato em maio.

E, naquela época, as convenções se encerravam no final de junho.

As opções

Os nomes postos, então, eram os do médico Silvio Mendes, do professor Kleber Montezuma e o do próprio Freitas Neto.

O escolhido foi Silvio Mendes, que ganhou a eleição e foi reeleito em 2008.

E o título?

Em Oeiras, a Prefeitura exagerou na cobrança de documentos e a 2ª Promotoria de Justiça instaurou inquérito ontem para apurar uma possível irregularidade na exigência de título de eleitor para marcação de exames junto à Secretaria Municipal de Saúde.

A Prefeitura não explicou o motivo da exigência.

Foto: Divulgação

Visita de cortesia - Em sua passagem por Teresina, o governador de Brasília, Ibaneis Rocha, fez visita de cortesia ao seu colega Wellington Dias. Ele veio ao Piauí para assinar o contrato de parceria com a Fecomércio objetivando instalar uma agência do Banco Regional de Brasília em Parnaíba.

 

 

* O Partido dos Trabalhadores realiza hoje e amanhã o 1º Encontro Estadual de 2020. Na pauta, as eleições municipais.

* O governador Wellington Dias e a vice-governadora Regina Sousa garantiram presença no evento.

* Hoje é o último dia para pagamento do IPVA 2020 em cota única com desconto de 15%.

* Não será fácil um país como o Brasil, que não deu conta nem do mosquito da dengue, estar preparado para vencer o coronavírus.

 

 

O candidato tucano

Do ex-senador Freitas Neto, sobre o candidato do PSDB a prefeito de Teresina:

- Eu sei quem é, mas não posso dizer.

 

ALÉM DO FATO - JORNAL CIDADE VERDE

De segunda a sexta, às 19h15.

 

MDB dá tratamento vip ao Dr. Pessoa

O MDB está entregando ao ex-deputado Dr. Pessoa o que prometeu: a candidatura de prefeito de Teresina e volume de campanha.

Ontem, o partido fez em grande estilo o pré-lançamento da candidatura do ex-deputado, em reunião na sede do diretório estadual.

O pontapé inicial na pré-campanha do ex-deputado foi dado pelo governador de Brasília, Ibaneis Rocha, ainda um ilustre desconhecido dos teresinenses, mas que se afirma no partido como uma liderança nacional.  

O MDB precisa lançar mão, como fez ontem, de estratégias que badalem a candidatura do Dr. Pessoa. Recém-filiado à sigla, ele ainda não conhece o partido nem é conhecido por este.

A sigla sempre foi forte eleitoralmente em Teresina, mas há várias eleições não apresenta candidato a prefeito. Resultado: seu eleitorado foi minguando.

Como está lançando a prefeito um nome ainda sem identidade com o partido, vai ter que trabalhar dobrado.

A largada de ontem, em grande estilo, sinaliza que o MDB está ciente disso.

 

 

Foto: Divulgação

Secretário Rafael Fonteles prestigiado em jantar

Em alta

O secretário Rafael Fonteles, presidente do Comsefaz, parece em alta em Brasília.

Na terça-feira, reuniu secretários de todo o país em jantar organizado pelo Comitê Nacional dos Secretários da Fazenda dos Estados, depois de reunião em que foram discutidas pautas federativas, como ICMS sobre os combustíveis, novo piso do professor e previdência dos militares.

Chamaram o Meireles

No jantar também apareceram convidados especiais como o secretário especial da Receita Federal, José Barroso Tostes Neto, o economista Bernardo Appy (idealizador da PEC 45/19, da Reforma Tributária) e o ex-ministro Henrique Meirelles.

Além do professor Aloisio Araújo, que orientou Rafael Fonteles no mestrado em Matemática no IMPA (Instituto de Matemática Pura e Aplicada).

Duplicação

Já saiu a ordem de serviço para as obras de duplicação da BR-316, no trecho entre o viaduto do Rodoanel e Demerval Lobão.

A informação é do senador Elmano Férrer. A obra será tocada pelo Dnit.

A empreiteira vencedora da licitação é a mesma que está tocando os serviços de duplicação da rodovia, na saída Sul de Teresina, agora em ritmo acelerado.

Foto: Divulgação

E elas, como vão? - O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), em parceria com a Secretaria de Planejamento, apresentaram, ontem, no auditório da Academia Piauiense de Letras, o relatório final do Projeto "Mulheres Resilientes = Cidades Resilientes". O relatório traz um conjunto de 20 propostas voltadas para o empoderamento das mulheres. A vice-governadora Regina Sousa e o secretário Antônio Neto participaram do lançamento do relatório.

 

 

* O MDB do Piauí volta a fazer outro grande movimento em sua sede na próxima terça-feira, dia 4, a partir as 9 horas.

* Desta vez, para celebrar o aniversário do secretário nacional da Fundação Ulysses Guimarães, ex-ministro João Henrique.

*As aulas na rede municipal de ensino começam na próxima segunda-feira, dia 3, em Teresina.

* O cumprimento do calendário escolar é o primeiro passo para a busca do ensino de qualidade.

 

 

Pé no barro

Do humorista Fraga:

- No Brasil, quando o pobre tira o pé do barro é porque teve o corpo resgatado.

Prefeitos aceitam novo parcelamento de dívida da saúde

Os ânimos estiveram muitos exaltados ontem, na APPM, na reunião convocada para tratar da dívida do Governo do Estado com os municípios, na área da saúde.

O prefeito Firmino Filho puxou o coro dos descontentes com a situação, fazendo críticas contundentes ao governo estadual.

Entre seus colegas presentes ao encontro, nenhuma voz se levantou em defesa do governo.

Ao final, porém, os prefeitos aprovaram a proposta apresentada pelo Estado de parcelar o débito em 25 meses.

A dívida é relativa ao cofinanciamento da Saúde e aos repasses para os Hospitais de Pequeno Porte (HPP) e já foi renegociada em outros momentos. Agora o valor total é de R$ 142 milhões.

Pelo acordo feito ontem, 10 por cento desse valor será pago até a próxima sexta-feira. Ao todo, 108 prefeitos participaram da discussão.

Foi rejeitada a proposta do Estado de suspensão dos convênios pelo prazo de dois anos, enquanto durar o parcelamento da dívida.

Como funciona

O modelo de financiamento da saúde funciona em sistema tripartite, com a participação do Governo Federal, do Governo do Estado e dos municípios. Os repasses do governo federal estão rigorosamente em dia.

De acordo com o presidente da APPM, Jonas Moura, os atrasos desses recursos têm dificultado as ações na área prioritária da saúde pública. “Esse é um dos principais problemas enfrentados pelos municípios. Diante disso, temos, desde o início do ano passado, buscado uma solução e, depois de dialogarmos com o Governo, e com auxílio do Ministério Público, aprovamos e vamos formalizar a proposta”, explica Jonas.

A APPM alega que esses recursos são fundamentais para as ações na área de atenção básica. 

Aí estão incluídas ações como o Programa de Saúde da Família, assistência farmacêutica e Samu.

Por isso, os prefeitos decidiram dar um novo crédito de confiança ao Estado.

Endividado, governo quer aplicar 'sossega leão' em prefeitos

A Associação Piauiense de Municípios (APPM) discutirá hoje, a partir das 9 horas, a proposta da Secretaria Estadual de Saúde de pagar, em parcelas, os recursos atrasados do Cofinanciamento na Saúde e dos Hospitais de Pequeno Porte (HPP).

A dívida do Governo do Estado com os municípios vem se acumulando mês a mês e já chega a R$ 140 milhões, em dados de setembro do ano passado.

A Secretaria de Saúde explicou, em nota, que o pagamento do débito será feito em 25 parcelas, sendo a primeira correspondente a 10% do valor total. As demais seriam mensais, correspondentes a 1/24 avos do valor restante.

O detalhe é que na proposta também consta a suspensão dessa modalidade de financiamento durante um período para que seja estudada uma forma mais adequada de se fazer o cofinanciamento da atenção básica e também dos hospitais de pequeno porte.

Os prefeitos estão escaldados com a proposta apresentada pelo governo, pois o Estado já fez vários acordos para pagar essa dívida e não cumpriu.

Acordos quebrados

No ano passado, o Conselho Estadual de Secretários Municipais de Saúde informou que os repasses da saúde estavam atrasados há vários meses para os 94 Hospitais de Pequeno Porte (HPP).

O Cosems informou que houve gestões junto à Secretaria de Saúde, intermediadas pela APPM e pelo próprio Conselho, para acertar os pagamentos, mas os vários acordos firmados ao longo do tempo não foram cumpridos.

Mais atraso

O Conselho Estadual de Secretários Municipais de Saúde informou ainda que estavam atrasados também os repasses dos recursos do cofinanciamento.

Esses recursos devem ser transferidos aos municípios com o objetivo de fortalecer a atenção básica de saúde no interior.

Aí estão incluídas ações como o Programa de Saúde da Família (PSF), assistência farmacêutica, Samu, etc.

O município com 10 mil habitantes deve receber R$ 9 mil por mês. O que tem 20 mil habitantes tem direito a um repasse mensal de R$ 19 mil para o confinanciamento da atenção básica.

Os prefeitos alegam que não têm condição de continuar bancando as despesas com a saúde sem a contrapartida obrigatória do governo. Este  acena, porém, com uma proposta que mais parece um "sossega-leão".  

Ninguém quer briga com o “Índio”

Foto: Cidadeverde.com

Senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progrressistas

 

O governador Wellington Dias navega em céu de brigadeiro no céu da política do Piauí. E, pelo visto, ninguém está disposto a perturbar o sossego dele durante a próxima campanha eleitoral.

Em Teresina, o prefeito Firmino Filho andou mexendo o governo, na semana passada, acusando-o de ter candidato ‘laranja’ à Prefeitura.

O governador reagiu afirmando que era invencionice e o prefeito não esticou a corda.

Em Parnaíba, o prefeito Mão Santa, adversário ferrenho do governador até bem pouco tempo, declara aos quatro ventos que Wellington Dias é invencível nas eleições de 2022.

Em Picos, o prefeito padre Walmir (PT) andou querendo engrossar o cangote e lançar candidato próprio à sua sucessão, mas optou por não enfrentar o governador e seguir rezando na cartilha dele. E assim vai.

Em praticamente todos os municípios, as lideranças se declaram que são “Índio” desde criancinhas. Ou seja, estão com Wellington Dias.

Acidente de percurso

No plano estadual, o senador Ciro Nogueira está em campanha aberta para o seu partido eleger o maior número de prefeitos no Piauí.

Mas, embora o projeto do Progressistas seja o de se fortalecer agora para apresentar candidato próprio ao governo, em 2022, o senador declara que não quer estadualizar as eleições de 2020.

Isto é, Ciro Nogueira entende que as disputas deste ano devem se restringir ao âmbito dos municípios, sem interferência na aliança que o seu partido tem com o governo desde 2014.

MDB, PSD e outros grandes partidos aliados do governador também estão focados nas eleições deste ano.

Assim, pelas estratégias dos partidos, se alguém pisar no pé do governador, na próxima campanha eleitoral, será por mero acidente de percurso.

 

Cidade enfrenta altas temperaturas com arborização

Foto: Reprodução/internet

Vista panorâmica de Bom Jesus 

 

Bom Jesus, município de 25 mil habitaantes a 632 km ao Sul de Teresina, no coração dos Cerrados, vem enfrentando altas temperaturas nas últimas décadas, como muitas outras cidades da região.

Em outubro do ano passado, foi considerado pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) o município mais quente do país,.

Bom Jesus registrou temperatura de 39,8 graus naquele mês, liderando a lista de cidades com as temperaturas mais elevadas do Brasil.

Preocupado com a situação, o prefeito Marcos Elvas (PSDB) lançou, em 2015, no início de seu atual mandato, um arrojado programa de arborização do município, para atenuar as altas temperaturas.

O programa foi implantado em parceria com a Universidade Federal do Piauí, através do Campus de Bom Jesus.

A Ufpi cedeu a área para o plantio das mudas e a estrutura de irrigação e a Prefeitura fornece o campo de aplicação das aulas práticas de produção de mudas.

O viveiro foi montado no Colégio Agrícola de Bom Jesus, administrado pela Ufpi. Além de mudas de plantas ornamentais, passou a produzir e fornecer também plantas medicinais.

Visitei o viveiro em novembro passado, em companhia do prefeito Marcos Elvas, do secretário Elvinhas e do poeta Salgado Maranhão, quando participávamos do Salão do Livro de Bom Jesus (Salibom)

Fotos: Zózimo Tavares/Cidadeverde.com

Viveiro de mudas no Colégio Agrícola de Bom Jesus

 

Árvores nas residências

O trabalho é coordenado pelo engenheiro agrônomo José Lustosa Elvas Barjud (Elvinhas), secretário municipal de Agricultura e professor aposentado da Ufpi.

Ele explicou que o carro-chefe do programa é a plantação de oiti e ipê (roxo, rosa, amarelo e branco), que são espécies nativas da região.

O ipê rosa e o branco não são nativos, mas estão se adaptando muito bem.

São distribuídas também plantas ornamentais como flaboyant, palmeiras de fênix e outras.

O programa começou inicialmente pelas avenidas, ruas e praças. Em seguida, a Prefeitura lançou o projeto “Sua casa mais verde”, para distribuição de mudas à comunidade.

Através desse projeto, a Prefeitura abre a cova, aduba, faz o primeiro plantio e dá as orientações para que o morador possa cuidar bem da planta.

“O objetivo é arborização, é fazer sombra na cidade”, afirmou o secretário Elvinhas.

A Prefeitura distribuir também para a comunidade mudas de plantas frutíferas, especialmente mangueiras

.

Distribuição anual de mudas chega a 25 mil em Bom Jesus

 

Sombra e flores

O programa chega a distribuir 25 mil plantas por ano. Somente em dezembro passado, durante o aniversário da cidade (15 de dezembro) foram mais 5.000.

Quando o programa começou, o nível de sobrevivência das plantas das áreas públicas era baixo e desanimador. Não chegava a 10 por cento.

Hoje a depredação é mínima, garante o secretário Elvinhas, acrescentando que a população está muito consciente da necessidade das plantas.

“Quando começa a chover, aumenta a pressão da comunidade pedindo muda. Além das residências da zona urbana, sítios, chácaras e agricultura familiar solicitam as mudas para fazer sombreamento”, informou.

“Em pouco tempo, Bom Jesus será uma cidade sombreada, fresca, florida e bonita”, anima-se Elvinhas.

 

O secretário Elvinhas com o prefeito Marcos Elvas e o poeta Salgado Maranhão

Piauí terá mais recursos para o turismo

O Piauí é um dos dez Estados com Instituições Financeiras de Desenvolvimento (IFDs) habilitadas pelo Ministério do Turismo a receber repasses do Fundo Geral de Turismo (Fungetur).

O acesso ao Fundo ocorre depois de a Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE) solicitar ao Ministério abertura de novo Edital de Credenciamento de Agentes Financeiros ao Fundo Geral do Turismo.

As operações serão feitas através da Agência de Fomento e Desenvolvimento do Estado do Piauí – Fomento Piauí.

Também foram habilitadas a Agência de Fomento do Estado do Rio de Janeiro – AgeRio; Agência de Fomento de Alagoas – Desenvolve; Agência de Fomento do Estado da Bahia – Desenbahia; Agência de Fomento do Estado de Goiás – Góias; Fomento, Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina – Badesc; Agência de Fomento do Estado de Tocantins – Tocantins Fomento; Agência de Fomento do Paraná – Fomento Paraná; Agência de Fomento do Rio Grande do Norte – AGN e Banco Regional de Brasília – BRB.

Destino

Um dos principais objetivos do Fundo é promover o financiamento de empreendimentos, obras e serviços considerados de interesse para o desenvolvimento do turismo nacional.

Os recursos são operados pelas instituições financeiras credenciadas e o público-alvo das operações de crédito são os empreendimentos privados de toda a cadeira produtiva do turismo, especialmente micro, pequenas e médias empresas.

São financiáveis as obras civis para implantação, ampliação, modernização e reforma de empreendimentos, bem como a aquisição de máquinas e equipamentos e capital de giro.

 

 

Foto: Divulgação

Posse da nova Diretoria da Fiepi, ontem à noite

Fiepi

O presidente da Fiepi, Zé Filho, foi empossado ontem à noite para um novo mandato de quatro anos na Presidência da Federação, juntamente com sua nova diretoria.

O ato foi prestigiado pela direção da Confederação Nacional da Indústria e por federações estaduais da indústria de todas as regiões do país.

O governador Wellington Dias, o prefeito Firmino Filho e a bancada federal do Piauí também prestigiaram a posse da nova Diretoria da Fiepi.

RBS no Piauí

O governador de Brasília, Ibaneis Rocha, estará em Parnaíba no próximo dia 29.

Em companhia do presidente da Fecomércio Piauí, Valdeci Cavalcante, e do prefeito Mão Santa, ele assinará contrato de parceria para instalação de uma agência do Banco Regional de Brasília em Parnaíba.

Peso morto

Pior do que gestor público em fim de mandato é gestor público em fim de mandato com reprovação nas alturas. Tirando os cobradores, todo mundo quer ver é pelas costas.

É o caso do prefeito de Picos, Padre Walmir.

Depois de ensaiar o lançamento da professora Maria Santana à sucessão, tenta agora emplacar a vice de Araujinho.

Briga boa

Recém-filiado ao PT, e com as bênçãos do governador Wellington Dias, Araujinho vai disputar a prefeitura com o ex-prefeito Gil Paraibano, do Proguessistas. 

A briga promete ser boa.

Festa para JH

Familiares e amigos do ex-ministro João Henrique Sousa estão preparando uma festa para marcar o aniversário de 70 anos dele, no dia 4 de fevereiro.

Será a partir das 9h, na sede do MDB, no bairro São João, zona Leste.

Além de bolo e parabéns, haverá a celebração da Palavra de Deus.

 

 

* O senador Ciro Nogueira, aliado de peso do prefeito Firmino Filho, afirmou ontem que o Progressistas apoiará o ex-prefeito Silvio Mendes, se ele for o escolhido como candidato.

* O Tribunal de Contas decidiu ontem que o processo do pedido de afastamento do conselheiro Luciano Nunes correrá sem segredo de Justiça.

* Não precisava tal decisão. Todo mundo que tem interesse no caso já sabe do que se trata e já viu a cópia do pedido.

* Ele foi formulado em julho passado pelo governador Wellington Dias, que alegou suspeição do conselheiro.

 

 

Por partes

Do presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira, sobre as especulações de que o seu partido indicará o vice na chapa a ser encabeçada por um tucano, na disputa pela Prefeitura de Teresina:

- Primeiro, vamos escolher o candidato a prefeito. Depois, vamos tratar do candidato a vice.

Oposição entra em campo e aguarda candidato de Firmino

Foto: Roberta Aline Cidadeverde.com

PL faz pré-lançamento da candidatura de Fábio Abreu

 

Enquanto o prefeito Firmino Filho prende a bola da sucessão, sem anunciar o candidato do PSDB, a oposição entra em campo.

Já estão em campanha pela Prefeitura de Teresina os pré-candidatos do MDB, Dr. Pessoa, e do PT, deputado Fábio Novo, secretário de Cultura.

Ontem, o PL botou o seu bloco na rua, com o pré-lançamento do secretário de Segurança, deputado federal Fábio Abreu.

Junto com o candidato do PT, Fábio Abreu é cara nova na disputa pela Prefeitura.

Dr. Pessoa é um velho conhecido dos teresinenses, já tendo concorrido a duas eleições majoritárias, com expressivas votações na capital.

Uma foi em 2016, quando disputou a Prefeitura, e a outra em 2018, quando concorreu ao Governo.

A estas alturas do campeonato, os times que disputarão a Prefeitura ainda estão na fase da escalação, que consiste na definição de candidaturas e de alianças.

Em abril, vem o aquecimento, mas o jogo só começa para valer depois daí, após o prazo das desincompatibilizações e de filiações.

Posts anteriores