Cidadeverde.com

Margarete Coelho e Iracema Portela destacam força do Corso

Foto: Wilson Filho/Cidadeverde.com

Mulheres da política piauiense também fazem questão de acompanhar o Corso. Este ano, a deputada Iracema Portella (PP), que sempre comparece, disse que é uma festa extremamente democraática ja consagrada.

"A festa vai se reinventando, é maravilhosa, onde todos se divertem e todos participam", destacou.

Ela lembrou que não falta o Corso há muito tempo. "Procuro sou uma carnavalesca e eu procuro interagir com as pessoas. Realmente gosto muito".

A vice-governadora Margarete Coelho (PP) também acompanhou a folia. Ela ressaltou que não há como controlar o volume dos caminhões inscritos e que isso nao mede o sucesso da festa.

"O corso é uma festa espontânea, organizada peslas pessoas e tenho a impressão que não há como controlar o volunme de carros. Há uma competitividade entre as pessoas e isso termina estimulando a inscrição de caminhões. O que vejo aqui é uma festa organizada, participativa, organizada e tudo correndo com muita tranqulidade", disse a vice.

Lyza Freitas
redacao@cidadeverde.com