Cidadeverde.com

Segurança tira PMs de gabinetes para compor efetivo no Corso

O secretário de segurança do Piauí, Fábio Abreu, anunciou nesta sexta-feira (29) que cerca de 1.000 policiais militares farão a segurança do Corso, de acordo com as escalas estabelecidas. Para incrementar o efetivo, a SSP convocou militares que atuam na área administrativa, além de alunos em formação.

O Corso começa às 16h30 deste sábado com transmissão ao vivo da TV Cidade Verde. "Teremos cerca de 500 policiais ou mais já nas primeiras horas antes do corso. Temos duas ou três escalas diferentes que, no total, chega a 1.000 homens. A medida que vai avançando o horário do corso, vamos aumentando o efetivo", disse o secretário durante entrevista ao Jornal do Piauí.

"Os policiais que atuam no  administrativo já foram convocados para o dia de amanhã, bem como os alunos que estão se formando, além de outras escalas", acrescentou.

Segundo o gestor, todo o aparato foi pensado para que a população tenha a sensação de segurança durante o evento. "Foi todo planejado para que o folião tenha sensação de segurança. As pessoas que se desloquem que sejam para se divertir. Temos a obrigação de trabalhar com a prevenção, principalmente através da ostensividade com o policiamento militar", diz Fábio Abreu.

O secretário ressalta ainda a participação da Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros. "Vamos atuar através da inteligência com a polícia civil e com a parte de emergência através do Corpo de Bombeiros. Todo o aparato vai estar voltado para o Corso, sem descuidar  dos demais bairros em relação ao policiamento.

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com