Cidadeverde.com
Contabilidade - José Corsino

Saiba a diferença entre PIX, TED e DOC

Pix é aprovado; operadoras vislumbram simplificação de pagamentos e  carteira digital | TELETIME News

O PIX foi anunciado e promete acabar com o TED e DOC e se colocar como uma das principais opções de transferência e pagamento. Independente do seu perfil financeiro, sendo com isso  importante conhecer as opções e formas de movimentar seu capital.

Você sabe as características do PIX, TED e DOC e as grandes diferenças entre eles?

PIX

O Banco Central (BC) anunciou a criação do PIX, que será lançado oficialmente em novembro de 2020, mas antes de seu funcionamento já é grande o burburinho e a expectativa para essa opção de pagamento.

O PIX será uma nova forma de pagamento e transferências online que funcionará 24 horas por dia, 7 dias por semana. Com a proposta de agilidade e rapidez, o PIX será um pagamento instantâneo, sem intermediação de terceiros, fazendo com que as transferências sejam realizadas em até 10 segundos.

Além de transferências, será possível fazer pagamentos em estabelecimentos através dessa nova modalidade, sendo uma ponte entre pagador e receber, seja por pessoas físicas ou jurídicas.

As transações por essa modalidade poderão ser realizadas por um código PIX, que poderá ser o e-mail, CPF, CNPJ, número do celular e também pela leitura de QR Codes.

Sobre as taxas do PIX, elas serão de R$0,01 a cada 10 transações e o Banco Central deixará livre para cada instituição definir como e se esse custo será repassado aos clientes.

TED – Transferência Eletrônica Disponível

Pelas transações realizadas por TED o dinheiro enviado a outra instituição é creditado na conta de destino em até 90 minutos após o envio. Mesmo que existam atrasos, ele chega na conta até as 17 horas do mesmo dia se feito até esse horário. Caso a transferência seja feita após esse horário, ele é agendado para o dia seguinte.

Não existe valor mínimo para essa transferência e as taxas variam de acordo com cada instituição. Geralmente, são cobradas taxas em transferências entre bancos diferentes.

O TED funciona apenas em dias úteis e transferências realizadas no final de semana ou feriados chegam no destino apenas no próximo dia útil.

DOC – Documento de Ordem de Crédito

O DOC é mais demorado que o TED e o valor cai na conta de destino no dia seguinte. Porém, se a transferência for realizada após as 22h, é possível que ele demore mais de um dia útil para chegar no seu destino.

O valor máximo para ser enviado por DOC é de R$4.999,99 e, assim como o TED, as taxas variam de acordo com o banco.

 

Assim como o TED, essa modalidade funciona também em dias úteis, fazendo que ela possa levar dias para ser finalizada.

As grandes diferenças entre as modalidades

Agora que você sabe mais sobre as características de cada uma das operações, fica fácil entender as diferenças entre elas, certo? O PIX promete “tirar o lugar” do TED e do DOC por ser uma opção barata e rápida para transferir dinheiro entre as mesmas ou diferentes instituições.

O horário de funcionamento é uma das principais diferenças entre eles. Enquanto TED e DOC só funcionam em dias úteis, o que pode ser um grande problema para muitos pagamentos, o PIX é realizado de forma instantânea e como transações de débito, o valor chega rapidamente ao seu destino.

Vale lembrar que, em algumas fintechs, mesmo nos finais de semana é possível fazer transferências que caem no mesmo dia e de forma automática, desde que sejam transações entre a mesma instituição.

Com o PIX o imediatismo acontece independentemente do tipo de conta e instituições entre pagador e recebedor.

Outra diferença entre as modalidades é que no PIX não será preciso saber tantas informações, como agência, conta, nome completo, CPF ou CNPJ, apenas com a chave do recebedor, que pode ser uma dessas informações, já será possível realizar o envio do dinheiro. Você já conhecia as funcionalidades do PIX? TED e DOC são rotinas comuns em seu dia a dia? Agora que você sabe mais sobre essa novidade e suas diferenças, é só aguardar a sua liberação para testar a nova modalidade!

Fonte: Acionista