Cidadeverde.com

Vigilância Sanitária informa regras para vender comida no Corso

O gerente da Vigilância Sanitária Francisco Cesário afirmou que as equipes do órgão estarão presentes no percurso do Corso 2016 a partir de 13h. O objetivo é fiscalizar a comercialização de alimentos para evitar intoxicações. Em entrevista ao vivo para a TV Cidade Verde, Cesário detalhou algumas das orientações para a venda de comidas e bebidas na rua. "Vamos verificar como foram preparados e como são servidos os alimentos". Veja algumas das regras:

1 - A comida tem que ser servida quente e em recipiente descartável;
2 - Quem serve não pode usar brinco, anel, relógio ou algum outro acessório;
3 - Quem serve não pode manipular dinheiro;
4 - Os produtos têm que estar dentro da data de validade.
5 - O ketchup e a maionese devem ser sevidos em sachês, preferencialmente. Se for usada bisnaga, é preciso que o produto seja mantido refrigerado;
6 - O gelo usado para refrigerar a bebida não pode ser colocado dentro da bebida servida.

Cesário alertou que qualquer flagrante de irregularidade resultará em apreensão imediata do alimento. O gerente destacou ainda a necessidade de destruir os materiais descartáveis para evitar a reutilização. "As garrafas de água e até os palitos de espetinho podem acabar sendo usados novamente, por isso é importante destruí-los. Porém, é preciso que se tenha cuidado para que as garragas e copos não virem criadouros de mosquitos", ressaltou.

Jordana Cury
jordanacury@cidadeverde.com